Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) realizou 1.064 fiscalizações educativas em Fortaleza durante a segunda fase de retomada das atividades econômicas no Estado. As ações aconteceram em estabelecimentos como praças de alimentação, shoppings, mercantis e empresas de saúde. As inspeções continuam na terceira fase do Plano, iniciada na última segunda-feira (6) na capital cearense. A iniciativa tem como foco a transparência, um dos valores da Sesa.

Até o momento, a Sesa interditou dez estabelecimentos durante as vistorias, sendo cinco na primeira fase e outros cinco na segunda.

“Na segunda fase, nós priorizamos o retorno dos restaurantes de forma presencial e voltamos aos estabelecimentos em que já havíamos ido na primeira etapa, para ver se continuavam seguindo as orientações e o decreto. Tivemos que interditar cautelarmente cinco locais pelo não cumprimento das normas de Covid-19”, explicou a orientadora da Célula de Fiscalização e Inspeção de Serviços de Saúde da Sesa, Jane Cris Cunha.

Os fiscais da Sesa analisam condições sanitárias, número de funcionários, demarcações de distanciamento e o uso dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). Os estabelecimentos fiscalizados devem seguir as medidas de prevenção para garantir a segurança dos funcionários e evitar o surgimento de novos casos de coronavírus.

“Algumas empresas não disponibilizavam EPIs para seus funcionários, não tinham condições sanitárias de conforto no trabalho e nem apoio psicossocial. As nossas ações vêm com o objetivo de fortalecer a saúde e o direito do trabalhador e para que o ambiente de trabalho seja adequado”, explicou a gerente do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest), Mara Tavares.

Fiscalização em aeroportos

Devido à pandemia de coronavírus, o projeto Barreiras Sanitárias foi instalado nos aeroportos de Fortaleza e de Juazeiro do Norte com o objetivo de realizar a detecção rápida de casos e evitar a disseminação do vírus no território cearense. Ao longo da segunda etapa de vistorias, a Barreira Sanitária do Aeroporto Internacional de Fortaleza aferiu a temperatura de 42.512 passageiros oriundos de 175 voos no mês de junho.

Isolamento Social

Jane reforça que o isolamento social continua e é importante que a população obedeça e siga as orientações.

“Nós precisamos nesse momento reforçar as medidas de prevenção e controle, o uso de máscaras, a lavagem das mãos. As pessoas devem entender que, apesar de estar acontecendo a retomada, não significa que o problema não existe e você pode sair. Tem que haver consciência e, se possível, fique em casa”, salienta a orientadora da Célula de fiscalização.

O Governo do Ceará, por meio do Decreto Estadual nº 33.645, determinou o isolamento social como uma das ações de prevenção ao coronavírus no Estado. A medida é, também, defendida por especialistas e profissionais da saúde de todo o mundo.

(*)com informação do Governo do Estado do Ceará

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp