Categorias
Policial Cotidiano Destaque3

“Presos vão ter mais cuidado”, afirma Beto Almeida sobre cobrança pelo uso das tornozeleiras

A Assembleia Legislativa aprovou ontem (07), a cobrança aos presos e detentors pelo uso dos equipamentos de monitoramento eletrônico. O projeto foi sugerido pelo atual Secretário de Administrção Penintenciária Mauro Albuquerque, que atuava no Rio Grande do Norte, onde o projeto foi implantado.

Visando compensação financeira para o estado, a medida impõe uma responsabilidade maior aos presos, que terão de arcar com os gastos no caso de destruição do equipamento. Apesar disso, a lei isenta familares de presos que não possuem renda ou recebem apenas um benefício social.

O jornalista Luzenor de Oliveira no Bate-Papo político desta quarta-feira (08) do Jornal Alerta Geral (Expresso FM 104.3 na Grande Fortaleza + 26 emissoras no interior), pontuou uma consequência positiva que resulta desta medida aprovada na Assembleia:

O governo do estado acaba estimulando a saída por vias legais, o desafogamento das unidades carcerárias, porque tem muitos presos já em condição de serem liberados, e não são por uma série de razões, porque há o argumento “onde deixar esse preso, como deixar esse preso”, então a partir do momento em que o estado passa receber pelo uso da tornozeleira, muitos autores de infrações que não são crimes mais graves, poderão estar fora das unidaes carcerárias, sendo monitorado via sistema eletrônico.

Complementando, o jornalista Beto Almeida também avalia este ponto como bastante positivo e destaca a maior atenção que os detentos deverão ter a partir de agora:

É, são os presos beneficiados pela progressão de regime, e eu concordo que tem muitos aí que poderiam estar sendo beneficiados por essa progressão de regime, mas que no entanto,  como não tem tornozelerias disponíveis naquele momento acabam ficando encarcerados. Eu concordo que isso é um dos pontos positivos e que provalvemente esses presos vão ter mais cuidado em não estragar, em não fazer mal uso da tornozeleira por exemplo,  porque vão ter que pagar pelo equipamento.

Ouça o Bate-Papo político desta quarta-feira (08) na íntegra, clicando no player abaixo. Você também pode conferir o vídeo deste momento no link abaixo.

Categorias
Ao Vivo Destaque1

– Governo sofre derrota e votação de parecer da reforma previdenciária fica para a próxima semana;

– Ministério da Economia anuncia que, em 2020, concursos ficam suspensos;

– Após cinco anos, Orós recebe bom aporte, enquanto Castanhão chega a 5% da capacidade total;

– Ministério da Justiça mantém, por mais 30 dias, Força-Tarefa Penitenciária no Ceará;

–  Fortaleza está entre as cidades brasileiras com mais agrotóxicos na rede de abastecimento de água;

Redes Sociais: facebook.com/cearaagora I instagram.com/cearaagora

Categorias
Política Estadual Destaque1

Bebidas alcoólicas nos estádios: Evandro Leitão afirma que colocar o vendedor “dentro do estádio” dá mais controle ao estado

Em entrevista ao Jornal Alerta Geral, nesta sexta-feira (12), o deputado estadual Evandro Leitão (PDT) defendeu o Projeto de Lei 85/2019 que propõe liberar o comércio e o consumo de bebidas alcoólicas – de até 10% de teor – em estádios e arenas desportivas no Ceará. Segundo o deputado, é necessário “pegar esse povo que está fora do estádio e colocar dentro do estádio para ter um maior controle“.

O Projeto de Lei é de autoria do ex-deputado pelo PP, Gony Aruda, e foi resgatado por Evandro, que argumenta que a liberação de bebidas alcoólicas nos estádios, embora cause um estranhamento inicial, iria diminuir a incidência de violência no entorno das arenas esportivas. Segundo o parlamentar, hoje, o estado não tem nenhum controle sobre a comercialização desses produtos nos eventos esportivos.

Nós temos nas portas dos estádios a comercialização desenfreada, sem nenhum controle. É preciso pegar esse povo que está fora do estádio e colocar dentro do estádio para ter maior controle.

Deputado estadual Evandro Leitão (PTD), no estúdio do Jornal Alerta Geral / Foto: Redação

A entrevista foi conduzida pelos jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida, e contou com comentários do médico ortopedista e colunista do Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 26 emissoras no Interior) , Dr. Henrique César.

Durante o debate, os participantes opinaram e argumentaram sobre a PL com o deputado, que disse esperar a decisão até o fim do mês de maio. “Nessa nova legislatura, estamos aguardando que vá para o Plenário. Esperamos que possamos sensibilizar para que votem favoravelmente“, destacou Evandro.

O Projeto de Lei está em consulta pública por meio do site oficial da Assembleia Legislativa do Ceará. O tema divide opiniões entre os parlamentares e, para tentar solucionar o embate, a AL tenta mostrar o “sentimento da população” quanto ao assunto. O Projeto de Lei pode ser votado clicando aqui. Segundo a Casa, o posicionamento dos cearenses vai se transformar em um relatório de consulta dos parlamentares antes da votação.

Galeria de fotos do programa desta sexta-feira (12):

Categorias
Geral Destaque1

Acompanhe ao vivo

Acompanhe os destaques do dia:

– DNIT retira fotossensores e cresce risco de acidentes em BRs que cortam o Ceará.

– Após Itarema, município de Cedro suspende aulas da rede pública devido às fortes chuvas.

– Desembargador cearense é condenado pelo STJ a 13 anos de prisão por venda de liminares;

–  Várzea Alegre não registra casos de Dengue, Zika ou Chikungunya neste início de ano;

– Médico Henrique César alerta sobre a incidência dos escorpiões.

Jornal Alerta Geral #66 – Terça-feira (09/04/19)

O Jornal Alerta Geral é gerado pela Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza, e transmitido, via satélite, para outras 26 emissoras no Interior do Estado. Com essa cobertura pelo rádio, a gente chega a mais de 150 municípios e, com as redes sociais, chegamos a todo o Estado.

Posted by Ceará Agora on Tuesday, April 9, 2019

Categorias
Luzenor de Oliveira Editorial Alerta Geral

Em três anos, 300 mil trabalhadores domésticos perdem emprego

A expectativa dos brasileiros sobre os novos caminhos da Previdência Social é marcada por uma triste estatística: em três anos, caiu, em 15%, o número de trabalhadores domésticos com carteira assinada.
Esse percentual representa, pelo menos, 300 mil empregados domésticos que perderam o registro na carteira de trabalho.

O Brasil tem, atualmente, 1.780.000 empregados domésticos com carteira assinada. Entre os trabalhadores que perderam o emprego, milhares estão na Região Metropolitana de Fortaleza e cidades do Interior do Estado.

Esses profissionais, que tem a carteira assinada, que tem direito à férias, jornada de trabalho definida e 13º salário, recebem, também, quando demitidos, o seguro desemprego.

Os direitos trabalhistas para os empregados domésticos passaram a valer a partir de 2015. Entre o início da vigência dessas conquistas e os dias atuais, o mercado de trabalho – para os serviços domésticos, enfrenta uma grave crise econômica, com desemprego e redução de renda.

O mais preocupante: com as poucas oportunidades de voltarem ao mercado de trabalho, os empregados domésticos engrossam as estatísticas da informalidade e deixam de contribuir para a previdência social.

Categorias
Sem categoria Destaque1 Destaque3

Beto Almeida sobre morte em Massapê: “falta segurança na zona rural”

Uma mulher foi assassinada nessa quinta-feira (7) em uma fazenda localizada no município de Massapê, 244 km de Fortaleza, quando homens armados invadiram a propriedade. Além da mulher, seu esposo, caseiro da fazenda, foi atingido com um tiro no pescoço e está internado na Santa Casa de Misericórdia de Sobral. No Jornal Alerta Geral desta sexta-feira (8), Beto Almeida falou que foi uma “tragédia que atingiu em cheio uma família”.

A propriedade é, segundo informações do jornalista Beto Almeida, do ex-senador Luiz Pontes. Durante o crime, uma criança, de cinco anos, filho do casal, presenciou todo o ocorrido, mas, felizmente, conseguiu fugir do local.

Para o jornalista, a violência atinge com muita dureza a zona rural. “Hoje, estar na zona rural não é mais sinônimo de segurança. Além de combater facções e organizar os presídios, (o governador) Camilo terá que organizar a zona rural“, finalizou Beto Almeida. Por ser uma zona descoberta – característica dessas regiões -, com pouco adensamento de população, os moradores ficam ainda mais reféns da insegurança.

Entenda o Crime

Segundo a Polícia Militar, os criminosos anunciaram o assalto e dispararam contra o casal. Maria Zelândia Henrique Lira, de 39 anos, morreu no local. Daniel Silva, de 44, também foi baleado, mas sobreviveu aos ferimentos, e passa por atendimento médico na Santa Casa de Misericórdia de Sobral. O hospital não informou o estado de saúde do paciente

A Prefeitura de Massapê decretou luto municipal de três dias pela morte de Maria Zelândia. Em nota, o município disse que “o fato causou aos moradores perplexidade, consternamento e repercussão em toda a sociedade massapeense“. 

Categorias
Política Destaque2 Destaque3

‘Desce e se articula, ou as reformas não passam’, afirma Beto Almeida

A derrota dessa terça-feira (20), sofrida pelo governo, escancara a desarticulação política entre Bolsonaro, aliados e Palácio do Planalto – é um aviso simbólico. O recado que fica é de um vazio no diálogo entre as bancadas. Para o jornalista Beto Almeida, os deputados deixaram, com isso, um recado claro: ou Bolsonaro desce e se articula, ou não tem conversa; se não negociar com os deputados as reformas se tornam mais difíceis.

Sobre o tema, que foi destaque no Bate Papo Político desta quarta-feira (20), no Jornal Alerta Geral, os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida alertam paras as dificuldades em se aprovar, também, as duas principais reformas pretendidas pelo governo Bolsonaro: Pacote Anticrime e reforma da Previdência. A derrota dessa terça pode ser, assim, uma alerta para as dificuldades que podem surgir no caminho dessas duas decisões.

Para Beto Almeida, a articulação política foi nula, inclusive, no PSL, que teve parlamentares votando contra o decreto de alteração da Lei de Acesso à Informação – caso do deputado Luciano Bivar (PE) – infligindo a primeira derrota ao Planalto pela Câmara dos Deputados. Além de Bivar, o Coronel Tadeu, também do PSL (SP), votou contra a medida. O requerimento foi aprovado por 367 votos, com apenas 57 votos contrários.

Entenda:

O projeto de decreto legislativo aprovado suspende os efeitos do decreto 9.690/19, que permitia ocupantes de cargos comissionados classificar informações públicas nos graus de sigilo ultrassecreto ou secreto. Essa foi a primeira derrota do governo Bolsonaro no Parlamento e aponta para as dificuldades que o Governo terá para aprovar a reforma da Previdência.

Antes do decreto, a classificação de informações públicas como ultrassecretas era exclusiva do presidente e do vice-presidente, ministros e autoridades equivalentes, comandantes das Forças Armadas e chefes de missões diplomáticas no exterior. Os deputados se mostraram irritados com a decisão do Governo de não antecipar o conteúdo da reforma.

Os parlamentares se mostram insatisfeitos com a falta de interlocução com o governo, e reclamam de não terem sido chamados para discutir a reforma da Previdência antes da apresentação da proposta à Casa – que ocorre nesta quarta-feira (20). 

Categorias
Política Destaque2 Destaque3

Com queda de Bebianno, a máxima prevalece: desgraça de um é oportunidade de outros

+ Queda de Bebianno
+ Reunião com Camilo
+ Entrevista com Domingos Neto
+ Nome para substituir Bebianno
+ Camilo vai a Brasília

Em semana decisiva para marcar o governo Bolsonaro, onde se discute reforma da Previdência e Lei Anticrime, o escândalo de candidatas laranjas do PSL, partido do presidente, e provável demissão do ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, e dificulta a aprovação das medidas no Congresso. O grande desafio é evitar que esse escândalo atrapalhe a votação e, para isso, o governo terá que abrir os cofres e distribuir os cargos entre os aliados – a desgraça de um é a oportunidade de outros.

O assunto foi tema do Bate Papo Político desta segunda-feira (18), no Jornal Alerta Geral, entre os jornalista Luzenor de Oliveira e Beto Almeida. No Bate Papo, os jornalistas destacaram a máxima político que prevalece: “Não tem vácuo – A desgraça de um é a oportunidade de outros“. Se Bebianno ‘caiu em desgraça’, o governo terá que ceder aos estados e aliados. A distribuição de cargos do segundo escalão é a provável saída para angariar os votos necessários para aprovação das medidas.

Segundo o jornalista Beto Almeida, o presidente Jair Bolsonaro deve ir além do Twitter e procurar uma comunicação eficiente. Usar uma cadeia nacional de rádios, TVs, além das redes sociais – ato já anunciado para a apresentação dos pontos da reforma da Previdência – vem para evitar outros escândalos, como no caso de Bebianno, que surge na redes sociais e pode atrapalhar os planos de Bolsonaro.

Mais destaques

+ Camilo se reúne com os deputados federais do Ceará:O governador Camilo Santana recebe, nesta segunda-feira (18), no Palácio da Abolição, em Fortaleza, a bancada federal do Ceará para apresentação de um balanço sobre as ações adotadas pelo Governo Estadual no combate à violência e as medidas que estão sendo implementadas nas áreas de saúde e recursos hídricos.

+ Domingos quer reuniões mais frequente entre bancada e Camilo Santana:O coordenador da bancada do Ceará em Brasília, Domingos Neto (PSD), disse, nesta segunda-feira (18), disse que trabalha para que as reuniões com o governador Camilo Santana se tornem uma rotina na agenda da representação parlamentar.

+ Nome para substituir Bebianno: Floriano Peixoto é o nome cotado. É o oitavo militar a assumir a equipe do primeiro escalão. O governo está tentando, com isso, apagar o fogo para o que aconteceu até agora. Dois pontos na semana para criar o efeito positivo.

+ Camilo se reúne na 4ª com governadores: Camilo volta a se reunir com os demais chefes dos executivos estaduais, em Brasília, para discutir a agenda econômica do país. O encontro está marcado para o mesmo dia no qual a proposta de reforma da Previdência chega ao Congresso Nacional. Os governadores esperam conversar diretamente com o ministro da Economia, Paulo Guedes.

Categorias
Política Destaque1 Destaque3

Alerta Geral: com nova idade mínima, a Reforma se torna mais fraterna?

Reforma da Previdência define idade mínima e abre o debate: ela chega, assim, com um tom mais brando?

A Reforma da Previdência, que fixa a idade mínima em 65 anos para aposentadoria de homens e 62 anos para mulheres – com um período de transição de 12 anos – na opinião de alguns, chega com um tom mais brando, enquanto outros acreditam que ela é agressiva com parcela da população. O tema foi assunto no Bate Papo Político desta sexta-feria (15) entre os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida.

Para Luzenor de Oliveira, a reforma, em comparação com a vazada pela imprensa, em relação a definição da idade mínima, vem em um tom mais brando e “fraterno“, como disse o próprio presidente ao defender as medidas. Mas, contrapondo-se no debate, Beto Almeida discorda: “você é um otimista“. Para o jornalista, a faixa de transição reduzida – período para a proposta entrar em vigor – passando a 12 anos, faz com que parte dos trabalhadores não sejam beneficiados.

Desde o início, a equipe econômica defendeu uma idade mínima de 65 anos para homens e para mulheres. Já o presidente discordava da idade mínima das mulheres: queria 60 anos. Além disso, o tempo de transição desejado pelos economistas era de dez anos, algo também negociado por Bolsonaro, que queria 20 anos de transição. No final, o consenso ficou em 12 anos.

Categorias
Política Destaque1 Destaque3

Novas promessas e velha prática? Arnon cavou sua cova política, afirma Beto

O prefeito de Juazeiro do Norte segue com dias turbulentos. A Justiça do Ceará determinou a quebra de sigilo bancário e fiscal do prefeito Arnon Bezerra e de dois filhos dele, o deputado federal Pedro Augusto Geromel Bezerra e Elise Geromel Bezerra. Caíram na lista, também, servidores e ex-servidores.

As investigações da Polícia Federal e do Ministério Público Eleitoral dão sinais de que, diante de um discurso de renovação, o velho modelo político de Juazeiro do Norte se mantém. O assunto foi destaque no Bate Papo Política desta quarta-feira, 23, no Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 26 emissoras no Interior), entre os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida.

“Arnon desapartou da realidade. Continuou investindo em velhas posições, velhas práticas (e acabou cavando) sua própria cova política”. Assim, o jornalista Beto Almeida descreveu, fazendo relação com a fala da procuradora Raquel Dodge sobre corrupção, nessa terça-feira, 23, as denúncias do prefeito de Juazeiro.

  • Veja os detalhes da denúncia com o correspondente, Sólon Vieira:

O jornalista Luzenor de Oliveira traçou, ainda, um perfil de Arnon, ressaltando a expectativa dos juazeirenses para que, naquele momento, o Município entrasse em um novo ciclo político. Com expectativas frustradas, em pouco mais de um ano (de eleito), Arnon Bezerra vira notícia, alvo de denúncia e “Pedro Bezerra, também, de forma precoce, entra na mira da Polícia Federal“.

O que mais rolou

Denúncia de desvio em Pedra Branca

Ministério Público e Polícia Civil investigam esquema de desvio de dinheiro público em Pedra Branca.

Correspondente Sátiro Salles

Deputados estaduais cearenses conhecem a Casa

“Que os deputados cheguem com vontade de trabalhar”, ressalta o jornalista Luzenor de Oliveira, sobre a visita à Assembleia Legislativa para conhecer a estrutura.

Partidos que não atingiram a Cláusula de Barreira

O candidatos vinculados à partidos que não atingiram o número mínimo de deputados buscam se realinhar para seguir no jogo político. Acilon, “novo dono do PR” não ficou de fora da análise dos jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida.

Aneel propõe aumento de 11,62% na conta de luz no Ceará.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) propôs nessa terça-feira um reajuste médio de 11,62% nas tarifas da Enel Ceará. Para consumidores conectados à alta tensão, o aumento seria de 12,23%, e para a baixa tensão, de 11,39%. Se aprovadas, as novas tarifas devem vigorar a partir de 22 de abril.

Correspondente Welton Silva

Aqui, você pode acompanhar todo o Bate Papo Política e passar o dia bem informado!

Bate Papo completo