Pimentel diz que nome de Ciro pode ser considerado pelo PT mais para a frente

Em entrevista concedida a Folha de S. Paulo, na edição deste domingo, o  governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), aposta na vitória de um presidenciável de esquerda para melhorar a situação do estado, que pretende administrar por mais quatro anos. Ele disse que no caso do registro da candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) não ser aceito, o partido deve considerar apoiar Ciro Gomes (PDT).
Questionado sobre a insistência do partido de manter a pré-candidatura do ex-presidente Lula, Pimentel disse que ele tem direito de registrar a candidatura. Com relação ao Plano B, afirma que não está no momento de falar sobre esse assunto, mas se Lula for impedido, lá na frente, o partido definirá seu rumo.
“O campo democrático-popular terá um candidato. Já tem a Manuela D’Ávila (PC do B), o Guilherme Boulos (PSOL), o Ciro Gomes (PDT). Pode ser que tenha mais um ou pode ser que um desses seja apoiado pelo presidente Lula. Essa eleição vai ter um candidato com apoio explícito de Lula e acho que será eleito”, assevera.
Pimentel disse que Ciro é seu amigo e um quadro político fundamental hoje. “Se ele vai ter ou não o apoio do PT,  a discussão não chegou nesse momento ainda. Lá na frente, se isso tiver posto, tenho certeza que o nome dele pode ser considerado.”
Com informações da Folha de S. Paulo

.

Leia a Anterior

Feminicídio: funcionária do Ministério dos Direitos Humanos é morta

Leia a Próxima

Estudo mostra que lares dependentes da renda de aposentados cresceram 12%