Categorias
Interior

Médico e prefeito de Uruburetama é acusado de cometer abuso sexual contra pacientes

O caso já era conhecido por milhares de cearenses, mas, nesse domingo, em reportagem do Programa Fantástico, da TV Globo, se transformou em escândalo nacional. O alvo do escândalo é o médico e prefeito de Uruburetama, José Hilson Paiva, acusado de abuso sexual co ntra as pacientes.

A reportagem do Fantástico apresentou imagens e gravações que mostram o médico tocando as pacientes em procedimentos que caracterizam abuso sexual.

Especialistas da área de saúde que assistiram aos vídeos afirmam que em nenhum momento Hilson Paiva realizou um atendimento ginecológico. “Trata-se de um monstro”, e as imagens “demonstram claramente um estupro da paciente”, avaliam profissionais da Associação Médica Brasileira.

O Ministério Público ouviu o relato de seis mulheres que dizem ser vítimas de abuso do médico. O prefeito e médico afirma que nunca fez “nada forçado” e que as acusações são “jogada da oposição”. “Querem me derrubar”, argumenta Hilson de Paiva.

Categorias
Política Estadual Destaque3

“O deputado Nezinho Farias aceitou o pedido de desculpas, o grande problema é o estrago”, pontua Luzenor de Oliveira

A 12ª Unidade do Juizado Especial Cível marcou uma audiência de conciliação entre os deputados André Fernandes (PSL) e Nezinho Farias (PDT) para o dia 3 de setembro. O parlamentar pedetista cobra indenização de R$39 mil reais por danos morais. O assunto foi destaque no Jornal Alerta Geral desta sexta-feira (12).

O jornalista Beto Almeida comentou a ação judicial de Nezinho no Bate-Papo Político: “O Nezinho mostrou que não desculpou e que já entrou com pedido de indenização”. Em contrapartida, o jornalista Luzenor de Oliveira avalia que o deputado aceitou, mas que o estrago foi feito:  Não se trata de desculpar ou não, o deputado estadual Nezinho Farias aceitou o pedido de desculpas, o grande problema é o estrago, é ser o alvo, a imagem de quem recebe é alvo de ataques porque o conteúdo está lá nas redes sociais”.

Enredo

Toda a polêmica teve início em junho com as declarações de André Fernandes no plenário da Assembleia Legislativa, afirmando que recebia diariamente denúncias de deputados que tinham, possivelmente, ligação com o crime organizado. As acusações foram foram formuladas em ofício junto ao Ministério Público do Estadual.

O documento, encaminhado sob sigilo, continha acusação direta contra o parlamentar Nezinho Farias. André acusava o colega de manter relações com facções criminosas e favorecer grupos criminosos com um projeto de lei para regulamentação de jogos eletrônicos.

Devido a ausência de provas significativas, o Ministério Público do Estado do Ceará arquivou a denúncia de André Fernandes. A repercussão, bastante negativa na Assembleia, fez com que o deputado do PSL se desculpasse perante os colegas, sobretudo, com Nezinho, assumindo, assim, a falha por não ter analisado minuciosamente as denúncias que recebeu.

A audiência entre os parlamentares ocorre em função da ação indenizatória de Nezinho Farias, entretanto, o deputado André ainda não foi notificado oficialmente e só se manifestará após receber a notificação da Justiça.

Categorias
Política Estadual Destaque3

Emocionado, deputado Nezinho Farias declara: “Nunca quero decepcionar essa Casa”

O deputado Nezinho Farias (PDT), na manhã desta quinta-feira (04), no plenário da Assembleia Legislativa do estado Ceará, manifestou gratidão aos colegas parlamentares pelo apoio, à população cearense pela confiança, e à imprensa pelo trabalho com credibilidade na cobertura das denúncias impostas contra sua pessoa.

Nezinho agradeceu toda a solidariedade dos deputados: “Quero agradecer carinhosamente toda a confiança dos colegas deputados, aos servidores desta casa. Aos meus eleitores que acreditaram em mim e a imprensa cearense que teve um trabalho de  muita credibilidade”. Dentre os deputados presentes, Guilherme Landim (PDT), Marcos Sobreira (PDT), Evandro Leitão (PDT), Audic Mota (PSB), Vitor Valim (PROS), André Figueiredo (PDT)  e Jeová Mota (PDT) manifestaram apoio e destacaram o caráter do parlamentar.

No mês passado, Nezinho foi alvo de denúncia no Ministério Público Estadual de que teria envolvimento com facção criminosa. A ação, encaminhada pelo deputado André Fernandes (PSL), afirmava que a proposta do parlamentar pedetista de regularizar as competições de jogos eletrônicos era, na verdade, um meio para regulamentar o “jogo do bicho” e beneficiar criminosos.

As acusações de Fernandes, que inicialmente foram levadas à público por ele na tribuna da Assembleia Legislativa, tiveram apreciação do Ministério Público e rapidamente foram arquivadas devido a ausência de provas significativas de que havia qualquer relação de Nezinho com o crime organizado.

Confira as palavras finais de agradecimento do deputado estadual Nezinho Farias, clicando no player abaixo:

Categorias
Política Estadual

Presidente Sarto diz que cabe ao Conselho de Ética a apuração de denúncias

O presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, deputado José Sarto (PDT), ao se pronunciar na sessão plenária desta terça-feira (18/06) sobre os fatos envolvendo acusações feitas pelo deputado André Fernandes (PSL) a outros parlamentares, esclareceu que cabe aos atingidos, por meio de seus partidos, formalizarem uma provocação junto ao Conselho de Ética Parlamentar.

De acordo com o presidente, os partidos entram com uma provocação junto ao Conselho de Ética da Casa, e a Mesa Diretora decide pela sua instalação, conforme prevê o artigo 18 do Regimento Interno.

“Estamos tratando aqui de algo sério, que deve obedecer a todo um processo jurídico”, salientou.José Sarto acrescentou ainda que a tribuna é um local sagrado e exige responsabilidade e zelo nas palavras daqueles que a ocupam. “Como presidente, digo aqui que os fatos falam por si sós e precisam ser analisados de maneira célere. O mandato de deputado nos investe inviolabilidade, o que é bem diferente de irresponsabilidade”, ponderou.

Como pedetista, Sarto declarou sua solidariedade ao colega deputado Nezinho (PDT), alvo da acusação de Fernandes, e disse conhecer sua trajetória.

“O Ceará conhece sua trajetória. Tenho certeza de que esse episódio não lhe envergará”, afirmou.

Na última semana, o deputado André Fernandes levantou supostas acusações contra parlamentares, durante pronunciamento, de manterem ligação com facções criminosas do estado. Fernandes deu entrada em uma denúncia no Ministério Público citando o deputado Nezinho. Ele apresentou como prova o projeto de lei que trata da regulamentação da prática de jogos eletrônicos no estado.

Categorias
Ceará

Sindicato denuncia estado físico de fóruns da capital e do interior do Ceará

Um levantamento realizado pelo Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário (SindJustiça) revelam que os extintores de incêndio instalados, atualmente, nos prédios onde funcionam o Fórum Clóvis Beviláqua e o Tribunal de Justiça estão vencidos desde agosto de 2014. A situação foi confirmada pelo Sindicato, após a realização do levantamento que comparou o estado físico de fóruns localizados na capital e no interior do Ceará.

A estrutura de outras instituições também estão comprometidas, apresentando rachaduras nas paredes e no teto, além de infiltrações e mofo. O caso chama atenção, já que as unidades judiciárias tem um grande fluxo de pessoas e abriga diversos processos físicos, material altamente inflamável, que pode representar um risco ainda maior em caso de algum acidente.

De acordo com o levantamento, em alguns fóruns a condição é tão precária que chega a afetar o horário de funcionamento da unidade. Foi o que aconteceu no Fórum de Pacajus que, na última terça-feira (23), teve de ser fechado por causa de danos na rede elétrica, com risco de causar incêndio. Por nota, os órgãos informaram que a substituição dos extintores de incêndio faz parte do planejamento da atual gestão e que os equipamentos foram identificados.

Categorias
Interior

Moradores do Crato denunciam envenenamento de animais

Moradores do Crato e integrantes da Associação de Proteção à Vida (Aprov) abriram Boletim de Ocorrência (B.O.) para denunciar o envenenamento de animais domésticos e de animais abandonados na rua. A Delegacia Regional da cidade está investigando o registro de 11 envenenamentos.

A representante da Associação de Proteção à Vida, Antônia Ferreira, informa que os casos são recorrentes. Nos bairros Seminário, Vila Alta e Centro, as ações ocorrem com maior frequência. Mesmo depois de abrir um Boletim de Ocorrência, há duas semanas, os moradores relatam novos casos de envenenamento.

A pena para crimes de maus-tratos à animais pode ser detenção de três meses a um ano e multa. Caso ocorra a morte do animal, a punição pode ser ainda maior. A denúncia de maus-tratos é legitimada pela Lei de Crimes Ambientais e pela Constituição Federal Brasileira.

Categorias
Destaque1

Conexão Caucaia-Portugal sepulta pretensão de Washington Gois de voltar à Prefeitura em 2020

As perigosas conexões entre Caucaia e Portugal, que se transformaram em investigações da Polícia Federal e da Controladoria Geral da União, CGU, sepultam, em definitivo, as pretensões do ex-prefeito Washington Gois em concorrer, nas eleições do próximo ano, à Prefeitura do Município.

Gois, que tem como principal consultor e estrategista o empresário português Marcos Correia, viu o sonho de voltar à Prefeitura ruir após a prisão, na última sexta-feira (5), de ex-auxiliares e empresários que prestaram serviços ao Município de Caucaia. O esquema foi definido pelas autoridades que investigam o escândalo como ‘organização criminosa’.

O café amargo para Washington Gois continua nesta segunda-feira (8). Gois escapou da prisão preventiva, mas é alvo das investigações sobre desvio de dinheiro em seus dois mandatos como prefeito – de 2009 a 2012 e, de 2013 a 2016. Em nota, o ex-prefeito disse estar acompanhando as investigações e espera que todos tenham amplo direito de defesa, os inocentes absolvidos e os responsáveis punidos.

Ex-vereador e ex-deputado estadual, Washington Gois chegou à Prefeitura de Caucaia em 2009 após derrotar, no ano anterior, a então prefeita Inês Arruda que enfrentou desgastes com as denúncias de má gestão do dinheiro público. O empresário Marcos Correia, que, no cenário político de Caucaia, se popularizou como “o português” – Correia é de Portugal, ganhou notoriedade pela força exercida entre 2009 e 2016 nas duas administrações de Washngton Gois.

Gois chegou a ser reeleito em 2012 e, ao deixar a Prefeitura no dia 31 de dezembro de 2016, desenhou, com o empresário português Marcos Correia, os planos para voltar ao cargo nas eleições de 2020. O sonho, porém, está atropelado com as explicações que Washington Gois precisa apresentar à Polícia Federal, ao Ministério Público Federal, à Controladoria Geral da União e à Justiça Federal do Ceará.

As perigosas conexões entre Caucaia e Portugal, que se transformaram em investigações da Polícia Federal. Acompanhe as informações de Carlos Alberto:

O correspondente Carlos Silva, detalha as investigações sobre o escândalo na administração do então prefeito de Caucaia, Washington Gois.

http://www.cearaagora.com.br/site/operacao-da-pf-combate-fraudes-nas-gestoes-do-ex-prefeito-de-caucaia-washington-gois/

Com informações da redação do Grande Porto.

Categorias
Luzenor de Oliveira Política Destaque1 Destaque3

Justiça Eleitoral de SP avança sobre candidaturas ‘laranjas’. CE tem casos semelhantes

As investigações sobre uso de ‘candidatas laranjas’ avançam e, no estado de São Paulo, deputados federais e estaduais correm o risco de perder o mandato por terem sido beneficiados com votos atribuídos à mulheres que disputaram as eleições. As candidatas teriam a função de, apenas, atender a exigência da legislação ou, ainda, drenar recursos a colegas de partidos que concorreram à Assembleias Legislativas e à Câmara Federal. O Ceará tem, também, investigações sobre candidatas laranjas.

A Polícia Federal e o Ministério Público Eleitoral têm inquéritos abertos em vários estados para apurar as denúncias de que recursos do Fundo Eleitoral saíram em nome de candidaturas femininas, mas foram direcionados a despesas para os candidatos homens. É, porém, em São Paulo, onde o avanço dessas investigações é mais acelerado com o pedido do Ministério Público Eleitoral à Justiça para a perda de mandatos de deputados estaduais e federais beneficiados com os votos das chamadas candidatas laranjas.

Laranjas no Ceará

Um dos casos, no Ceará, que ganharam o noticiário nacional é da então candidata do PSL à Assembleia Legislativa, Gislani Maia. Segundo informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gislani, que teve  3,5 mil votos, recebeu do partido, no dia 5 de outubro de 2018 – dois dias antes do primeiro turno da eleição, o valor de R$ 150 mil em recursos públicos do fundo eleitoral.

De acordo com a prestação de contas apresentadas ao TSE, a candidata pagou R$ 143 mil a três gráficas que seriam para impressão de materiais de campanha. Segundo uma reportagem do Jornal O Globo, edição do dia 22 de fevereiro deste ano, as notas fiscais do dia 5 de outubro apresentadas pela candidata à Justiça Eleitoral são pelo fornecimento de 4,8 milhões de santinhos, panfletos e bottons, além de 20 mil adesivos para carros

A reportagem destaca, também, que a  maior parte da despesa da candidata — R$ 103,2 mil — foi concentrada em uma única gráfica, a M C de Holanda Carvalho, cujo nome fantasia é EH 8 Comunicação Visual. A gráfica também imprimiu material para Heitor Freire. Heitor, em nota, contestou qualquer irregularidade nas contas de campanha.  

Outro caso envolvendo candidata com suspeita de uso de recursos do Fundo Eleitoral, de forma irregular, é de Débora Robeiro, que concorreu a um mandato de deputada estadual. Débora, do PROS, recebeu, como doação do Fundo Eleitoral, R$ 274.000,00 e conseguiu, na eleição, apenas 47 votos. Débora é cunhada do deputado federal reeleito Vaidon Oliveira. Os dois casos – tanto de Gislani, quanto de Débora, são investigados pela Polícia Federal e Ministério Público Eleitoral.

Cassação de mandatos

Procuradoria Regional Eleitoral de São Paulo, de acordo com reportagem do Jornal O Estado São Paulo, edição desta segunda-feira, apresentou quatro Ações de Impugnação de Mandato Eletivo contra parlamentares eleitos e candidatos do Podemos e partidos coligados PHS e PMB, Solidariedade e Patriota, por suposto uso de candidatas “laranjas”para preencher a cota de 30% de mulheres exigida pela legislação eleitoral nas eleições de 2018. 

As ações, segundo a reportagem, pedem a cassação dos mandatos de quatro deputados federais e sete deputados estaduais, além de mais de 500 suplentes. Conforme a procuradoria, foram identificadas mais de 60 candidatas “laranjas” em São Paulo no ano passado. A reportagem destaca que, em pelo menos dois casos envolvendo o Patriota, há suspeita de uso das candidatas para desvio de verbas do Fundo Eleitoral.

Categorias
Interior

Câmara Municipal de Mombaça anula licitação para contratar empresa de prestação de serviços

A Câmara Municipal de Mombaça acatou a recomendação expedida pelo Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) e anulou o procedimento licitatório para contratar empresa especializada na prestação de serviços de assessoria e consultoria jurídica, destinada a suprir as necessidades da Câmara.

No documento expedido na última quarta-feira (30) o MPCE recomendava que, em caso de abertura de novo procedimento licitatório com o mesmo objeto, a Câmara se abstivesse de inserir cláusulas de caráter restritivo.

De acordo com a promotora de Justiça Mônica Kaline Barbosa de Oliveira Nobre, o referido Edital trazia cláusulas potencialmente restritivas à competitividade do certame.

Além disso, foi realizada uma denúncia quanto ao não recebimento do pedido de impugnação ao Edital por um dos participantes, violando a previsão contida no artigo 41, parágrafos 1º e 2º, da Lei nº 8.666/93, comprometendo a lisura do procedimento.

Categorias
Política Destaque1 Destaque3

Novas promessas e velha prática? Arnon cavou sua cova política, afirma Beto

O prefeito de Juazeiro do Norte segue com dias turbulentos. A Justiça do Ceará determinou a quebra de sigilo bancário e fiscal do prefeito Arnon Bezerra e de dois filhos dele, o deputado federal Pedro Augusto Geromel Bezerra e Elise Geromel Bezerra. Caíram na lista, também, servidores e ex-servidores.

As investigações da Polícia Federal e do Ministério Público Eleitoral dão sinais de que, diante de um discurso de renovação, o velho modelo político de Juazeiro do Norte se mantém. O assunto foi destaque no Bate Papo Política desta quarta-feira, 23, no Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 26 emissoras no Interior), entre os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida.

“Arnon desapartou da realidade. Continuou investindo em velhas posições, velhas práticas (e acabou cavando) sua própria cova política”. Assim, o jornalista Beto Almeida descreveu, fazendo relação com a fala da procuradora Raquel Dodge sobre corrupção, nessa terça-feira, 23, as denúncias do prefeito de Juazeiro.

  • Veja os detalhes da denúncia com o correspondente, Sólon Vieira:

O jornalista Luzenor de Oliveira traçou, ainda, um perfil de Arnon, ressaltando a expectativa dos juazeirenses para que, naquele momento, o Município entrasse em um novo ciclo político. Com expectativas frustradas, em pouco mais de um ano (de eleito), Arnon Bezerra vira notícia, alvo de denúncia e “Pedro Bezerra, também, de forma precoce, entra na mira da Polícia Federal“.

O que mais rolou

Denúncia de desvio em Pedra Branca

Ministério Público e Polícia Civil investigam esquema de desvio de dinheiro público em Pedra Branca.

Correspondente Sátiro Salles

Deputados estaduais cearenses conhecem a Casa

“Que os deputados cheguem com vontade de trabalhar”, ressalta o jornalista Luzenor de Oliveira, sobre a visita à Assembleia Legislativa para conhecer a estrutura.

Partidos que não atingiram a Cláusula de Barreira

O candidatos vinculados à partidos que não atingiram o número mínimo de deputados buscam se realinhar para seguir no jogo político. Acilon, “novo dono do PR” não ficou de fora da análise dos jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida.

Aneel propõe aumento de 11,62% na conta de luz no Ceará.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) propôs nessa terça-feira um reajuste médio de 11,62% nas tarifas da Enel Ceará. Para consumidores conectados à alta tensão, o aumento seria de 12,23%, e para a baixa tensão, de 11,39%. Se aprovadas, as novas tarifas devem vigorar a partir de 22 de abril.

Correspondente Welton Silva

Aqui, você pode acompanhar todo o Bate Papo Política e passar o dia bem informado!

Bate Papo completo