Categorias
Cotidiano

Operação realizada pela Semace retira 500 litros de óleo de oito praias do litoral cearense

Liderada por servidores da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace), uma operação retirou mais de 500 litros de óleo de oito praias do Ceará. A ação ocorreu após o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) apontar que a substância estava presente no litoral cearense.

Segundo o Ibama, três animais foram encontrados mortos, sendo uma ave aquática, em Cumbuco, e duas tartarugas marinhas, uma em Sabiaguaba e outra em Jericoacoara. As praias que apresentaram registro da substância foram: Sabiaguaba, Malhada, Jijoca de Jericoacoara, Morro Branco, Barra de Sucatinga, Taíba, Paracuru e Prainha

Categorias
Cidade

Semace pede que população informe sobre animais atingidos por óleo que contaminou praias do Nordeste

A Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) solicita à população que informe a ocorrência de animais atingidos pela mancha de óleo que contaminou o mar e as praias do Nordeste. O pedido é dirigido a moradores, banhistas, pescadores artesanais e tripulações embarcadas em geral, e vale para animais marinhos ou aves oleados, vivos ou mortos. O apelo é parte de uma nota técnica de orientação emitida, nesta sexta-feira (27), pela Diretoria de Fiscalização da Semace.

“Solicitamos que caso a população encontre animal com óleo, entre em contato imediatamente com os órgãos ambientais e instituição parceira para que as providências necessárias sejam adotadas”, afirma a nota. “O animal não deve ser lavado nem devolvido ao mar antes da avaliação de veterinário”, completa o comunicado.

A Semace atua conjuntamente com a ONG Aquasis e em apoio ao esforço do Ibama de salvar os animais vitimados.

Por que comunicar?

A comunicação é importante para que os animais ainda vivos sejam resgatados, examinados e tratados adequadamente por um veterinário credenciado. Só depois da reabilitação os animais serão devolvidos à natureza.

De acordo com a Semace, os animais mortos não devem ser enterrados, antes da comunicação. Os corpos serão necropsiados pelos especialistas. As informações deverão constar do relatório da operação coordenada pelo Ibama e do processo a ser respondido pelos responsáveis pelo crime ambiental.

Como informar

Para informar sobre a ocorrência de um animal oleado, basta ligar para o Disque Natureza da Semace, pelo 0800.2752233 (ligação gratuita). O serviço funciona de segunda à sexta-feira, em horário comercial. Em dias livres, a ligação pode ser feita para o Aquasis (85.3113.2137 ou 85.99675.06640).

Outra opção é acionar o 190, para que uma equipe da Polícia Militar ou do Corpo de Bombeiros. Os militares irão ao local e tomarão as primeiras medidas para o resgate. Enquanto o transporte não chega, a orientação é manter o animal em local confortável, seguro e isolado de curiosos.

Categorias
Cotidiano

Abertura da 1ª Semana Estadual de Proteção Animal terá vacinação gratuita

A 1ª Semana Estadual de Proteção Animal acontece do dia 29 de setembro ao dia 6 de outubro. Promovida pelo Governo Estadual, a semana terá sua abertura realizada neste domingo (29), às 9h, no Parque Estadual do Cocó, junto com as atividades do Programa Viva o Parque. Haverá teste de calazar, vacinação antirrábica e doação de ração.

O objetivo da 1ª Semana é conscientizar a sociedade sobre a importância de proteger os animais e ampliar a discussão sobre o tema. Esta será a primeira grande ação da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa dos Animais (Coani), recém-criada pelo governador Camilo Santana.

Serviço

Abertura da 1ª Semana Estadual de Proteção Animal
Dia: 29 de setembro de 2019
Horário: 9h
Local: Parque Estadual do Cocó (Avenida Padre Antônio Tomas, S/N)

Categorias
Cotidiano

Abertura da 1ª Semana Estadual de Proteção Animal, neste domingo (29), no Cocó

A 1° Semana Estadual de Proteção Animal, promovida pela Secretaria do Meio Ambiente do Governo do Ceará, será promovida a partir deste domingo (29) e se estende até o dia 06 de outubro.

De acordo com titular da SEMA, Artur Bruno, está será mais uma campanha de educação ambiental, coordenada pela Secretaria. “Uma grande e importante ação para a proteção da nossa fauna”, disse. A ideia é que a semana seja comemorada anualmente, fazendo parte do calendário oficial de ações da SEMA.

O principal objetivo da Semana é conscientizar a sociedade sobre a importância de proteger os animais e ampliar a discussão sobre o tema.

SERVIÇO

Abertura da 1ª Semana Estadual de Proteção Animal

Dia: 29 de setembro de 2019

Hora: 9h

Local: Parque Estadual do Cocó (Avenida Padre Antônio Tomas, S/N)

Categorias
Cidade

Proteção: 36 denúncias de maus-tratos são registrados por mês em Fortaleza

Apesar da característica doméstica e de “amigo do ser humano”, muitos cães e gatos não recebem o tratamento adequado. Segundo dados da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA), de janeiro a agosto deste ano foram registradas 323 denúncias ambientais, onde 90% são referentes a maus-tratos de bichos, cerca de 36 por mês.

Com a finalidade coibir maiores males causados aos animais,  a Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis), realizou, em 2019, 688 inspeções de casos envolvendo animais que resultaram em 119 autuações/notificações, 11 por mês. O número revela aumento na média mensal em relação ao ano passado. Em 2018, foram 839 fiscalizações de situações envolvendo animais e 141 autuações/notificações, uma média de 14 por mês.

Nos últimos meses, Fortaleza tem vivenciado vários casos de negligência de bichos. No início de setembro, cerca de 180 animais domésticos foram encontrados em um abrigo no bairro Alto Alegre, Maracanaú, em situação de maus-tratos por agentes da DPMA. Os 150 cães e 30 gatos do Abrigo São Francisco estavam desidratados e com ferimentos visíveis. As denúncias estão sendo analisadas.

Categorias
Cidade Destaque3

Ibama:70% dos animais resgatados no Ceará são pássaros

O Estado do Ceará registrou 254 autos de infração, durante operações de fauna que coibem a caça de animais silvestres entre janeiro de 2018 e agosto de 2019. Os dados da Divisão Técnico Ambiental (Ditec) são considerados alarmantes.

No período, um total de 15.273 animais foram resgatados pelo Centro de Tratamento de Animais Silvestres (Cetas). Entre as principais espécies apreendidas estão aves e répteis.

Categorias
Cidade

VetMóvel oferece atendimento gratuito no Parque Estadual do Cocó

O VetMóvel volta para a Área Adahil Barreto, do Parque Estadual do Cocó. Segundo Paulo Lira, gestor da unidade de conservação (UC), o hospital veterinário móvel, no decorrer da próxima semana, continuará atendendo, gratuitamente, consultas veterinárias, vacinação antirrábica, exame para diagnóstico do Calazar e castração, entre outros, nos horários de 7 às 11h e de 13 às 17h. “Nesta 4a edição, o alvo continuará sendo gatos e cachorros dos bairros do entorno do Adahil e adjacências, da Aerolândia, Dionísio Torres, Lagamar e do próprio Cocó”, disse.

Para o gestor da UC, a 3a edição do VetMóvel foi um sucesso. “Em cinco dias, foram castrados 46 gatos oriundos da área do Cocó, na Padre Antônio Tomás (trilhas) e do Cocó Polo de Lazer Aerolândia/Avenida Raul Barbosa”, ressalta. A ação é resultado de uma parceria entre a Secretaria do Meio Ambiente (SEMA) e Prefeitura de Fortaleza, por meio da gestão do Parque e da Coordenadoria Especial de Proteção e Bem-Estar Animal (Coepa),vinculada à Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP).

Paulo Lira destaca que as castrações, além dos gatos do parque, são disponibilizadas, exclusivamente, aos animais de tutores de baixa renda e aqueles oriundos de ONGs e protetores independentes, sendo obrigatória a apresentação do NIS, RG, CPF e comprovante de endereço dos tutores para a realização do serviço e precisam ser agendadas pelo número (85) 3272-3356 ou presencialmente na SCSP, localizada na Avenida Pontes Vieira, 2391. “Os gatos em condição de abandono nas áreas do Parque Estadual poderão passar por consultas e serem castrados sem o agendamento prévio”, encerra.

VetMóvel

O VetMóvel faz parte de um plano de ações, programadas pela Prefeitura de Fortaleza, com o objetivo de conscientizar a população da Cidade e envolvê-la no combate aos maus tratos, cuidados e abandono de animais. Atuam no VetMóvel médicos veterinários (clínico geral, anestesistas e cirurgiões). O equipamento oferece ainda, gratuitamente, registro geral animal e distribuição de material educativo com informações sobre bem-estar animal e guarda responsável.

Área Adahil Barreto

A Área Adahil Barreto é parte integrante da UC Integral Parque Estadual do Cocó. A gestão operacional da Área, inaugurada dia 3 de julho de 2018 é do Governo do Estado, por meio da SEMA. O espaço de 10ha, além da exuberante natureza, conta com boa infraestrutura: via interna, quadras poliesportivas, cisternas, gramado com sistema de irrigação, parques infantis, academia de ginástica, área para caminhadas e corridas, campo de futebol.

Serviço

4a edição do VetMóvel no Parque Estadual do Cocó
Quando: De 14 a 18 de janeiro de 2019
Onde: Área Adahil Barreto do Parque Estadual do Cocó
Hora: De 7 às 11h e de 13

Categorias
Interior Destaque2

Interior do Ceará sofre com incêndios florestais

Apesar do alto índice de chuvas no primeiro semestre em quase todas as regiões do Estado do Ceará, o momento agora é de preocupação com os incêndios. A cada dia os focos se multiplicam, no município de Iguatu somente neste mês são registrados em média de 5 a 6 incêndios por dia, conforme o comando do Corpo de Bombeiros da cidade.

Os incêndios devastam a mata nativa e colocam em risco a vida da fauna e demandam uma alta quantidade de água para serem cessados. Segundo o Corpo de Bombeiros são necessário oito mil litros de água. Todo esse volume hídrico advém do Açude Trussu, reservatório responsável por abastecer mais de 156 mil habitantes de Iguatu e Acopiara, mas que agoniza com apenas 2,55% de sua capacidade total.

De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), o período entre setembro e outubro registra os picos mais elevados de focos de queimadas no Estado. Em 2019, já foram registrados 260 no Ceará – o número não inclui os incêndios em vegetações registrados, por exemplo, em Iguatu.

Em igual período dos últimos anos, houve sensível redução. De janeiro a agosto de 2015, a Funceme registrou 398 focos. Em igual período do ano seguinte, foram 563 – o maior número da série. Nos primeiros oito meses de 2017, foram 233 e, em igual período do ano passado, 202.

Categorias
Interior

Sobral CE: dupla é detida no município transportando galos para rinhas

Dois homens foram detidos por maus-tratos a animais na manhã deste domingo (18), em Sobral, no Ceará.

A ação foi realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), que flagrou os suspeitos com galos para rinhas. Eles foram abordados por volta das 8h, no Km 221 da BR-222. Os agentes perceberam que no assoalho do veículo em que a dupla trafegava havia bolsas com cinco galos indianos , além de objetos utilizados para a prática de rinhas.

O motorista confessou ser dono de um dos galos, enquanto o passageiro afirmou possuir os outros quatro.

Ambos foram detidos pele crime de abuso, maus-tratos e agressões aos animais, e levados à Polícia Civil em Sobral.

Categorias
Interior

Insuficiência de vacinas antirrábicas preocupa moradores de Juazeiro do Norte

Município com quase 260 mil habitantes, Juazeiro do Norte está com estoque insatisfatório da vacina antirrábica humana. Segundo a coordenadoria de Imunização do Município as doses atuais “não estão suprindo 100% da demanda”. A imunização é imprescindível para casos em que a pessoa é mordida por animais com raiva.

A solução adotada pelo setor de Imunização da cidade tem sido racionalizar a distribuição dos imunobiológicos. Somente após realização de um diagnóstico preciso, as vacinas são aplicadas, a fim de que haja o menor número possível de desperdício. O limitado número de vacinas, em Juazeiro do Norte, motivou o Ministério Público Federal a instaurar inquérito para apurar o desabastecimento na cidade no ano passado.

Causas

Os registros apontam que a redução na quantidade da oferta da vacinação em Juazeiro do Norte começou em 2017. No ano posterior, após avaliação da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, foi detectado a necessidade de se adquirir 2,6 milhões de doses da vacina par atender a demanda do Brasil. Entretanto, as consultas com laboratórios não foram produtivas e só foi possível firmar contrato com o Instituto Butantan para o fornecimento de 1,3 milhão de doses da vacina.

Por sua vez, o Ministério da Saúde informou que, enquanto o impasse com o laboratório não é resolvido, os municípios que tiverem confirmação de casos de raiva em animais recebem as doses normalmente.