Ceará terá R$ 2,28 bilhões do Fundo de Financiamento do Nordeste em 2018

Compartilhe:

O Banco do Nordeste, operador exclusivo do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), realiza nesta segunda-feira, 11 de setembro, a reunião de construção da programação de aplicação do recurso para o ano de 2018 no Estado. Para o Ceará, está projetado o montante de R$ 2,28 bilhões.

O encontro, que contará com a participação da secretária de Fundos Regionais e Incentivos Fiscais do Ministério da Integração Nacional, Celine de Jesus Jardim Dória, e do diretor de Planejamento do Banco do Nordeste, Perpétuo Socorro Cajazeiras, será realizado, das 8h30 às 12h, no auditório da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará (Faec), em Fortaleza.

O superintendente de Políticas de Desenvolvimento do Banco do Nordeste, José Danilo do Nascimento, irá apresentar as diretrizes e prioridades para o FNE em 2018, segundo orientações do Ministério de Integração Nacional e da Sudene. O presidente da Faec, Flávio Viriato de Saboya Neto, falará sobre as perspectivas do setor de agronegócios cearense para 2018. Participará também da reunião o secretário de Planejamento do Governo do Estado, Francisco Queiroz Maia Junior, abordando sobre os investimentos previstos para o Ceará no ano que vem.

A apresentação das aplicações do FNE no Estado do Ceará de 2016 e do primeiro semestre de 2017 será realizada pelo superintendente estadual do Ceará, Jorge Antonio Bagdeve de Oliveira. O recurso será aplicado nos diversos segmentos produtivos beneficiados com recurso do FNE, como agricultura, pecuária, indústria, agroindústria, turismo, infraestrutura, comércio e serviços.

“Trata-se de momento importante para o Banco e para a sociedade cearense, considerando que abrimos oportunidade para manifestação dos diversos setores produtivos, representados pelas suas entidades de classe, suas federações e secretarias do governo, no que diz respeito à aplicação do FNE para o ano de 2018”, destacou o superintendente estadual do Banco do Nordeste no Ceará, Jorge Antônio Bagdeve de Oliveira.

Com informações do BNB

Compartilhe:

Leia a Anterior

TCE diz que 31 prefeituras descumpriram a Lei da Transparência

Leia a Próxima

MPCE promove Fórum Social do Ministério Público para ouvir a população