Desvio de dinheiro na coleta de lixo: Justiça determina afastamento de Ilário em Quixadá

Ministério Público do Ceará / Foto: Reprodução

Compartilhe:

O Ministério Público Estadual e a Polícia Civil deflagraram, na manhã desta quinta-feira, 16, uma operação para investigar fraudes na licitação realizada pela Prefeitura de Quixadá para os serviços de limpeza pública. Com base nas investigações e a pedido do MP, a Justiça determinou o afastamento do cargo do prefeito Ilário Marques (PT). A decisão é do desembargador Francisco Lincoln Araújo e Silva.

Denominada de “Fiel da Balança’’, a Operação comandada pela Procuradoria dos Crimes contra a Administração Pública (Procap) tem como um dos alvos da investigação a empresa RPC Locações e Construções. Na decisão do afastamento de Ilário Marques, o desembargador Francisco Lincoln determinou, ainda, a quebra dos sigilos fiscal e bancário dos investigados.

A Operação “Fiel da Balança”, de acordo com as informações do Ministério Público Estadual, cumpriu, na manhã desta quinta-feira, mandados de busca e apreensão nas cidades de Fortaleza e Quixadá. Segundo, ainda, o Ministério Público Estadual, a investigação tem como objetivo combater crimes de falsidade e desvio de dinheiro público relativos ao serviço de coleta de resíduos sólidos em Quixadá.

Com informações do correspondente do Jornal Alerta Geral, Wellington Lima, e da Assessoria de Comunicação do Ministério Público Estadual

Outras informações sobre a Operação Fiel da Balança ao longo do dia

Compartilhe:

Leia a Anterior

TSE registra mais de 23 mil candidatos às eleições de outubro

Leia a Próxima

Alok embarca para shows em Israel e Ibiza