Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O governador do Ceará Camilo Santana anunciou na manhã desta sexta-feira (6) que a atual controladora geral de disciplina, Socorro França, assumirá a Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado (Sejus), no lugar do advogado Hélio Leitão. A informação foi divulgada na página do governador no Facebook, um dia após o anúncio do novo secretário da Segurança Pública, o delegado da Polícia Federal, André Costa.

A nova secretária disse ao G1 que “assume o desafio consciente do que estou encontrando”. “O trabalho do Hélio foi belíssimo, e vou continuar com meu perfil, minha garra, minha vontade de acertar, levando o que aprendi no Ministério Público, ao longo de 46 anos, o que me deu know-how pra assumir agora, com humildade, com firmeza”, avaliou. Socorro França estava no comando da Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário (CGD) desde fevereiro de 2015.

“Assume a pasta Socorro França, profissional com larga experiência, já tendo sido Procuradora Geral de Justiça do Ceará por cinco mandatos, Ouvidora Geral do Estado, dentre vários outros cargos relevantes que já ocupou nas áreas da Justiça e Cidadania”, destacou Camilo.

“Nosso objetivo é aprimorar as ações no nosso sistema penitenciário, de forma a mantê-lo cada vez mais seguro e justo. Agradeço ao ex-secretário Hélio Leitão pela contribuição dada ao longo do período em que esteve à frente da pasta”, complementou o governador.

O então secretário Hélio Leitão estava à frente da pasta desde o início da gestão, em 2015.

Perfil
Socorro França é formada em Direito pela Universidade Federal do Ceará (UFC), Administração Pública pela Universidade Estadual do Ceará (Uece), e em Economia pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA), tem mestrado em Direito Público também pela UFC.

Foi procuradora geral da Justiça do Estado do Ceará (Ministério Público) por cinco mandatos, ouvidora geral do Estado, coordenadora geral do Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Decon), assessora de Políticas Públicas sobre Drogas e membro do Conselho de Direitos Humanos do Estado, assim como do Conselho Superior do Ministério Público, do Conselho de Família e Cidadania e do Conselho Nacional de Defesa do Consumidor.

G1