Categorias
Educação Destaque1

Apeoc condena, em nota, insinuação de André Fernandes contra professores

O Sindicato Apeoc, que representa os professores da rede de ensino público, condenou, nesta quinta-feira (13), em nota, as declarações do deputado estadual André Fernandes (PSL) que, em pronunciamento na Assembleia Legislativa, insinuou que os bons índices da educação no Ceará eram fruto de manipulação, com participação dos educadores.

Segundo a nota do Sindicato APEOC, o pronunciamento de André foi infeliz por atacar diretamente os professores, os estudantes e os números da Educação Pública Cearense. De acordo com a nota, ‘’a Educação cearense é reconhecida nacionalmente e internacionalmente pelo compromisso de seus profissionais’’.

A nota destaca, ainda, que ‘’o Ceará tem encabeçado lutas e propostas qualificadas de políticas pedagógicas, como o PAIC (Programa Alfabetização na Idade Certa), uma categoria que luta incessantemente por maiores fontes de financiamento para a Educação, como o Novo FUNDEB, a regulamentação da Lei dos Royalties do Pré-sal e os Precatórios do FUNDEF para a valorização da Educação e de seus profissionais’’.

Ao final da nota, a entidade que representa os professores expõe repúdio ao pronunciamento do deputado estadual e cobra que a Assembleia Legislativa se posicione sobre tão grave fala de um de seus quadros. O sindicato anuncia, também, o envio de ofício ao Legislativo para que se posicione sobre as declarações de André Fernandes. ‘’Será cobrada a retratação imediata desse parlamentar que caminha mais uma vez para tornar-se “persona non grata” ao Magistério Cearense’’, anuncia o Sindicato Apeoc.

VEJA A ÍNTEGRA DA NOTA DO SINDICATO APEOC CONTRA

O Sindicato APEOC, vem por meio desta, repudiar veementemente o pronunciamento do deputado estadual pelo PSL, André Fernandes, que em mais uma fala infeliz na tribuna da Assembleia Legislativa do Ceará, atacou diretamente os professores, os estudantes e os excelentes números da Educação Pública Cearense.

O parlamentar pertence ao partido dos graves erros de Gramática, Matemática, História, Ciências e Geografia, onde o Ministro da Justiça não sabe pronunciar a palavra cônjuge, o Ministro da Educação demonstra não saber fazer cálculos simples de tabuada, o Ministro do Meio Ambiente não sabe quem foi Chico Mendes, e parecem desconhecer também a História, afirmando que o Nazismo era de Esquerda. É o Partido Nota Zero.

Estamos falando do PSL suspeito de ligações com milícias, investigado pelas candidaturas laranjas, e o parlamentar desta legenda tenta desqualificar um trabalho árduo, de dedicação de professores incansáveis, alunos nordestinos, que através de um método de ensino atingem hoje os melhores índices da Educação do país, consequência do trabalho qualificado de docentes comprometidos.

A Educação cearense é reconhecida nacionalmente e internacionalmente pelo compromisso de seus profissionais. O Ceará tem encabeçado lutas e propostas qualificadas de políticas pedagógicas, como o PAIC (Programa Alfabetização na Idade Certa), uma categoria que luta incessantemente por maiores fontes de financiamento para a Educação, como o Novo FUNDEB, a regulamentação da Lei dos Royalties do Pré-sal e os Precatórios do FUNDEF para a valorização da Educação e de seus profissionais.

André Fernandes acima de tudo desrespeita o povo cearense, os ataques representam o descuido, a falta de leitura e a incapacidade de abstração, se escondendo atrás de uma tribuna e das suas prerrogativas legais, para criar factoides para potencializar palanque, atacando a classe raiz da formação de um povo, um instrumento viabilizador de distribuição de conhecimento, renda, e equalizador das questões sociais.

O Sindicato APEOC repudia a fala do deputado estadual André Fernandes, espera que a Assembleia Legislativa do Ceará se posicione sobre tão grave fala de um de seus quadros. Um ofício será protocolado pelo sindicato junto ao parlamento cearense. Será cobrada a retratação imediata desse parlamentar que caminha mais uma vez para tornar-se “persona non grata” ao Magistério Cearense.

“Se a Educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda”.

Paulo Freire

Confira a reportagem do correspondente do Jornal Alerta Geral, Sátiro Sales, nesta quinta-feira (13):