Alerta Geral tira dúvidas sobre professores e servidores públicos a caminho da aposentadoria

Servidores públicos estaduais e municipais, que esperam as novas regras da previdência social, acumulam dúvidas sobre o tempo de contribuição e a idade para pedir a aposentadoria. As dúvidas, entre os servidores públicos, são atinentes, também, a uma contribuição como autônomo que os permitam ter um benefício maior.

Os questionamentos chegaram ao longo da semana e, neste sábado, teve respostas, com o advogado e professor Raphael Castelo Branco, no Jornal Alerta Geral Especial sobre os Caminhos da Aposentadoria.

As mensagens podem ser encaminhadas para o WhatSapp (085.9.8940.2385) e as respostas são dadas, aos sábados, pela manhã no Alerta Geral, que tem o comando do jornalista Luzenor de Oliveira e participação dos especialistas na área da previdência social Thiago Albuquerque e Raphael Castelo Branco.

Dúvidas dos ouvintes

Uma das mensagens é do ouvinte/internauta Araújo, da cidade de Canindé, com dúvida sobre a incorporação de gratificações nos cálculos da aposentadoria. O ouvinte Jullier Kílvio, da cidade de Coreaú, é professor da rede municipal de ensino e pergunta se pode aproveitar os 17 anos como professor temporário do Estado.

Pedágio e perda

A professora Maria Alrinete, de Apuiarés, tentou, em 2016, se aposentar, fez os cálculos e ficou desanimada. Agora, com 51 anos de idade e 32 anos de contribuição, quer tentar a aposentadoria e, para isso, espera esclarecimentos do Alerta Geral. A resposta para a professora Maria Alrinete, com muitas informações, está, também, neste sábado, na maior rede brasileira de educação previdenciária pelo rádio e pela Internet.

A dona Sônia, com 56 anos de idade e 23 anos de trabalho, que mora na cidade de Icó e é funcionária do Município, deixou uma mensagem pedindo informações seguras sobre o momento para solicitar a aposentadoria. A resposta para a Dona Sônia está pronta.

Ouvintes e internautas de várias cidades brasileiras, que acompanham o Jornal Alerta Geral pela Internet mandaram dezenas de mensagens pelo WhatSapp (085.9.8940.2385) com perguntas sobre as condições para os trabalhadores rurais se aposentarem ou com pedidos de esclarecimentos para começar a contribuir com o INSS.

Confira o programa deste sábado:

Acompanhe as redes sociais

Instagram: Ceará Agora
Facebook: Ceará Agora
Youtube: Ceará Agora 
Twitter: Ceará Agora

As perguntas abrangem, também, a condição de contribuinte autônomo, a contribuição como MEI, como Simples ou se é possível, com carteira assinada, ter outro recolhimento paralelo para o INSS e, com isso, aumentar o valor do benefício. São, pelo menos, 75 mensagens com respostas para quem mais precisa de informações na área previdenciária.

Veja o recado do jornalista Luzenor de Oliveira:

Leia a Anterior

Prefeitura de Caucaia entrega requalificação da praça Coração de Jesus neste sábado (14)

Leia a Próxima

Coronavírus: escolas cearenses devem continuar suas atividades normalmente, de acordo com a Seduc