Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Edílson Rodrigues/Agência Senado

O Senador Randolfe Rodrigues (Rede/AP) pediu nesta sexta-feira, 7, ao Supremo Tribunal Federal, que o presidente Jair Bolsonaro (PL) seja proibido de promover “campanha de desinformação” em relação a vacinação de crianças contra a Covid-19.

“Tendo avançado a imunização da população adulta no país, a máquina de fake news portada pelo Sr. Jair Messias Bolsonaro se volta para a imunização infantil por meio de vacinas contra o novo coronavírus ─ já aprovada pela Anvisa e adotada por diversos países do mundo”, diz o pedido encaminhado ao STF.

Em outro trecho, Randolfe diz que a postura do Presidente da República repercutem no Ministério da Saúde: “Além de confundir e desinformar a população sobre assunto da mais alta relevância para a saúde e a vida de todos os brasileiros ─ sejam crianças, adultos ou idosos ─, a sanha contra as vacinas por parte do titular do Poder Executivo a nível federal repercute nas ações adotadas pelo Ministério da Saúde“.

O pedido foi direcionado ao ministro Alexandre de Moraes, relator do inquérito das fake news. Bolsonaro foi incluído nele após discursos onde lançou dúvidas sobre o processo eleitoral, questionando as urnas eletrônicas.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp