Doação de sangue tem queda média de 14% no Ceará em meio à pandemia

S

Compartilhe:

As medidas de isolamento social adotadas devido a pandemia do novo coronavírus podem ter contribuído para a queda de cerca de 14% na doação de sangue no segundo trimestre (março, abril e maio) deste ano, em comparação a igual período de 2019, nos seis Centros de Hematologia e Hemoterapia do Interior do Ceará e na Capital.

Em hemocentros no Interior do Ceará, a baixa chegou a 20%. De acordo com um balanço feito pelo Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce), no trimestre de março a maio de 2020, houve 21.167 bolsas de sangue doadas, no Ceará. Em igual período de 2019, foram 24.526. Uma queda de 13,69%.

Para compensar a redução do número de doações de bolsas de sangue, os cinco hemocentros do Interior – em Crato, Iguatu, Sobral, Quixadá e Juazeiro do Norte passaram a fazer ligação diária para convidar os doadores cadastrados nas unidades ao ato de doação de sangue por agendamento de dia, horário e local, no site do Hemoce. Outro esforço dos hemocentros é manter as campanhas de captação externa em cidades das regiões atendidas.

Compartilhe:

Leia a Anterior

MEC anuncia repasse de R$ 200 milhões para universidades e institutos

Leia a Próxima

Presidente da Câmara de Uruburetama tem prazo de 48 horas para assumir prefeitura