Auxílio emergencial: Governo prorroga benefício por mais dois meses

Compartilhe:

Os cearenses que têm direito ao auxílio emergencial, receberão por mais dois meses o benefício. O presidente Jair Bolsonaro assinou, nessa terça-feira, no Palácio do Planalto, o decreto que estende o pagamento do auxílio.

Segundo o Ministro da Economia, Paulo Guedes, a proposta é que sejam pagas mais quatro parcelas, em dois meses, que somarão R$ 600 por mês, totalizando R$ 1,2 mil. O ministro esclareceu a estratégia pensada pelo governo para realizar os novos pagamentos.

Inicialmente, o governo propôs pagar mais três parcelas de R$ 300. Depois, passou a defender um escalonamento decrescente, com parcelas de R$ 500, R$ 400 e R$ 300. Mas o Congresso não aderiu à ideia.

O auxílio emergencial foi criado em abril para ajudar trabalhadores sem carteira assinada, autônomos, MEIs e desempregados durante a crise gerada pela pandemia do coronavírus. O prazo para solicitação das três parcelas de R$ 600 oferecidos na primeira leva do programa acaba nesta quinta-feira (2).

Compartilhe:

Leia a Anterior

Carlos Matos defende o adiamento das eleições para Novembro

Leia a Próxima

MPCE investiga servidores públicos de Redenção por suposto recebimento indevido do auxílio emergencial