Sarto destaca criação de frente parlamentar na Assembleia para fortalecer BNB

Compartilhe:

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Sarto Nogueira (PDT), destaca como importante a criação de uma frente parlamentar para discutir ações de fortalecimento do Banco do Nordeste. O movimento, que tem o deputado estadual Danniel Oliveira (MDB) como um dos articuladores, surge após as especulações sobre a possível fusão do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e BNB.

O grupo de parlamentares definirá uma agenda com audiências públicas no Interior do Estado, na Grande Fortaleza e em Brasília. O primeiro encontro aconteceu, nessa quarta-feira (20), quando os deputados estaduais receberam representantes do Sindicato dos Bancários do Ceará (SEEB/CE). Durante a reunião, foi definida a realização de encontros regionais para fortalecer o Banco do Nordeste

O deputado estadual Danniel Oliveira anunciou que, no próximo dia 5, a Assembleia Legislativa receberá audiência pública com dirigentes dos servidores do BNB, Sindicato dos Bancários e deputados federais e senadores. “Precisamos garantir a manutenção do Banco do Nordeste da forma como vem operando. Sem sombra de dúvidas, [o BNB] é um grande indutor da geração de emprego e facilitador para o desenvolvimento do Nordeste, em especial do Ceará“, observou o emedebista.

O encontro com os dirigentes do Sindicato dos Bancários reuniu, além de Danniel Oliveira, os deputados estaduais Augusta Brito, Nezinho Farias, Walter Cavalcante, Acrísio Sena e Carlos Felipe. Danniel disse, ainda, que a mobilização será feita, também, com deputados estaduais de todos os Estados do Nordeste, de Minas Gerais e Espírito Santo, onde o BNB atua.

Frente parlamentar na Assembleia para fortalecer Banco do Nordeste/Foto: Assessoria

(*) Com informações da assessoria de imprensa do deputado estadual Danniel Oliveira (MDB)

Compartilhe:

Leia a Anterior

Inhamuns: preço do milho aumenta e agricultor é obrigado a pagar adiantado

Leia a Próxima

Bate Papo Alerta Geral: Maia bate duro na desarticulação política do governo federal