IBGE: construção perde R$ 55,3 bilhões, fecha 4 mil empresas e demite 42 mil

Compartilhe:

Em 2016, ano em que a economia brasileira atingiu o fundo do poço, o setor de construção deixou de movimentar R$ 55,3 bilhões, fechou quatro mil empresas e eliminou 428.603 postos de trabalho em todo o País. Os dados são da Pesquisa Anual da Indústria da Construção, referente a 2016, divulgada nessa quinta-feira, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Naquele ano, a atividade de construção totalizou R$ 318,7 bilhões em incorporações, obras e serviços, um tombo de 14,8% em relação a 2015, quando já tinha encolhido 15,9%. O desempenho negativo se refletiu no Produto Interno Bruto brasileiro, que encolheu 3,5%, sob impacto, entre outros fatores, da queda de 10,3% na Formação Bruta de Capital Fixo.

O instituto lembrou que, em 2016, o crédito imobiliário com recursos da poupança e do Fundo de Garantia do tempo de Serviço (FGTS) teve queda nominal de 16,2%, além de recuo de 10,2% no número de unidades financiadas em relação a 2015.

Compartilhe:

Leia a Anterior

PP e DEM estudam apoiar Ciro para reduzir chances de ficarem na oposição em 2019

Leia a Próxima

Mais de 30% da malha ferroviária estão inutilizados, diz estudo da CNI