Categorias
Carlos Alberto Alencar Economia Destaque2 Destaque3

Análise: desenvolvimento econômico deve frustar os mais otimistas

Segundo o comentarista de Economia do Jornal Alerta Geral, Carlos Alberto Alencar, o desempenho esperado para a economia neste ano deve frustrar as expectativas mais otimistas. Se no fim de 2018 parte das projeções indicava um crescimento de 3% em 2019, por ora, depois dos últimos indicadores divulgados, está se consolidando a avaliação entre os analistas de que o Produto Interno Bruto (PIB) do país deve avançar apenas 2%.

A safra dos números do fim de 2018 revelou uma perda de ritmo da economia e um desempenho mais fraco da atividade do que o esperado. Essa decepção ocorreu em todos os setores: no varejo, nos serviços e, sobretudo, na indústria. O resultado do mercado de trabalho também foi considerado fraco. No ano passado, a taxa média de desocupação foi de 12,3%, pouco inferior aos 12,7% de 2017.

O comentarista de Economia do Jornal Alerta (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 26 emissoras no Interior), Carlos Alberto Alencar, faz a análise completa do tema!

Categorias
Esporte Deu Zebra Destaque2 Destaque3

Rodada carregada de gols e muito, muito dinheiro para os clubes cearenses

A rodada foi cheia para os times cearenses, tanto na Copa do Brasil, como no Campeonato Cearense. Na Copa do Brasil, Ceará e Atlético Cearense conseguiram vaga para a próxima fase – desembolsando uma ótima grana para as equipes (990 mil reais, no caso do Ceará, e 625 mil para o Atlético). Já no Cearense, o Fortaleza estreou com vitória diante do Barbalha e o Guarany bateu o Horizonte fora de casa.

Ceará

O alvinegro de Porangabussu arrancou um empate de 1×1 contra o Central, de Pernambuco, fora de casa, o que dava a vantagem do empate ao Vozão. Com o gol do lateral esquerdo Felipe Jonatan, a equipe cearense teve um bom primeiro tempo – mas acabou levando o empate no final da etapa; diferente da segunda parte do duelo, quando foi muito lento e viu o Central chegar perto da vitória.

O técnico Lisca, vendo a possibilidade de deixar escapar a classificação, colocou Roger e Chico, dando um equilíbrio maior ao confronto, além de Fabinho, para fechar de vez o meio campo. No final, o duelo acabou assim e o alvinegro segue na competição.

Atlético Cearense

Jogando em casa, outro que conseguiu um ótimo resultado na competição mais democrática do país foi o Atlético Cearense, que bateu o Joinville, no estádio Presidente Vargas, com dois gols de Dudu. O time, que esteve com um jogador a menos desde os 39 minutos da primeira etapa, garante uma classificação inédita na competição, assegurando mais de 1 milhão de reais por avançar para o próximo embate. Na 1ª fase, o time cearense já tinha garantido 525 mil reais e agora receberá mais 625 mil.

Fortaleza

Já no Campeonato Cearense, o Fortaleza estreou com uma bela vitória sobre o Barbalha, time que acabou na liderança do primeiro turno da competição. Na Arena Castelão, o Leão não encontrou grandes dificuldades para montar o placar. Com gols de Tinga, Junior Santos e Ederson, em favor dos donos da casa, e de Rael para os visitantes, o confronto foi válido pela primeira rodada da segunda etapa da competição regional.

Horizonte x Guarany

Com dois gols de Waldison, quem também comemorou vitória pelo Cearense foi o Guarany, fora de casa, contra o Horizonte. O rubronegro saiu na frente, no início da segunda etapa, levou o gol de empate que saiu dos pés do meia Trindade, e depois voltou a ficar na frente, situação que persistiu até o final do embate. Com a vitória, o Guarany salta para a 4ª posição na tabela, atrás de Ceará, Ferroviário e Fortaleza, todos com 3 pontos.

Categorias
Esporte Deu Zebra

Primeiras emoções no Cearense!

Olha aí: 2019 acaba de começar e a bola já rola pelo Campeonato Cearense! Nesse final de semana foram 3 partidas válidas pela 1ª rodada do Cearense: Ferroviário 2 x 3 Atlético – CE; Horizonte 1 x 1 Guarany – CE; e Barbalha 2 x 0 Iguatu. Na quarta-feira, 9, às 17 hrs, o Floresta pega o Guarani de Juazeiro, encerrando a primeira rodada.

A primeira fase é disputada em turno único por oito equipes: FC Atlético, Ferroviário, Horizonte, Guarany de Sobral, Barbalha, Iguatu, Floresta e Guarani de Juazeiro. Todos jogam contra todos e os seis primeiros avançam para a segunda fase, enquanto os dois últimos estarão rebaixados.

Mas, se liga na novidade: o time que se classificar com a primeira colocação dessa etapa inicial irá garantir vaga na Copa do Brasil de 2020.

Campeonato com nova cara!

Na primeira fase, oito times se enfrentam em turno único na busca por seis vagas na segunda fase para se juntarem a Ceará e Fortaleza, campeões e vice-campeões respectivamente, no ano passado. Além disso, os dois últimos estão rebaixados para a segunda divisão estadual em 2020.

Na segunda fase, os oito times (os seis classificados mais Ceará e Fortaleza) se enfrentam em turno único, onde os quatro primeiros avançam para às semifinais. Se as equipes terminarem com a mesma pontuação, será seguido os seguintes critérios: mais vitórias – melhor saldo de gols – mais gols pró – confronto direto e sorteio.

As Semifinais e Final serão disputadas no mata-mata, com jogos de ida e volta. Se persistir o empate, os critérios serão: melhor saldo de gols no confronto – melhor campanha na segunda fase – para a final conta também a campanha da semifinal.

Categorias
Geral Destaque2 Destaque3

Onda de ataques afetam turismo cearense

Quem estava planejando passar suas férias no Ceará nos próximos meses, após a maior onda de atentados terroristas da história, está pensando duas vezes antes de vir para o Estado.

Mediante a atual crise, além de remarcar, turistas que têm pacotes de viagem para Fortaleza também chegaram a pedir o cancelamento dos planos diante do quadro de aumento da violência na cidade.

De acordo com informações da Associação dos Meios de Hospedagem e Turismo (AMHT), a ocupação de hotéis nesta época de ano é de 80%, porém, estima-se que está aproximadamente com 60% da ocupação total.

Até agora, 110 pessoas foram presas suspeitas de envolvimento nos ataques a veículos, órgãos públicos, estabelecimentos comerciais e equipamentos de segurança do estado.