Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

A Páscoa deste ano terá um sabor a mais, um gostinho genuinamente cearense. A Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS), por meio da Escola de Vida, Sabor e Arte (Evisa), a Agência de Desenvolvimento do Ceará (Adece) e a União dos Agronegócios do Vale do Jaguaribe (Univale) estão produzindo ovos de Páscoa com gostinho do nosso Ceará, utilizando cacau, matéria-prima para o chocolate, cultivado no Tabuleiro de Russas, região do semiárido cearense.

Além do projeto piloto para cultivo e produção de cacau em terras cearenses, a parceria do Governo do Ceará e iniciativa privada resultará na qualificação de 25 jovens no curso de Produção de Ovos de Páscoa coordenado pela Evisa, escola especializada em capacitação profissional na área de gastronomia. A iniciativa, que pode ser acompanhada nesta quinta-feira, 6, à tarde, conta com a colaboração e supervisão de Lia Quinderé, Chef de Patisserie formada pela escola francesa Le Cordon Bleu.

Novos frutos no Ceará

O projeto “Avaliação de culturas alternativas para o Ceará – Potencial agronômico e econômico para a agroindústria” é um estímulo do Governo do Ceará, por meio da Adece, a trazer novas opções de cultivo aos agricultores, proporcionando mais oportunidades de emprego e renda no interior cearense. Também estão sendo trabalhadas de forma experimental a produção de romã, amora preta, mirtilo, caqui, maçã e pera na Ibiapaba e no perímetro irrigado dos Tabuleiros de Russas.

Com informação da A.I

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp