Categorias
Interior

Movimento Onda Praia Limpa promove mutirões para limpar praias de Cascavel e Beberibe

Com o objetivo de tornar ainda melhor o ambiente das praias de Cascavel e Beberibe, a Secretaria do Turismo do Ceará (Setur), em parceria com os dois municípios, deu início ao Movimento Onda Praia Limpa, que começou nesta segunda-feira (3) e segue até o próximo sábado (8).

“Queremos promover uma ação de conscientização junto as comunidades, os pescadores e os visitantes das praias, sobre a importância de manter as águas limpas para preservar a vida dos animais marinhos e a saúde da população”, destaca a secretária executiva da Setur, Denise Carrá.

No primeiro dia de trabalho, na Praia do Morro Branco, em Beberibe, o projeto envolveu a participação da rede hoteleira, de comerciantes, artesãos, bugueiros e donos de barracas. O lixo recolhido era colocado em um carrinho guinchado por um buggy e deixado num determinado ponto para que um caminhão recolhesse em seguida.

Em Cascavel, a ação ocorreu na terça-feira em três praias simultaneamente. Na Caponga, o trabalho foi liderado pelo Grupo Caponga Viva e pelo projeto surf escola, com adolescentes e crianças. Foram recolhidos principalmente tampinhas de refrigerantes, latinhas e papéis .

Na praia Barra Nova, Associação dos Barraqueiros, formada por proprietários de barracas e garçons, recolheram muito lixo, principalmente palhas, coco seco e latinhas. Em Águas Belas, foram os bugueiros que fizeram a limpeza da praia. O lixo recolhido foi deixado em local estratégico para ser recolhidos por uma caçamba.

O Movimento Onda Praia Limpa segue nas duas praias até sábado. A ação marca as celebrações do Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado nesta quarta-feira (5). “Nosso objetivo é expandir essa ação para as demais praias do Estado, como forma de conscientizar as pessoas que essa precisa ser uma atitude permanente”, completa Denise.

Categorias
Interior

Prefeito eleito em cascavel denuncia tentativa de atentado

Após ser eleito, o prefeito de Cascavel, Tiago Ribeiro (PPS), denuncia tentativa de atentado. De acordo com o político, enquanto concedia uma entrevista ao Mercado da Cidade, seus apoiadores encontraram um homem armado com uma faca escondida dentro de uma sacola.

Tinha muita gente comigo e foi flagrado o cara lá que vinha e interromperam a caminhada dele, mas ele estava com uma faca, disse o prefeito.

Conforme a Polícia Civil, amigos e apoiadores do prefeito eleito que o acompanhavam notaram a movimentação do suspeito e o imobilizaram, antes que Tiago fosse atingido. Um segurança do prefeito eleito imobilizou o suspeito até a chegada de policiais, que o encaminharam à Delegacia do Município e está preso.

O prefeito eleito também foi para a Delegacia Municipal de Cascavel, onde prestou depoimento. A polícia investiga a motivação da tentativa de atentado. O político disse que não conhece o homem que supostamente estaria tentando atacá-lo e que a cidade está em festa após a vitória na eleição.

Categorias
Interior

Tiago Ribeiro (PPS) é eleito o novo prefeito de Cascavel

Sem muito alarde, o munícipio de Cascavel realizou eleições suplementares neste domingo (05) e elegeu seu novo prefeito. O candidato Tiago Ribeiro (PPS), integrante da chapa “PRA FAZER DIFERENTE”, triunfou nas urnas com 41,80% dos votós válidos, somando 16.518 votos.

Tiago Ribeiro cumprirá um “mandato tampão”, que se finda no dia 31 de dezembro de 2020 e terá a oportunidade de concorrer a reeeleição. A candidata Paulinha Dantas (PTB) ficou em segundo lugar com 31,41% dos votos, na terceira posição ficou Zé de Lima (PV) com 26,78% por cento.  Ainda houveram 2,67% de brancos e 6,26% de nulos.

O número de abstenções chegou a 17,11% por cento, uma demonstração de descrédito nas eleições e também de desconhecimento por parte dos eleitores no que se refere a obrigatoriedade do voto, mesmo que estas sejam eleições suplementares, como foi o caso.

A nova eleição ocorreu em decorrência da cassação da agora ex-prefeita Francisca Ivonete Mateus Pereira e do seu vice Waltermar Matias de Sousa, ambos do PDT. O afastamento dos gestores teve como motivos centrais: a contratação excessiva de servidores temporários e fraudulenta de estagiários, utilização de veículos do transporte escolar na campanha eleitoral e repasse irregular de verbas para associações.

 

Categorias
Interior Destaque3

Após cassação, eleitores de Cascavel retornam às urnas neste domingo (05) para eleger novo prefeito

Os eleitores do município de Cascavel, situado a 60 km de Fortaleza, voltarão às urnas neste domingo (05), para escolher novo prefeito e vice-prefeito. A nova eleição se dá em função da cassação da agora ex-prefeita Francisca Ivonete Mateus Pereira e do seu ex-vice Waltermar Matias de Sousa, ambos do PDT.

O Tribunal Regional do Ceará (TRE-CE) deferiu a cassação basedada em denúncias de abuso de poder político nas eleições de 2016. Dentre os motivos para o afastamento dos gestores estão a contratação excessiva de servidores temporários e fraudulenta de estagiários, utilização de veículos do transporte escolar na campanha eleitoral e repasse irregular de verbas para associações.

Aprovada pela Corte do TRE-CE no dia 1° de março, a Resolução n.º 730/2019 , estabeleceu a data e fixou instruções para a realização do pleito. A prestação de contas das campanhas eleitorais para o pleito em questão estão disciplinadas na Resolução nº 731/2019. Conhecido como “mandato tampão”, as eleições suplementares que ocorrerão em Cascavel vão eleger prefeito e vice-prefeito que ficarão em seus respectivos cargos somente até o final de 2020.

Três chapas disputam a eleição:

JUNTOS SOMOS MAIS FORTES (PTB/PDT): Ana Paula Vila Real Dantas (candidata a prefeita) e Juliana Pompeu (vice);

– PELO BEM DE CASCAVEL (PV e PRB): José Isaias de Lima (candidato a prefeito) e Talita Castro (vice);

– PRA FAZER DIFERENTE (PPS/PATRI/PR/PT/PC DO B): Tiago Lutiani Oliveira Ribeiro (candidato a prefeito) e Lurdenis (vice).

Cascavel tem 52.470 eleitores que votarão em 203 seções distribuídas em 79 locais de votação. Foram convocados 812 mesários para o dia do pleito. Além da juíza eleitoral, Leopoldina Fernandes, e da promotora eleitoral, Rosalice Monte, trabalharão nas eleições os 6 servidores do cartório e 7 servidores do TRE.

Emm enos de 1 ano, esta será a 6° eleição suplementar realizada pelo TRE-CE. Os eleitores voltaram às urnas para a escolha do prefeito e vice dos municípios de Tianguá, Frecheirinhas, Umari e Santana do Cariri em junho de 2018 e em outubro, no dia das eleições gerais, os eleitores de Croatá também tiveram que escolher novo prefeito e vice.