Categorias
Política Destaque1 Destaque3

Dessalinização de poços já existe no Ceará

A proposta divulgada pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) na última terça-feira, 25, sobre a parceria com Israel para implantação de dessalinizadores para beneficiar o Nordeste não foi recebida como novidade no Ceará.

+ Leia mais

Bolsonaro espera parceria com Israel para dessalinizar água.

Segundo Francisco Teixeira, titular da Secretaria dos Recursos Hídricos do Ceará (SRH), a técnica é usada desde a década de 1990 e já existem cerca de mil deles implantados.

O secretário menciona projeto do Governo Federal, viabilizado pelo Ministério do Meio Ambiente quando o governo federal lançou o programa Água Doce. A ação atende hoje 230 mil pessoas e não conta com parceria do governo israelense.

Os sistemas de dessalinização implantados pelo projeto, em parceria com instituições federais, estaduais e municipais, captam as águas subterrâneas salobras e salinas. Essa água bruta passa pelo dessalinizador e é distribuída para a comunidade por meio de chafarizes.

“Aqui mesmo no Ceará com apoio do Ministério do Meio Ambiente, nós implantamos mais de 250 dessalinizadores. Se isso continuar e se até acelerar, sair de um programa e se tornar uma política publica, seria muito interessante porque a água do poço é, em muitos casos salobra, e muitas vezes a única água disponível que tem para a população rural difusa”, disse Francisco Teixeira.

No ano de 2018, a prefeitura de Caucaia garantiu recursos para instalação da Usina de Dessalinização.