“Alerta Geral” aborda, neste sábado, drama de quem nunca contribuiu para o INSS

O tempo passa e, quando a idade chega perto da contagem do tempo de aposentadoria, muita gente começa as fazer os cálculos para pedir o benefício junto ao INSS. Há, porém, para milhões de brasileiros, milhares de cearenses, uma dura realidade, com uma pergunta que chega com frequência ao Jornal Alerta Geral: “quem nunca contribui para o INSS, tem direito a aposentadoria”. A resposta é dura, mas verdadeira: não tem direito a aposentadoria.

A situação dos ouvintes e internautas que apresentam dúvidas em relação a quem não tem vínculo com o INSS retrata o drama de muitos homens e muitas mulheres que, ao longo da vida, não tiveram condições ou nunca quiserem contribuir para a previdência social para, no futuro, sonhar com a aposentadoria. Para quem não recolheu para a Previdência Social, tem, porém, uma alternativa, que é o BPC (Benefício de Prestação Continuada).

O Jornal Alerta Geral Especial sobre os Caminhos da Aposentadoria, na edição deste sábado, que começa às 7 horas da manhã, pelo rádio (FM 104.3 e FM 107.5, na Grande Fortaleza, + 33 emissoras no Interior) e pela Internet em nossas redes sociais do Ceará Agora, tem informações importantes sobre o BPC, sobre o tempo de contribuição de professores e as condições, por exemplo, de quem, antes da entrada em vigência das novas regras para concessão dos benefícios administrados pelo INSS, estava perto do 60 anos de idade (mulher) e dos 65 anos (homem).

Uma das mensagens enviadas ao whatssapp do “Alerta Geral” (85) 98940.2385 é da dona Maria Gorete, da cidade de Formiga, no Estado de Minas Gerais, que 59 anos de idade e 26 anos de contribuição. Dona quer saber se vai pagar ou não pedágio e, se pagar, por quanto tempo. A resposta, com informações úteis para milhões de brasileiros, está, neste sábado, a partir das 7 horas, pelo rádio e pela internet, no Bate Papo entre o professor Tiago Albuquerque e o jornalista Luzenor de Oliveira.

Outra mensagem é da Lindalva, de Bodocó, no Estado de Pernambuco, que é agente de saúde, tem 24 anos e 8 meses de trabalho, 51 anos de idade e quer saber se, com as alterações na previdência social, pode se aposentar ao completar 25 anos de trabalho. Os esclarecimentos, a serem apresentados pelo professor Tiago, servem para todos os agentes de saúde.

O “Alerta Geral” tem respostas prontas para a Edna, em Catalão (GO), a Andrea, em Teresópolis (RJ), para o José Moraes, em Aiuaba, na Região dos Inhamuns, e para o Edson Wilke, em Fortaleza. Cada um com o histórico previdenciário e a ansiedade para receber uma resposta sobre os caminhos para conseguir auxílios ou aposentadoria. O Alerta Geral apresentará respostas para outros 72 ouvintes e internautas que esperam informações da maior rede de comunicação brasileira, pelo rádio e pela internet, da área da previdência social.

Confira na integra o programa deste sábado (15):

Leia a Anterior

Registada na França a primeira morte na Europa pelo novo coronavírus

Leia a Próxima

Ceará tem chuvas de 115 mm neste sábado