PT amplia força no Vale do Jaguaribe e, com as bençãos de Camilo, quer eleger prefeito de Russas

Compartilhe:

O PT aposta pesado para eleger, com uma ampla aliança e as bênçãos do Governador Camilo Santana (PT), o prefeito da cidade de Russas, que é o maior colégio eleitoral do Vale Jaguaribe. Com mais de 76.000 habitantes e 54.953 eleitores, Russas ganha importância na agenda do Palácio da Abolição com a construção do Hospital Regional do Vale do Jaguaribe. O hospital, a ser inaugurado, em 2020, pelo Governo do Estado.  está localizado entre as cidades de Russas e Limoeiro do Norte e tem um investimento de R$ 121 milhões.

A importância administrativa do maior município jaguaribano, com as ações na área de saúde, se converte, também,  em relevância política com a decisão de Camilo Santana respaldar as articulações para unir forças antagônicas na cidade de Russas e atrair para os quadros do PT o presidente da Câmara Municipal e pré-candidato a prefeito, vereador Nathizael Gonçalves.

A pré-candidatura de Nathizael une o atual prefeito Weber Araújo (PRB) e o ex-prefeito Raimundinho Freitas (PSDB). A costura para a união de Weber e Raimundinho foi feita pelo deputado federal Genecias Noronha (SD).  Nathizael entrou para o PT a partir de movimentação dos deputados federais José Airton Cirilo e José Guimarães.

Consultado sobre a articulação, o governador Camilo Santana gostou das articulações para fortalecer a base de apoio ao Governo do Estado na Região do Vale do Jaguaribe.

‘’O Nathizael une diferentes correntes políticas, recebe o apoio do Governador Camilo Santana e tem todas as condições para fazer uma grande administração em Russas, que é uma cidade de pujança econômica e que atrai atenção de muitos investidores’’, disse José Airton, ao anunciar que, com a deflagração da campanha eleitoral, o PT levará à cidade de Russas o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Compartilhe:

Leia a Anterior

Anvisa alerta sobre aumento de intoxicação por produtos de limpeza

Leia a Próxima

“Está matando os estados e municípios na unha”, diz Beto Almeida sobre demora na sanção de verba bilionária