Ministro da Economia garante renovação do auxílio emergencial

Compartilhe:

O governo federal decidiu aceitar a proposta do Congresso Nacional e vai estender o Auxilio Emergencial. O ministro da Economia, Paulo Guedes, confirmou, nesta terça-feira (30), em reunião com deputados federais e senadores na Comissão Mista que acompanha as medidas relacionadas à pandemia da Covid-19, que o governo vai prorrogar o pagamento do auxílio emergencial.

A ideia do governo é dar o auxílio que seria de duas parcelas, mas atendendo a três meses. “A lei diz que têm que ser dois pagamentos de R$ 600. Você tem que pagar 600 num mês e 600 no outro. Nós vamos fazer três meses de cobertura”, ressaltou o ministro Guedes. Os detalhes dessa conta serão apresentados às 16h em ato com o presidente Jair Bolsonaro e não foram detalhados aos parlamentares. 

A renovação do programa, segundo o ministro, deve ocorrer por meio de decreto do presidente Jair Bolsonaro.  

Compartilhe:

Leia a Anterior

Carteira Verde e Amarela atenderá 30 milhões do auxílio emergencial

Leia a Próxima

Servidores públicos de Redenção são investigados por suposto recebimento indevido do auxílio emergencial