Casos de dengue tem aumento de 12% no Ceará no primeiro semestre de 2020

Compartilhe:

Os casos de dengue confirmados no Ceará aumentaram 12% no primeiro semestre de 2020 comparado ao mesmo período do ano passado. Mesmo com isolamento social, devido a pandemia do novo coronavírus, no primeiro semestre deste ano, 11.082 casos foram confirmados, enquanto em 2019 foram 9.881. 

Fortaleza teve pouco mais de 4 mil registros. Os dados são do Boletim Epidemiológico da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), divulgado na manhã desta quinta-feira (2). O órgão publicou ainda os números referentes a outras arboviroses. 316 pessoas foram diagnosticadas com chikungunya — 576 casos a menos que igual período em 2019. 

Por outro lado, 15 indivíduos tiveram zika neste ano, seis a mais que no anterior. Os dados são referentes às primeiras 25 semanas do ano. Nas últimas cinco semanas, conforme monitoramento da Sesa, os municípios de Granjeiro, Ipaporanga, Farias Brito, Penaforte e Várzea Alegre apresentaram altas incidências de casos notificados de arboviroses.

Compartilhe:

Leia a Anterior

INSS: 13º salário de aposentados será antecipado todos os anos

Leia a Próxima

Caso não seja prorrogada a medida que dá isenção na conta de luz, consumidor deve voltar a ser cobrado