Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

O pré-candidato do PROS à Prefeitura de Fortaleza, Capitão Wagner, jogou a toalha, cansou de esperar uma resposta das lideranças estaduais do PSDB e decidiu convidar o MDB para indicar o nome do vice na sua chapa à sucessão do prefeito Roberto Cláudio (PDT). Sem pressa, o presidente da Executiva Estadual do MDB, ex-senador Eunício Oliveira, faz reflexão e ainda não deu resposta ao convite do PROS.

Com apoio de outros 7 partidos – entre as siglas, estão, o Republicanos, PSC, PMN, PTC e Podemos, o Capitão Wagner aprofundou, ao longo da semana passada, articulações com a cúpula estadual do PSDB para atrair o senador Tasso Jereissati para o seu palanque. O deputado federal Roberto Pessoa e candidato do PSDB à Prefeitura de Maracanaú é o principal interlocutor de Wagner com o PSDB.

A cúpula do PSDB se reuniu, ao longo da semana, duas vezes após um encontro do presidente regional Luiz Pontes e do pré-candidato Carlos Matos com o Capitão Wagner. O encontro foi, também, uma articulação de Roberto Pessoa. Após essa reunião, os dirigentes do PSDB e do DEM – as duas siglas decidiram marchar unidas na Capital, se reuniram, mas empurraram a decisão para a próxima quarta-feira sobre rumos na sucessão em Fortaleza.

Embora tenha pré-candidato a prefeito, que é o ex-deputado estadual Carlos Matos, o PSDB, assim como o DEM, quer mesmo é se aliar ao PDT. Esse sentimento fez o comando do PROS buscar o MDB, mas o ex-senador Eunício Oliveira, até o final da tarde deste domingo, não deu resposta ao convite. Wagner terá o nome oficializado, nessa segunda-feira, em convenção do PROS, à Prefeitura de Fortaleza.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp