Categorias
Cotidiano

Assembleia Legislativa celebra primeiro ano de atuação da Casa da Mulher Brasileira no Ceará

A Assembleia Legislativa homenageia, nesta segunda-feira (01/07), o trabalho que a Casa da Mulher Brasileira está fazendo no Ceará, desde dezembro de 2018, quando foi inaugurada no Estado. A sessão solene será realizada às 15h, no Plenário 13 de Maio, por solicitação da deputada estadual Augusta Brito (PCdoB), procuradora Especial da Mulher na Casa.

Segundo Augusta Brito, a Casa da Mulher Brasileira é um centro de atendimento humanizado e especializado à mulher em situação de violência doméstica, integrando em seu espaço serviços de triagem, apoio psicossocial, serviço de promoção de autonomia econômica, espaço de cuidado para crianças, alojamento de passagem e central de transportes. “O equipamento possibilita o acolhimento das mulheres que sofrem violência e o encaminhamento da denúncia de forma ágil e especializada”, explica.

A Casa da Mulher Brasileira realizou 21.907 atendimentos no primeiro ano de funcionamento, incluindo os retornos. “Números alarmantes, mas que ainda não representam o real número de mulheres que sofrem violência todos os dias”, pontua.

Doze meses depois da abertura, o saldo de acolhimentos aumentou 25%, uma vez que os 12.175 garantidos nos seis primeiros meses de 2019 já superam o acumulado de todo o ano passado (9.732). Ao todo, 21.907 atendimentos foram registrados, conforme levantamento da Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS), acrescenta a parlamentar.

O espaço reúne unidades do Juizado Especial, Núcleo Especializado da Promotoria, Núcleo Especializado da Defensoria Pública, Delegacia Especial de Atendimento à Mulher, alojamento, brinquedoteca, apoio psicossocial e capacitação para autonomia econômica.

Na ocasião, serão homenageadas a coordenadora da Casa, Daciane Barreto; a secretária da Secretaria de Proteção Social (SPS), Socorro França; a secretária Executiva de Políticas para a Mulher, Denise Aguiar, além de Camila Silveira, Darte Sousa, Lourdes Goes e Sônia Cordeiro, que colaboraram para a implantação da Casa da Mulher Brasileira no Ceará.

Categorias
Cotidiano

Casa da Mulher Brasileira completa um ano de atendimento em Fortaleza

A Casa da Mulher Brasileira completa, neste mês de junho, um ano de atendimento. Neste período, mais de 20 mil mulheres passaram pelo equipamento. Para celebrar a data, a Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS) realiza na próxima quarta-feira (26) uma programação voltada às mulheres atendidas e à comunidade do entorno.

Dentre os serviços ofertados estão emissão de RG e CPF, capacitação para elaboração de currículos e postura profissional, além de aulas de zumba, balé e ritmos, oficinas, rodas de conversas e terapias holísticas. As ações iniciam às 8h e seguem até as 17h.

Durante todo o dia, os órgãos instalados na Casa estarão ofertando atendimento e divulgando suas ações. Haverá também divulgação de outras políticas da SPS, como o atendimento a pessoas trans, a Ouvidoria Estadual de Direitos Humanos e as políticas voltadas para a igualdade racial.

“Costumo dizer que a Casa é para as mulheres o que o casulo é para as borboletas, é nesse espaço que elas são cuidadas, se transformam e saem prontas para desbravar o mundo a partir de suas possibilidades”, destaca Daciane Barreto, coordenadora da Casa.

Serviços da Casa

Recepção, Acolhimento e Triagem, Apoio Psicossocial, Delegacia Especializada, Juizado, Ministério Público, Defensoria Pública, Promoção da Autonomia Econômica, Central de Transporte, Ilha Digital e Brinquedoteca.

Serviço:

Data:26 de junho (quarta-feira)
Horário: 8h às 17h

Local: Rua Tabuleiro do Norte com Teles de Sousa, Couto Fernandes

Programação

08h às 12h – Serviços: Vacinação – Aferição de pressão – teste de glicemia

09h às 16h – SPS / Balcão da Cidadania – Emissão de rg e cpf

Atividades

8h – Abertura

Biodança com a Psicologa Alana Alencar

8h30 – Oficina “Cuidando do Cuidador” com a Enfermeira Isabele de Souza e a Psicologa Yárita Crys Alexandre – Centro de Referência da Mulher / CMB

08h40 Oficina sobre brigada de incêndio e primeiro socorros com a Polícia Civil

8h20 – Quadrilha – SECULT – Estacionamento

09h às 10h Elaboração de Currículo e Postura Profissional com Cláudia do CIEE

9h – Aula de zumba com Grupo de Bem com a Vida – Estacionamento

09h às 12h Orientação Nutricional com os discentes do Curso de Nutrição da UECE

09h30 – Aula de Defesa Pessoal com o Inspetor da Polícia Civil Francisco Sá

10h às 17h Oficinas sobre Tecnologia da Informação

10h20 – Ballet com Vitória Regia Ribeiro – Estacionamento

11h – Grupo PM Prevenção e Arte – Estacionamento

11h – Aula de Ioga com a Professora Lidiane Alves

11h30 – Roda de Capoeira – Estacionamento

Tarde

13h – Apresentação do Circo Escola – Estacionamento

13h30 – Grupo de Chorinho do Espaço Viva Gente – Estacionamento

14h30 – Coletiva de Imprensa com apresentação dos dados e perfil das mulheres atendidas pela Casa

14h às 16h Oficina “Cuidando do Cuidador” com a Enfermeira Isabele de Souza e a Psicologa Yárita Crys Alexandre

14h30 – Solenidade com as autoridades e instituições presentes – Estacionamento 15h10 – Aula de Ritmos com o Professor Porfírio – Estacionamento

15h Roda de Conversa sobre Violência Obstétrica com Amanda Oliveira do Grupo de Doulas

16h Oficina de Maquiagem com Andreza Oliveira

16h – Grupo de dança Fit Dance – Estacionamento

16h30 – Quadrilha Geração Profeta, do bairro da Aerolândia – Estacionamento