Quebrando orientação de isolamento social, moradores fazem fila em frente a Caixa de Canindé

As informações foram dadas pelo correspondente do Jornal Alerta Geral, Wellington Lima.

Dezenas de moradores do município de Canindé se aglomeraram em filas em frente a agência da Caixa Econômica Federal do município. A cena não causaria estranheza nem tanta preocupação se não estivesse indo de encontra a recomendação do Governo do Estado, que orientou que os cearenses permanecem dentro de suas casas para evitar a propagação do coronavírus.

O cenário não é diferente em outros pontos da cidade, onde vários estabelecimentos comerciais estão de portas abertas, desrespeitando a medida estabelecida pelo governo estadual, que determina o fechamento de estabelecimentos, com exceção de serviços essenciais, como farmácias, hospitais, clínicas veterinárias e supermercados, com o objetivo de conter a transmissão do Covid-19.

A medida foi anunciada pelo Governador Camilo Santana nessa quinta-feira (19), entra em vigor nesta sexta (20) e permanece até o dia 29 de março. Com isso, bares, feiras livres, restaurantes, lanchonetes, templos, igrejas, barracas de praia, shoppings centers, museus, cinemas e academias devem permanecer fechados.

Segundo informações do correspondente do Jornal Alerta Geral, Wellington Lima, a polícia se dirigiu até os estabelecimentos para ordenar o fechamento dos locais.

Leia a Anterior

Com shoppings fechados para contenção do coronavírus, lojistas temem colapso no comércio

Leia a Próxima

“O nosso sistema de saúde resistirá a esse processo?”, questiona o médico Henrique César sobre a pandemia de Covid-19