Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O presidente do Senado, Eunício Oliveira, leu, nessa quinta-feira, um  requerimento com pedido para criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar irregularidades nos empréstimos concedidos pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social. O pedido teve como primeiro signatário o senador Roberto Rocha (PSB-MA) e reuniu mais de 30 assinaturas, que ainda precisam passar pela conferência da Mesa do Senado.

A CPI contará com 13 integrantes titulares e sete suplentes e terá prazo de 180 dias, prorrogáveis pelo mesmo período, para apurar os créditos concedidos no âmbito do programa de globalização das companhias nacionais, em especial a linha de financiamento específica para internacionalização de empresas a partir de 1997.

Foi essa linha de crédito do BNDES que permitiu aos irmãos Wesley e Joesley Batista, donos da JBS, internacionalizar a empresa a partir de 2007. Além do financiamento à empresa, o BNDES comprou uma participação na JBS por meio da BNDESpar — braço do banco estatal que compra participações em empresas.