Cagece aumenta produção de água e mantém o alerta para o uso responsável

Como forma de garantir o abastecimento durante período de emergência pelo novo Coronavírus, a Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) aumentou em 300 litros por segundo a produção de água para o sistema integrado de Fortaleza. A vazão, produzida nas estações de tratamento do Gavião e Oeste, representa 3,6% a mais na oferta de água que normalmente é distribuída para Fortaleza e municípios atendidos pelo sistema integrado.

Apesar da produção maior, o alerta da Cagece ainda é para o uso responsável da água, sem reduzir os cuidados com a higiene pessoal e os hábitos de limpeza dos ambientes, objetos entre outros. O incremento na produção de água leva em consideração a tendência de aumento no consumo durante às medidas preventivas adotadas pelo Governo do Ceará para combater o Coronavírus no estado.

De acordo com Tibúrcio Valeriano, gerente de Macroprodução de Água da Cagece, apesar da tendência de aumento no consumo, o incremento de vazão nas duas principais estações de tratamento é suficiente para demanda no momento.

“Estamos operando com uma vazão de 8,6 m³ por segundo para garantir que o reservatório Ancuri, que distribui a água para o sistema integrado, esteja sempre com nível suficiente para abastecer todas as regiões. Até agora, percebemos que essa vazão está sendo suficiente para abastecer a cidade nesse período onde temos mais pessoas em casa”, ressalta o gerente.

Diariamente a Cagece faz um monitoramento das redes de distribuição a fim de acompanhar a demanda por água de cada setor de abastecimento. De acordo com Tibúrcio, o acompanhamento diário é importante para que a Cagece possa atuar de forma pró-ativa, caso seja necessário solicitar aumento de vazão. A liberação da vazão de água bruta para a Cagece é realizada pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh).

(*)com informação do Governo do Estado do Ceará

Leia a Anterior

Sejuv disponibiliza plataforma para prestação de contas do programa Ceará Atleta

Leia a Próxima