O suspeito de ter assassinado os agentes da Polícia Rodoviária Federal, Márcio Hélio Almeida de Sousa, 43 anos e Raimundo Bonifácio do Nascimento Filho, foi identificado como Antônio Vagner Quirino da Silva, de 31 anos. A identidade foi confirmada pela Perícia Forense do Ceará, que revelou que o homem não tinha antecedentes criminais. Ele era conhecido como Neném, e tinha residência no Sítio Urubu, região Marés — na zona rural do município de Aratuba, no Maciço do Baturité.

Antônio Vagner saiu de casa e estava há alguns dias sem ter contato com a família, e apresentava problemas com características de “surtos psicóticos”, dizendo estar vendo vultos e que queriam lhe matar.

A família que mora em Aratuba, passou a procurá-lo, porém não obteve êxito nas buscas.

Na manhã de hoje após a divulgação das imagens do crime contra os Agentes, os familiares perceberam que a pessoa que matou os Policiais e foi morto em seguida por um outro Agente de Segurança, era Antônio Wagner.

Um familiar esteve na sede da Perícia Forense do Ceará(Pefoce), na avenida Leste Oeste, no bairro Moura Brasil e fez o reconhecimento do corpo.

(*) com informações de Wellington Lima da ‘Agora FM' 89,5