Categorias
Política Destaque1 Destaque3

Reforma previdenciária chega ao Congresso em meio à crise política

O vazamento de áudios envolvendo o presidente da República, Jair Bolsonaro, e o ex-ministro, Gustavo Bebianno, demitido do cargo após escândalo de candidatas laranjas no PSL, é o assunto da semana. O tema foi destaque no Bate Papo Político desta quarta-feira (20), entre os jornalista Luzenor de Oliveira e Beto Almeida, que comentaram a falta de conteúdo entre o presidente e o ex-ministro.

Começando pelo episódio: mentira ou verdade?

Na semana passada, Bebianno afirmou que havia falado três vezes com Jair Bolsonaro (no último dia 12). No dia seguinte, Carlos Bolsonaro, filho do presidente, disse que isso era ‘mentira absoluta‘. Áudios agora divulgados mostram 3 mensagens por WhatsApp entre ex-ministro e o presidente. O diálogo teve como principais pontos a irritação do presidente com seu ministro; as críticas envolvendo a Rede Globo e a ‘proximidade tóxica’ do presidente, principalmente, com a própria família Bolsonaro.

A falta de conteúdo dessa briga, no entendo, é o que chama mais atenção. Para Beto Almeida, se imaginava que a conversa estaria cheia de conteúdo, mas, pelo contrário, “se criou uma crise encima de nada“. A polêmico gerou desgaste ao governo, que pretende apresentar duas importantes reformas: Pacote Anticrime e reforma da Previdência. Bolsonaro precisará, por isso, de uma base para aprovar essas reformas.

Entenda:

Em vídeo divulgado na última segunda-feira (18), o presidente Jair Bolsonaro explica as razões pelas quais exonerou Gustavo Bebianno da Secretaria-Geral da Presidência da República, elogiou o ex-ministro e afirmou que “diferentes pontos de vista sobre questões relevantes trouxeram a necessidade de uma reavaliação“.

Bolsonaro disse, na gravação, que houve “incompreensões” e “mal-entendidos de parte a parte“, apelando para que não haja pré-julgamentos: “Avalio que pode ter havido incompreensões e questões mal entendidas de parte a parte, não sendo adequado prejulgamentos de qualquer natureza”, ressaltou.

Categorias
Política

Exoneração de Bebianno é publicada no Diário Oficial da União

A exoneração do ex-ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gustavo Bebianno, foi publicada nesta terça-feira (19) no Diário Oficial da União. Outro militar, o general da reserva Floriano Peixoto Vieira Neto, assumirá a pasta. Nessa segunda-feira (18), a Presidência da República divulgou um vídeo em que Bolsonaro agradece a colaboração do ex-ministro e atribui a mal-entendidos os motivos pelos quais ele foi exonerado.

Bebianno, presidente do PSL na época da campanha eleitoral, é suspeito de irregularidades no repasse de recursos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha para candidatas do partido. 

O porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros, já havia anunciado a exoneração de Bebianno. Segundo Rêgo, a decisão foi de “foro íntimo” do presidente Bolsonaro. O porta-voz leu uma nota oficial, em nome do presidente, informando que ele “agradece sua dedicação” e deseja “sucesso na sua nova caminhada“.

O excelentíssimo senhor presidente da República decidiu exonerar, nesta data, do cargo de ministro, o senhor Gustavo Bebianno Rocha. O senhor presidente da República agradece sua dedicação à frente da pasta e deseja sucesso na nova caminhada.


Rêgo Barros – negando que a decisão pela exoneração tenha ocorrido há alguns dias.

Questionado, Bebianno negou participação nas irregularidades. “Reitero meu incondicional compromisso com meu país, com a ética, com o combate à corrupção e com a verdade acima de tudo“, disse o ministro, em nota divulgada na semana passada.

Categorias
Política Destaque2 Destaque3

Com queda de Bebianno, a máxima prevalece: desgraça de um é oportunidade de outros

+ Queda de Bebianno
+ Reunião com Camilo
+ Entrevista com Domingos Neto
+ Nome para substituir Bebianno
+ Camilo vai a Brasília

Em semana decisiva para marcar o governo Bolsonaro, onde se discute reforma da Previdência e Lei Anticrime, o escândalo de candidatas laranjas do PSL, partido do presidente, e provável demissão do ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, e dificulta a aprovação das medidas no Congresso. O grande desafio é evitar que esse escândalo atrapalhe a votação e, para isso, o governo terá que abrir os cofres e distribuir os cargos entre os aliados – a desgraça de um é a oportunidade de outros.

O assunto foi tema do Bate Papo Político desta segunda-feira (18), no Jornal Alerta Geral, entre os jornalista Luzenor de Oliveira e Beto Almeida. No Bate Papo, os jornalistas destacaram a máxima político que prevalece: “Não tem vácuo – A desgraça de um é a oportunidade de outros“. Se Bebianno ‘caiu em desgraça’, o governo terá que ceder aos estados e aliados. A distribuição de cargos do segundo escalão é a provável saída para angariar os votos necessários para aprovação das medidas.

Segundo o jornalista Beto Almeida, o presidente Jair Bolsonaro deve ir além do Twitter e procurar uma comunicação eficiente. Usar uma cadeia nacional de rádios, TVs, além das redes sociais – ato já anunciado para a apresentação dos pontos da reforma da Previdência – vem para evitar outros escândalos, como no caso de Bebianno, que surge na redes sociais e pode atrapalhar os planos de Bolsonaro.

Mais destaques

+ Camilo se reúne com os deputados federais do Ceará:O governador Camilo Santana recebe, nesta segunda-feira (18), no Palácio da Abolição, em Fortaleza, a bancada federal do Ceará para apresentação de um balanço sobre as ações adotadas pelo Governo Estadual no combate à violência e as medidas que estão sendo implementadas nas áreas de saúde e recursos hídricos.

+ Domingos quer reuniões mais frequente entre bancada e Camilo Santana:O coordenador da bancada do Ceará em Brasília, Domingos Neto (PSD), disse, nesta segunda-feira (18), disse que trabalha para que as reuniões com o governador Camilo Santana se tornem uma rotina na agenda da representação parlamentar.

+ Nome para substituir Bebianno: Floriano Peixoto é o nome cotado. É o oitavo militar a assumir a equipe do primeiro escalão. O governo está tentando, com isso, apagar o fogo para o que aconteceu até agora. Dois pontos na semana para criar o efeito positivo.

+ Camilo se reúne na 4ª com governadores: Camilo volta a se reunir com os demais chefes dos executivos estaduais, em Brasília, para discutir a agenda econômica do país. O encontro está marcado para o mesmo dia no qual a proposta de reforma da Previdência chega ao Congresso Nacional. Os governadores esperam conversar diretamente com o ministro da Economia, Paulo Guedes.

Categorias
Política

Diário Oficial da União é publicado e sem exoneração de Bebianno

Apesar de já ser dada como certa a exoneração do ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, o Diário Oficial da União, publicado por volta das 7 horas da manhã, não trazia a sua demissão e, formalmente, o ministro continua no cargo nesta segunda-feira (18).

Entenda toda a polêmica envolvendo o ministro Bebianno.