Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou nesta quarta-feira (14), todos os requerimentos de solicitação de audiências públicas com objetivo de debater a reforma da Previdência. A lista de convidados proposta pelos blocos parlamentares é extensa e os líderes concordaram em enxugar as sugestões.

A ideia é que em todos os dias da próxima semana, com exceção de quarta-feira (21), sejam realizados debates. O primeiro a ser ouvido, na segunda-feira (19), será o secretário Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho. Também serão convidadas para o debate no mesmo dia outras autoridades.

Pela programação, durante a semana de debates estarão entres os convidados desde nomes do Ministério da Economia e centrais sindicais a associações que representam diversas a categorias como, por exemplo, policiais federais.

Ainda pelo cronograma definido, na semana seguinte a das audiências públicas, o relator da reforma da Previdência, senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), fará a leitura de seu relatório. Se tudo correr conforme o previsto, no dia 4 de setembro o texto será votado na CCJ e enviado para deliberação, em dois turnos, pelo plenário da Casa.