Fortaleza e Região Metropolitana registram mais 3 mil casos de incêndios entre 2016 e 2018

Compartilhe:

Dados do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (CBMCE) revelam que de 2016 até 2018, Fortaleza e a Região Metropolitana (RMF) tiveram 3.577 casos de incêndios em prédios, casas e estabelecimentos comerciais. O órgão não disponibilizou os dados relacionados a 2019, mas em menos de uma semana, dois grandes incêndios foram registrados em Fortaleza. Um deles atingiu a barraca Atlantidz, na Praia do Futuro, na madrugada de quarta para quinta-feira (27), e já no último sábado, o 4º andar de um prédio na Rua Silva Jatahy, no bairro Meireles também foi incendiado.

Segundo o tenente do Corpo de Bombeiros, Romário Fernandes, na maioria das vezes, as chamas são causadas por problemas em instalações elétricas.

Em prédio, você acaba tendo muito incêndio de natureza elétrica por chuva. Chove e tem uma série de infiltrações, uma relação inadequada entre água e rede elétrica. Acaba acumulando em locais inadequados, explica.

A quantidade de ocorrências pouco oscilou nos últimos anos: em 2016, foram 1.248 incêndios. Já em 2017, 1.104 casos foram registrados pelo Corpo de Bombeiros. O ano de 2018 totalizou 1.225 ocorrências. Em relação a incêndios somente em prédios, especificamente, de Fortaleza e Região Metropolitana, foram registrados 366 casos, de 2017 até o momento.

Compartilhe:

Leia a Anterior

Pesquisa aponta que 56% dos deputados apoiam a reforma da previdência com alterações

Leia a Próxima

Novas carteiras de estudante começam a valer a partir de segunda-feira