Economistas cearenses estão menos confiantes no primeiro bimestre

Após resultados positivos nos últimos três bimestres, os economistas do Ceará voltaram a demonstrar pessimismo em relação à economia em janeiro e fevereiro de 2020. O Índice de Expectativas dos Economistas, que mede o sentimento dos especialistas para a economia brasileira marcou 115 pontos, uma redução de 2,7% em relação ao bimestre de novembro/dezembro de 2019, quando o indicador chegou a marcar 118,2 pontos.

No primeiro resultado de 2020, dos nove segmentos investigados para a composição do índice, três apontaram pessimismo: taxa de inflação, salários reais e taxa de câmbio.

Os itens são classificados pelos especialistas com notas que variam de 0 a 200 pontos. Abaixo de 100 pontos configura-se uma situação de pessimismo e acima desse valor, otimismo.

Leia a Anterior

Novo lote do abono salarial do PIS começa a ser pago nesta quinta-feira

Leia a Próxima

Queiroz Filho afirma que novo centro cirúrgico do IJF permitirá atendimento mais digno