Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O secretário de Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS), André Costa, sobrevoou, nessa sexta-feira, 26, região próxima ao local onde aconteceu a Chacina das Cajazeiras, na madrugada deste sábado, 27, a maior da história do Ceará.  SSPDS confirmou que 14 pessoas perderam a vida na maioria chacina registrada no Estado.

O delegado visitou a comunidade da Babilônia, localizada no Barroso II, em Fortaleza. A polícia tem feito uma força-tarefa na Babilônia, desde o último dia, 5, após moradores terem sido expulsos do local pela facção Guardões do Estado (GDE), a mesma que reinvidicou a autoria da Chacina das Cajazeiras. Fotos nas redes sociais do próprio André Costa mostram o secretário dentro de um helicóptero do Ciops (Centro Integrado de Operações de Segurança).

Na manhã deste sábado, 27, o secretário particiou de uma coletiva de imprensa sobre a chacina e comparou o crime aos cometidos por grupos terroristas. O secretário disse ainda que não há motivos para a população ter pânico, porque a ação foi isolada. Além dos 14 mortos, outras 7 pessoas ficaram feridas e foram encaminhadas para o Instituto Doutor José Frota (IJF).

Com informações do Diário do Nordeste