Aprovados em concurso entram na Justiça e pedem nomeação para o INSS

A Confederação Nacional dos Trabalhadores do Serviço Público Federal (Condsef) entrou com ações na Justiça para pedir a nomeação dos aprovados no último concurso do INSS realizado em 2015. Os candidatos aprovados pedem, na ação judicial, a nomeação sob o argumento de haver vagas disponíveis e de déficit de pessoal nos quadros do Instituto Nacional do Seguro Social. A validade do concurso público expirou em agosto de 2018, mas candidatos que entraram com ações individuais já conseguiram a posse, segundo a confederação.

Grupos que ajuizaram ações coletivamente ainda aguardam decisões judiciais. O INSS perdeu milhares de servidores nos últimos dois anos e, com as mudanças nas regras previdenciárias para concessão de aposentadorias e auxílios, acumula uma fila de 2 milhões de pedidos de benefícios. Somente no Ceará
– tanto no Interior, quanto na Grande Fortaleza, calcula-se que são mais de 100 mil segurados à espera de uma resposta sobre o pedido de benefício.

Como saída para enfrentar a crise, o INSS tenta montar uma força tarefa com servidores aposentados e militares. A avaliação é que, ao longo dos últimos anos, o INSS deixou o concurso expirar e não deu explicações sobre o caso, mesmo com déficit de trabalhadores. Os grupos de aprovados deram entrada com as ações na Justiça antes do concurso expirar.

Leia a Anterior

Aliados ficam na expectativa sobre julgamento do pedido de cassação de mandatos de membros da família Noronha

Leia a Próxima

Luizianne, no PT, e Sarto, no PDT, aparecem com mais força eleitoral e política na disputa pela prefeitura