Covid-19: curso prepara 500 médicos para atuarem na linha de frente contra o coronavírus

Compartilhe:

Cerca de 500 médicos participaram do curso “Covid-19: da prevenção ao tratamento”, que teve o patrocínio da Assembleia Legislativa do Ceará e preparou os profissionais para atuarem na linha de frente contra a pandemia do novo coronavírus no Estado. A formação foi realizada pela Associação Médica Cearense (AMC), com apoio do Núcleo de Capacitação e Simulação em Saúde.

De acordo com o presidente da AMC, Carmelo Leão, o avanço da pandemia pelo mundo fez com que médicos de diferentes áreas de atuação, mas que nunca haviam atuado em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), por exemplo, fossem convocados para reforçar equipes hospitalares em todos os países.

Diante desse cenário, a Associação se mobilizou para realizar a formação e preparar médicos para o enfrentamento da doença aqui no Ceará. O curso levou informações sobre prevenção, uso de equipamentos e tratamento da doença, com o objetivo de proporcionar o melhor atendimento aos doentes e também proteger os profissionais de saúde.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado José Sarto (PDT), defendeu a relevância da iniciativa, que contribuiu para preparar o Estado para lidar com a crise que se anunciava. “Como médico e homem público, tenho acompanhado de perto o cenário da pandemia e estou atento às demandas da sociedade e dos profissionais de saúde”, enfatizou.

Além do Parlamento cearense, também patrocinaram o curso a Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), o Serviço Social da Indústria (Sesi) e a Unimed Fortaleza.

As formações foram iniciadas na segunda quinzena de março, quando o Estado tinha poucos casos confirmados da doença. O curso foi ofertado gratuitamente e teve carga horária de 20 horas, parte na modalidade presencial, parte no modelo de ensino à distância. Cada turma era composta por 20 participantes.

Compartilhe:

Leia a Anterior

Ouvintes e internautas pedem orientação ao “Alerta Geral” para construir caminhos da aposentadoria

Leia a Próxima

Covid-19: Ceará registra quase 90 mil casos confirmados de coronavírus e 5.460 óbitos