Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A obra de uma estrada foi embargada por fiscais pela Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace), na zona rural de Mulungu, no Maciço de Baturité. A ação foi realizada como parte da operação nacional Mata Atlântica em Pé, coordenada pelo Ministério Público do Paraná, que termina, nesta sexta-feira (20).

O responsável foi atuado por construir sem licença ambiental, em unidade de conservação, a Área de Proteção Ambiental da Serra de Baturité, e terá de pagar multa de R$ 20 mil. Um trator com pá carregadeira foi apreendido no local.

A operação Mata Atlântica em Pé, foi iniciada segunda-feira (16), em 16 estados, para coibir o desmatamento e proteger as regiões de floresta que integram o bioma Mata Atlântica. No Ceará, a área escolhida foi o Maciço de Baturité, considerada sob ameaça permanente da agricultura e da especulação imobiliária.

A operação foi coordenada pelo Centro de Apoio Operacional do Meio Ambiente (Caomace) do MPCE. Também participaram militares do Batalhão da Polícia Militar Ambiental (BPMA) e funcionários do Ibama.

Balanço

Os fiscais da Semace visitaram áreas em que havia indícios da ocorrência de crime ambiental, em Guaramiranga, Pacoti e Mulungu. As coordenadas geográficas foram apontados por imagens de satélite, que mostram pontos de devastação da cobertura vegetal.

Seis autos de infração foram emitidos, cinco deles por obra civil sem licença ambiental e um por desmatamento. Outros três casos suspeitos, de desmatamento, construção sem licença e de criadouro clandestino de animais silvestres estão em investigação.

Os responsáveis terão que apresentarem documentação que indique situação regular junto à Semace. Caso contrário, também poderão ser autuados e punidos de acordo com a extensão e a gravidade do crime ambiental, e os animais apreendidos para serem devolvidos à natureza.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp