Categorias
Política Política Estadual

Governo do Ceará recebe missão da Embaixada da Argentina

O Governo do Ceará recebeu, na tarde desta quinta-feira (25/7), no Palácio da Abolição, a visita do ministro Rodrigo Bardoneschi, da Embaixada da Argentina no Brasil. Ele veio em missão oficial ao Ceará no seu primeiro dia assumindo como embaixador da Argentina no Brasil. A missão, que também trouxe empresários argentinos ao Estado, visa estreitar os laços deste país com o Ceará e incrementar as relações comerciais.

O ministro Rodrigo Bardoneschi foi recebido pelo secretário Cesar Ribeiro, da Assessoria para Assuntos Internacionais do Governo do Ceará. Do Estado, também participou o presidente da Agência de Desenvolvimento do Estado (Adece), Eduardo Neves.

Na oportunidade, o secretário Cesar Ribeiro falou sobre a ambiência internacional do Ceará para receber projetos, empreendimentos e estabelecer parcerias com países como a Argentina, parceira comercial histórica do Ceará em áreas como alimentos; têxteis; plásticos; automotivas; entre outros e com grandes perspectivas de expansão.

“O Ceará, por uma série de projetos que vem se consolidando, pela questão da educação, pela sua boa situação fiscal, tem se tornado a porta de entrada e saída do Brasil para o mundo. E, com relação à Argentina, temos uma série de oportunidades que podem ser exploradas a partir dos acordos comerciais já estabelecidos no âmbito Mercosul”, disse.

Já o ministro Rodrigo Bardoneschi destacou o grande potencial de crescimento da região Nordeste e o interesse em estreitar ainda mais os laços da Argentina com o Ceará. “Estamos trabalhando muito na região Nordeste, fazendo convênios, lançando câmaras e isso acontece no Ceará também”.

Na missão comercial da Embaixada ocorreu a assembleia de instalação da Câmara de Comércio, Indústria e Turismo Argentina–Ceará, criada em novembro de 2018. A missão reuniu nove empresas argentinas de vinhos, azeites e alimentos orgânicos para se apresentarem a empresários brasileiros.

Da reunião, também participaram o presidente da Câmara Setorial de Comércio Exterior e Investimentos Estrangeiros da Adece (CS Comex & IE), Marcos Pompeu; o cônsul geral da Argentina em Recife, Alejandro Lastra; o adido comercial do Consulado da Argentina, Darío Busto; e o secretário da Embaixada da Argentina; Julian Vazeilles.

Categorias
Esporte Deu Zebra

A dependência em Neymar está posta em xeque!

A seleção brasileira venceu a Argentina pela Semifinal da Copa América nessa terça-feira (3) e, com isso, se mostrou forte mesmo sem o atacante Neymar, seu principal nome. Assumindo o protagonismo nos setores de criação e ataque, Coutinho, Gabriel Jesus, Firmino e o cearense Everton vem dando conta do recado e mostrando o espírito de equipe esperado da seleção canarinha. O jogo teve carrinhos, faltas, reclamações contra a arbitragem e muita marcação.

Sem holofotes, a seleção parece ter entendido o jogo. O que se viu, ontem, no Mineirão, em Belo Horizonte, palco da derrota para a seleção da Alemanha na Copa do Mundo de 2014 – o famoso 7 a 1 -, foi um time dedicado taticamente e que soube utilizar a técnica nos momentos certos. O criticado Tite, com razão, diga-se de passagem, entendeu o momento e mudou, mexeu com o ânimo dos atletas e colocou a seleção acima de qualquer ídolo.

Claro que contar com o melhor jogador brasileiro da atualidade faz a diferença e, sim, ganha jogos. Neymar é um grande atleta e tem espaço garantido em qualquer time do planeta, mas, na seleção brasileira, o excesso de protagonismo parece atrapalhar o futebol do craque e, pior, põe em xeque a coletividade da equipe. Tite demorou, mas, pela necessidade (Neymar se machucou no último amistoso antes da Copa), precisou buscar alternativas.

Com isso, outros nomes ganharam espaço e puderam, em equipe, se desenvolver dentro do estilo de jogo proposto. Gabriel Jesus, que ainda não havia marcado, fez seu grande jogo pela seleção. Everton aparece como peça de qualidade nos setores de ponta. Coutinho, assumiu o meio de campo e por ele passa quase todas as jogadas. Além disso, Daniel, com seus 36 anos, é o capitão esperado da equipe. A seleção vive e caminha para o seu 9ª título na Copa América!

Categorias
Esporte

Copa América: Argentina vence a Venezuela e enfrenta o Brasil na semifinal da competição

Hoje foi dia de mais uma partida pela Copa América 2019. Dessa vez, a Argentina mostrou sua força e tradição ao vencer a Venezuela por 2 a 0 no Maracanã, no Rio de Janeiro. Com o resultado, o time se classifica para as semifinais da Copa América e enfrenta o Brasil na próxima terça-feira (2), às 21h30, no Mineirão em Belo Horizonte.

Lionel Messi e sua seleção estão há 26 anos sem conquistas e para isso têm que vencer o Brasil, que vem de vitória no pênaltis sobre o Paraguai.