“Saia justa”, diz Beto Almeida sobre denúncia do MP contra deputado federal Mano Junior

O Ministério Público do Estado do Ceará, por meio da 2° promotoria de Justiça da comarca de Nova Russas, apresentou uma denúncia contra o deputado federal Mano Júnior (PL-CE) e contra o ex-assessor da Secretaria de Infraestrutura e Urbanismo do município, João Gomes, por má aplicação do dinheiro público. O assunto entrou no diálogo entre os jornalistas Beto Almeida e Luzenor de Oliveira.

A denúncia do MP gira em torno de uma licitação no valor de mais de R$ 3 milhões de reais. Segundo o órgão, João Gomes, à época gestor da Secretaria de Infraestrutura e Urbanismo, realizou uma licitação para prestação de serviços na área da coleta de lixo de Nova Russas. A empresa vencedora foi a Queiroz Filho, porém, após seis meses de atuação a empresa pediu a rescisão amigável do contrato.

Posteriormente, assumiu a prestação de serviços a empresa Gold Serviços, segunda colocada no processo licitatório e representada pelo sócio administrador denunciado Mano Junior. De acordo com as investigações, Mano Junior, que a época não era deputado, assinou todos os serviços de forma superfaturada e manteve ilegalmente as atividades por 21 meses.

Dentro do Jornal Alerta Geral desta quinta-feira (26), o jornalista Beto Almeida comentou o assunto e disse que a prática é uma demonstração da velha política e expõe a contradição diante do discurso que foi promovido pelo parlamentar quando esteve em campanha política para eleger-se deputado:

“Que saia justa essa decisão do Ministério Público Estadual para o deputado federal Mano Junior. Que se elegeu embrulhado, enrolado na bandeira da ética, da renovação, das coisas boas na política, e, no entanto, a gente vê uma prática velha, carcomida, mas que ainda vem sendo utilizada utilizada pela novíssima geração de políticos infelizmente”

Beto finaliza pontuando que o parlamentar deve abrir mão do foro privilegiado e pedir afastamento. “Quem não deve, não teme. Se é o caso, ele tem que enfrentar isso de peito aberto”, afirma Beto.

Leia a Anterior

Serviço de coleta de lixo permanece com funcionamento normal em Fortaleza

Leia a Próxima

Decon suspende atendimento presencial e disponibiliza contato para atendimentos