Licenciado do Senado, Cid assume, nesta quinta, comando do PDT ano Ceará

A agenda de Cid Gomes tem outra importante missão: a eleição para prefeito de Fortaleza.

O senador Cid Gomes se afastou nessa quarta-feira (11) das atividades parlamentares por um período de 120 dias para tratar de assuntos particulares, assume, hoje, o comando regional do PDT para cuidar das articulações do partido com vistas as eleições de 2020. Durante a licença, Cid não terá seminação e, em seu lugar, assumiu o empresário Prisco Bezerra, irmão do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio.

Uma das preocupações de Cid, como presidente regional do PDT, é gerenciar conflitos em municípios onde o deputado federal André Fernandes, que comandava a sigla, não teve pulso, bem habilidade para administrar. Cid assume o cargo em comum acordo com André e, pela experiência e respeito que tem na relação com os correligionários, não encontrará dificuldades para pacificar as bases municipais da agremiação.

A agenda de Cid Gomes tem outra importante missão: a eleição para prefeito de Fortaleza. Cid trabalha para o PDT eleger o sucessor de Roberto Cláudio, que tem bons índices de avaliação administrativa e uma pacote de obras em execução com valores superiores a R$ 1 bilhão. Embora com as condições administrativas favoráveis, o PDT não tem nome definido à sucesso de Roberto e apresenta como pré -candidatos o presidente da Assembleia Legislativa, José Sarto, o Secretário de Governo, Samuel Dias, e a vice-governadora Izolda Cela.

Leia mais:

+ Cid destaca aprovação de empréstimos internacionais de R$ 1 bilhão para o Ceará

+ Irmão de Roberto Cláudio, Prisco Bezerra, assume vaga de Cid no Senado

 

Leia a Anterior

Cid destaca aprovação de empréstimos internacionais de R$ 1 bilhão para o Ceará

Leia a Próxima

PDT inaugura nova sede e formaliza Cid Gomes na presidência estadual