Categorias
Economia Destaque2

Febraban alerta para golpes em compras online no Dia dos Namorados

O aumenta no número de golpes em compras online em datas comemorativas, que aquecem o comércio, como é o caso do Dia dos Namorados, comemorado nesta quarta-feira (12), gera preocupação da Federação Brasileira de Bancos (Febraban). Segundo a federação, quadrilhas se especializaram em aproveitar momentos de grande volume de compras pela internet para aplicar golpes e roubar dados pessoais.

No Ceará, o golpe conhecido como “SIM Swap”, um dos crimes virtuais que vêm crescendo na última década e gerando preocupação entre usuários e especialistas em segurança de dados, se destaca com um estilo próprio de aplicação. Em conversa com o repórter Rodrigo Rodrigues na última terça-feira (4), o doutor em Ciência da Computação, Germano Fenner, revelou os riscos e como se prevenir da ação criminosa.

Como o golpe é aplicado nessas datas

O consumidor recebe um e-mail ou mensagem com ofertas tentadoras e, ao clicar, é direcionada para um site falso. Então, fornece dados sigilosos, como número de cartão de crédito e senhas. Com essas informações, os bandidos realizam transações, burlam bloqueios de segurança, desbloqueiam novos cartões e realizam a confirmação de dados pessoais da vítima.

Outro esquema muito utilizado pelas quadrilhas, diz a Febraban, envolve aplicativos maliciosos. O golpe também começa com o envio de um e-mail suspeito com um link. Ao clicar, um vírus se instala no dispositivo dando acesso total aos bandidos. Com essa técnica, comumente chamada de phishing, eles conseguem acessar dados como nomes de usuário e senhas e realizar transações.

Segundo a Febraban, as quadrilhas de phishing também costumam usar as redes sociais para ter acesso às informações das vítimas. Os criminosos usam perfis falsos com ofertas tentadoras de produtos mais baratos, promoções para ganho de pontos e milhagens e recadastramentos de segurança, usados como artifício para a captura de dados dos clientes.

Outro ponto que merece atenção são os celulares. A grande popularidade dos smartphones despertou a atenção das quadrilhas que passaram a criar golpes específicos para essa plataforma. É o caso do golpe da clonagem de WhatsApp, em que os criminosos enviam mensagens para os contatos da pessoa, fazendo-se passar por ela, pedindo dinheiro emprestado.

Uma medida simples para evitar que o WhatsApp seja clonado é habilitar, no aplicativo, a opção “Verificação em duas etapas” (Configurações/Ajustes > Conta > Verificação em duas etapas). Desta forma é possível cadastrar uma senha que será solicitada periodicamente pelo aplicativo.

Dicas:

  • Ao receber um e-mail não solicitado ou de um site no qual não esteja cadastrado para receber promoções, é importante verificar se o remetente é, de fato, uma empresa idônea. Não clique em links. Digite os dados no navegador para acessar;
  • Ao utilizar sites de busca, verifique cuidadosamente o endereço (URL) para garantir que se trata do site que deseja acessar. Fraudadores utilizam-se de “linkspatrocinados” para ganhar visibilidade nos resultados de buscas;
  • Dê preferência a sites conhecidos e verifique a reputação de sites não conhecidos, lendo comentários de clientes que já utilizaram as plataformas;
  • Nunca use um computador público ou de um estranho para efetuar compras ou inscrever seus dados bancários;
  • Sempre utilize, em seu computador ou smartphone, softwares e aplicativos originais e mantenha sempre um antivírus atualizado;
  • Caso seu celular seja roubado, entre em contato com a central de atendimento de seu banco para comunicar a ocorrência e bloquear as operações que podem ser feitas via smartphone;
  • Não repasse nenhum código fornecido por SMS e nem qualquer outra informação sem confirmação com o setor responsável das empresas através dos canais de atendimento;
  • Como regra, as grandes empresas de compra e venda na internet não mantém contato com o cliente através de aplicativos de mensagens, portanto sempre desconfie.

(*) Com informações da Agência Brasil.

Categorias
Economia Destaque2 Destaque3

Segunda parcela do IPVA 2019 vence nesta sexta-feira (8)

A segunda parcela do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) 2019 vence nesta sexta-feira (8) após o Carnaval. Os contribuintes que não quitaram a primeira parcela do imposto, que venceu no dia 8/2, ainda podem efetuar o pagamento, basta acessar o site da Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz) e imprimir o boleto do IPVA atualizado, com o acréscimo de juros e multa de 0,15% ao dia, até o limite de 15% sobre o valor do imposto.

O Documento de Arrecadação do Estado (DAE) será gerado mediante a informação do chassi do veículo, ou da placa e do número do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam).

O pagamento pode ser feito normalmente nos bancos Caixa Econômica, Bradesco, Banco do Brasil (BB), Banco do Nordeste do Brasil (BNB), Santander, Itaú, nas casas lotéricas e na rede de farmácias Pague Menos. Quem preferir pode realizar o pagamento do imposto por meio dos cartões de crédito vinculados ao Banco do Brasil ou Bradesco.

A parcela única do IPVA 2019 com o desconto de 5% sobre o valor total do tributo venceu em 31 de janeiro. Cerca de 677 mil contribuintes optaram pela forma de pagamento com o abatimento. Para os contribuintes que escolheram parcelar o imposto, ainda restam quatro parcelas, que devem ser pagas nos dias 8 de março, 8 de abril, 8 de maio e 10 de junho.

Até agora, aproximadamente 500 mil donos de veículos já acertaram o pagamento da primeira parcela.

Para chegar aos valores constantes nas tabelas do IPVA, a Sefaz considerou a tabela divulgada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), que expressa os preços médios de mercado dos veículos, efetivamente praticados por Estado, e consulta ao Sindicato dos Revendedores de Veículos Automotores do Ceará (Sindivel).

Este ano, 2.271.067 veículos serão tributados, com uma previsão de arrecadação de R$ 1.001.864.000,00, sendo que 50% desse valor pertence ao Tesouro Estadual e os outros 50% são destinados aos municípios cearenses.

Desde 2015, a Sefaz não envia cobranças do IPVA pelos Correios. Todos os boletos para pagamento encontram-se disponíveis aos contribuintes no site da Secretaria. Como imprimir o boleto do IPVA 2019

As informações foram retiradas do site oficial do Governo do Estado.

Categorias
Luzenor de Oliveira Geral Destaque2 Destaque3

Novo Diretor-geral anuncia Big Data e fortalecimento do Ipece

“Estaremos fortalecendo institucionalmente o Centro de Análise de Dados e Avaliação de Políticas Públicas (Capp), que foi criado em 2018 e abriga pesquisadores doutores da Universidade Federal do Ceará (UFC) e Universidade de Fortaleza (Unifor), além dos analistas do Ipece que trabalham conjuntamente, com a finalidade de desenvolvimento de diferentes projetos de avaliação, além do desenvolvimento do projeto Big Data Ceará”.

Essas são algumas das muitas metas que vão ser priorizadas pelo novo Diretor Geral do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), João Mário Santos de França. O Ipece é vinculado à Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) do Governo do Estado.

João justifica o fortalecimento do Capp tendo em vista a relevância da análise de dados e avaliação de políticas públicas para a melhoria do desempenho da gestão governamental, mediante parceria entre Ipece/Funcap

O Big Data, segundo ele, é um avanço por se tratar da construção de um repositório de dados, com a finalidade de gerar novas formas de criar e coletar dados, desenvolver técnicas analíticas e estatísticas para analisar as informações, bem como propor maneiras inovadoras de apresentar e visualizar estes dados. 

Todas essas ações pleiteiam a melhoria das ferramentas de gestão pública para a tomada de decisão, em prol da qualidade de vida da sociedade“, destaca João Mário, que é graduado em Engenharia Civil pela UFC, tem mestrado em Economia pelo Curso de Pós-Graduação (Caen/UFC) e Doutorado em Economia pela Escola Brasileira de Economia e Finanças (EPGE) da Fundação Getúlio Vargas (FGV/RJ.

O professor João Mário substitui, na direção Geral do Ipece, o professor Flávio Ataliba, que assumiu a Secretaria de Planejamento do Estado. João Mário disse, ainda, que a nova gestão continuará priorizando os produtos regulares do Instituto, bem como as assessorias técnicas para as diversas secretarias e órgãos do Estado, subsidiando nas decisões estratégicas de Governo.

O Ipece – ressalta o novo Diretor-Geral – vai continuar produzindo estudos que abordam aspectos econômicos, sociais e geográficos do Ceará, desenvolvimento de metodologias, propostas e avaliação de políticas e programas sociais, além de aspectos relacionados à melhoria da gestão.

Ele destaca, como exemplo, alguns produtos que o Instituto fornece para o governo e a sociedade, como o Índice de desenvolvimento Municipal (IDM); os Indicadores Sociais e Econômicos do Ceará; o Índice de Desenvolvimento Social dos Municípios Cearenses; o Termômetro do Mercado de Trabalho; o Boletim de Gestão Pública; o Boletim Trimestral da Juventude e o Anuário Estatístico do Ceará.

João Mário destacou, ainda, que está prevista para este ano a realização da Pesquisa Regional por Amostra de Domicílios (PRAD), que coletará  informações socioeconômicas do estado do Ceará em nível de regiões de planejamento, ferramenta que subsidiará diversas novas pesquisas do Ipece no tocante a educação, geografia, saúde, além de possibilitar traçar, de forma mais precisa, o perfil socioeconômico da população cearense. 

(*) Com informações da assessoria de imprensa do Ipece.


Categorias
Welton Silva FM 106,5 Destaque2 Destaque3

Celulares irregulares começam a receber mensagens de bloqueio a partir desta segunda

A partir desta segunda-feira, 7, celulares irregulares localizados no Nordeste começarão a receber mensagens de alerta dizendo que os aparelhos serão bloqueados a partir do dia 24 de março. São Paulo, Minas Gerais, Amapá, Amazonas, Pará e Roraima também recebem a medida.

De acordo com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o bloqueio vai começar 75 dias após o início do envio das mensagens. A medida pretende combater o uso de celulares falsificados, clonados, sem certificação ou com IMEI adulterado.

A ação visa inibir a comercialização de aparelhos que não estão homologados no país.

Para saber se o número do IMEI de seu aparelho é legal, basta discar *#06#. Se a numeração que aparecer for a mesma que aparece na caixa, o aparelho é regular. Se não for igual, há uma grande chance de o aparelho ser irregular.

Caso seja irregular, a recomendação procure a empresa ou a pessoa que te vendeu o aparelho e busque seus direitos como consumidor.

O correspondente do Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 26 emissoras no Interior), Welton Silva, tem mais informações sobre o assunto. Confira no player abaixo!