Categorias
Esporte Deu Zebra

Postura alvinegra para os dois próximos confrontos será decisiva no resultado

Após dois confrontos seguidos sem apresentar o futebol esperado (um pelo Campeonato Cearense e outro pela Copa do Brasil), o Ceará tem dois desafios difíceis pela frente. No sábado (6), o Vozão pega o Náutico, em casa, para tentar seguir em frente no Nordestão. Já na próxima quarta (10), o segundo jogo contra o Floresta promete – o primeiro terminou 2 tentos para cada.

Contra o Corinthians, último jogo do Vozão, nos últimos 15 minutos nos quais o time resolveu jogar, apareceu o volume de jogo e a qualidade individual do elenco. No primeiro duelo contra o Floresta – a mesma coisa. Diante das atuações do alvinegro e, principalmente, de sua postura no início dos jogos, o mais comum é o torcedor questionar: por que o Lisca insiste tanto no que não funciona?

Alvo de intensas críticas da torcida, o meia Ricardinho está sendo sacrificado pelo panorama montado por Lisca. O meia apresenta um ótimo passe e visão aprofundada para os pontas – que não vem sendo utilizadas. Baxola, que ocupa a parte esquerda do time adversário, tem seu futebol limitado pelo espaço imposto por Lisca. O meia, que saiu lesionado contra o Corinthians, infelizmente, fica com seu futebol enjaulado pela formação.

Postura

Nos próximos jogos – decisivos – a postura alvinegra precisa ser outra desde o início. Jogadores, como Fernando Sobral e Wescley (mesmo não estando em condições físicas ideais), precisam de mais oportunidades. Lisca precisa ser menos rígido na formação e testar o melhor que o time pode dar. Jogadores de qualidade são evidentes no elenco, basta que tenham a chance de jogar conforme suas características.

Categorias
Esporte Deu Zebra

Como os times chegam para as semifinais do Cearense

Os primeiros confrontos das semifinais do Campeonato Cearense começam nesta quarta-feira (27) – Ceará x Floresta, Fortaleza x Guarany de Sobral. Os jogos marcam a reta final de uma competição cheia de surpresas e expectativas para o resto do ano.

Dentro de campo, os técnicos das duas equipes que disputarão a Série A em 2019 têm dores de cabeça pela frente. Se por um lado, as dúvidas de Lisca são por bons motivos, por outro, Rogério Ceni não contará com seis de seus jogadores.

Do outro lado, Floresta e Guarany não eram nem de longe os favoritos para chegar às semifinais. Na reta final, arrancaram arrancaram os resultados necessários e deixaram os concorrentes para trás. Agora, prometem dar trabalho aos grandes da Capital.

Ceará

As últimas atuações do atacante Ricardo Bueno dão uma boa dor de cabeça para o técnico Lisca. O jogador, agora, é a cara de gol do torcedor alvinegro. Questionado sobre o assunto, o técnico não garantiu, mas deu a entender (e muito) que Bueno será o dono do ataque: “ele está pedindo passagem“.

Fortaleza

Ceni terá cinco desfalques consideráveis para escalar o Tricolor. O zagueiro Juan Quintero e o lateral-esquerdo Carlinhos, suspensos; os laterais Tinga e Bruno Melo (departamento médico); e o zagueiro Nathan Ribeiro, por lesão. A boa novidade no Leão é a volta do volante Felipe.

Floresta

Os velozes Thalison e Renê são as principais marcas para tentar desbancar os adversários. Na grande área, o técnico Paulinho Kobayashi conta com a volta de Paulo Vyctor, que se junta a Erison para tentar balançar a rede adversária. Dessa vez, o embate com o Vozão será solo irregular do Domingão (o que pode beneficiar o Floresta).

Guarany de Sobral

A maior surpresa nas semifinais aposta no mando de campo para surpreender o Leão. Desde que o técnico Gilmar Silva assumiu o comando, o Cacique só ganha diante da torcida. Assim, o que se espera é que o jogo desta quarta esteja tomado por rubro-negros. O atacante Waldison, que vem marcando gols decisivos, poderá contar com até 5 mil torcedores.

Categorias
Esporte Deu Zebra

O que rolou no segundo Clássico-Rei do ano

No segundo Clássico-Rei do ano, dessa vez com gols, mas, ainda, com muitas chances desperdiçadas, Ceará e Fortaleza terminaram no 1×1 e posições diferentes na tabela. Dessa vez, pela Copa do Nordeste, o Vozão foi melhor durante todo o primeiro tempo, já o Leão jogou bem os primeiros 20 minutos da segunda etapa. No fim, ainda teve confusão entre os jogadores das duas equipes.

O jogo equilibrado mostrou, mais uma vez, qualidade nas duas equipes. O Vozão conseguia boas jogadas pela direita, principalmente com Leandro Carvalho, o nome alvinegro na partida. Já o Leão, apostou na velocidade de Edinho e Osvaldo pelas pontas. Diferente do primeiro Clássico-Rei do ano, os jogadores conseguiram balançar a rede adversária: Baxola pelo Ceará e Éderson para o Fortaleza.

Com o resultado, o Leão lidera o Grupo A, com os mesmos nove pontos do vice-líder Santa Cruz, mas fica a frente dos pernambucanos pelo saldo de gols – o ataque tricolor fazendo a diferença – +5 contra 0. Já o Vozão está em segundo do Grupo B (embora tenha 3 pontos a mais que o tricolor), com 12, dois a menos que o líder Botafogo-PB.

Na penúltima rodada, o Vovô recebe o Santa Cruz, às 16h do sábado (23). E o Leão  visita, simultaneamente, o Moto Club.

Lisca irritado

O empate fez o Ceará cair uma posição na tabela de classificação. Em coletiva, após o fim da partida, o técnico Lisca criticou a fórmula de disputa da Copa do Nordeste. “O regulamento é um absurdo. Você não joga contra os seus concorrentes. O confronto direto não existe na competição, você ganha e o seu concorrente também“, criticou o técnico.

O Vozão está apenas dois pontos na frente do 5º colocado, o CSA, que soma 10. Os dois times que fecham o G4 do Grupo B são ABC-RN e Náutico-PE, ambos com 11 pontos. Restam ainda duas rodadas na fase classificatória. 

Confusão

Com uma segunda etapa muito movimentada, teve, também, confusão dentro de campo – a partida ficou paralisada por alguns minutos e o árbitro acabou dando sete minutos de acréscimos.

Após a partida, Fabinho (Ceará) criticou a postura de Derley durante o tumulto em campo. “Quis agitar. Não precisava disso“, afirmou. Já Osvaldo (Fortaleza) disse que Leandro Carvalho provocou a torcida do tricolor. “O Derley foi tirar satisfação. Teve empurra-empurra. As expulsões foram corretas“.

Categorias
Esporte Deu Zebra

Ceará decepciona: Lisca mexe mal e não consegue evitar derrota

No primeiro grande desafio do Vozão, em 2019 (tirando, é claro, o Clássico-Rei), o que poderia ser a definição do “padrão de jogo que dá certo“, acabou deixando o torcedor frustrado com o desempenho do time. O jogo válido pela terceira fase da Copa do Brasil, entre Ceará e Corinthians, demorou a deixar a bola rolar mas, quando rolou, não parou mais.

Mesmo prejudicados com a situação do gramado – encharcado pela forte chuva que caiu sobre a Capital – os dois times conseguiram criar jogadas e chegaram com perigo à meta adversária. Mas, a visita do Timão que se mostrava complicada até certo momento do confronto, no Castelão, deslanchou no segundo tempo: 3 x 1 para o alvinegro paulista.

Nos primeiros 90 minutos da terceira fase da competição, Júnior Urso abriu o placar (em jogada que deveria ser anulada com um impedimento), e Juninho empatou. Então, Vagner Love e Jadson garantiram a vitória corintiana na segunda etapa após um apagão do Vozão. O time comandado por Lisca, mais uma vez, até conseguiu criar, mas vacilou na finalização.

O principal responsável alvinegro cearense por balançar a rede, Roger, na primeira vez que reencontrou seu ex-clube, fez pouco. Fora as bolas perdidas, teve duas chances claras e errou ambas: primeiro pelo chão, em finalização colocada; depois, em cruzamento, com conclusão fraca para a defesa de Cássio.

Na segunda etapa, o Ceará sentiu os gols sofridos e se desorganizou. No ataque, o alvinegro cearense pecou no último passe e na finalização – algo comum nos últimos jogos – enquanto via o rival muito mais eficaz na troca de passes. O técnico Lisca não conseguiu, também, mexer no jogo com as alterações feitas. A fragilidade acabou traduzida no placar.

O triunfo dá ao time de Fábio Carille a possibilidade de perder por até um gol de diferença no jogo de volta, que acontece na Arena no dia 3 de abril. Não há critério de gol qualificado fora de casa, assim, qualquer vitória do Ceará por dois gols leva tudo para as penalidades.

Categorias
Esporte Deu Zebra

Araruna diz que Ceni mandou mensagem “confia em mim”

Reforço do Leão, o volante Araruna, de 23 anos, velho conhecido de Rogério Ceni, que o lançou ao time profissional do São Paulo em 2017, falou sobre a alegria de ter recebido uma mensagem do treinador e ídolo são paulino, que pediu a sua contratação ao clube cearense e foi atendido.

Fiquei muito feliz quando o Rogério me mandou mensagem. É um cara que confia no meu trabalho. Vou treinar como sempre fiz, forte, para que ele tome as decisões e assim eu possa ajudar o time“, disse Araruna em entrevista coletiva.

O mais novo reforço e provável titular no setor de meio campo, que jogará no Fortaleza por empréstimo até o fim do ano, treinou normalmente com todo o elenco e já está à disposição do técnico Rogério Ceni para as três competições em que o Leão está: Copa do NordesteCearense e Copa do Brasil.

Araruna deve estrear neste domingo (17), no segundo Clássico-Rei do ano, dessa vez, pela Copa do Nordeste, às 18h, no Castelão. O clube nordestino bancará o salário integral de Araruna. Mais uma boa dor de cabeça para o técnico do Leão que, mesmo mantendo um bom desempenho nos últimos jogos, precisa avançar em alguns setores.

Categorias
Esporte Deu Zebra

Zagueiro Nathan Ribeiro, do Fluminense, pode chegar ao Pici por empréstimo

O Fortaleza continua no mercado da bola, dessa vez, em busca de um zagueiro. Nesta segunda-feira (25), o Globo Esporte informou que o Leão está de olho no defensor Nathan Ribeiro, jogador do Fluminense – o atleta viria por empréstimo. O contrato de Nathan com o clube carioca vai até o dia 31 de dezembro, e parece não haver interesse em renovar com o atleta.

O zagueiro deve viajar esta semana a Fortaleza – podendo, ainda, jogar pelo Flu nesta terça-feira (26) pela Copa Sul-Americana. Nathan tem 28 anos e passou sua carreira profissional inteira no Qatar. O atleta chegou ao Fluminense em 2018 e jogou apenas cinco vezes até ser emprestado ao Kashiwa Reysol, do Japão. Retornou para 2019 ao Tricolor Carioca e defendeu a camisa do time em quatro jogos.

Categorias
Esporte Deu Zebra

Leão vendeu em um dia as 4 mil camisas colocadas como meta para volta de Osvaldo

Para finalizar a contratação de um dos ídolos tricolores, o Fortaleza lançou uma campanha para o torcedor participar diretamente da volta do atacante Osvaldo. Para garantir o retorno do atleta, segundo a campanha, o Leão colocou a meta de vender quatro mil camisas oficiais para que possa cumprir o trato estabelecido e efetivar a contratação do atleta.

Os números parecem baixos para os torcedores tricolores. A torcida atendeu prontamente ao pedido e todas as unidades foram esgotadas em 24h.

Durante toda a quinta-feira (14), os pontos de venda oficiais do clube estiveram lotados. O Fortaleza disponibilizou duas camisas oficiais (Centenarium e Tradição) por R$ 100 cada uma, somando, assim, pelo menos, R$ 400 reais em 24 horas – em menos de 12 horas, o clube havia vendido quase 3 mil peças. A informação foi divulgada no início da tarde pela assessoria de imprensa do Leão.

Em 2018, o atacante teve uma breve passagem pelo Pici e, após rescisão com o Buriram United, da Tailândia, Osvaldo Retorno ao time cearense. O contrato é de duas temporadas

Categorias
Esporte Deu Zebra

Primeiras emoções no Cearense!

Olha aí: 2019 acaba de começar e a bola já rola pelo Campeonato Cearense! Nesse final de semana foram 3 partidas válidas pela 1ª rodada do Cearense: Ferroviário 2 x 3 Atlético – CE; Horizonte 1 x 1 Guarany – CE; e Barbalha 2 x 0 Iguatu. Na quarta-feira, 9, às 17 hrs, o Floresta pega o Guarani de Juazeiro, encerrando a primeira rodada.

A primeira fase é disputada em turno único por oito equipes: FC Atlético, Ferroviário, Horizonte, Guarany de Sobral, Barbalha, Iguatu, Floresta e Guarani de Juazeiro. Todos jogam contra todos e os seis primeiros avançam para a segunda fase, enquanto os dois últimos estarão rebaixados.

Mas, se liga na novidade: o time que se classificar com a primeira colocação dessa etapa inicial irá garantir vaga na Copa do Brasil de 2020.

Campeonato com nova cara!

Na primeira fase, oito times se enfrentam em turno único na busca por seis vagas na segunda fase para se juntarem a Ceará e Fortaleza, campeões e vice-campeões respectivamente, no ano passado. Além disso, os dois últimos estão rebaixados para a segunda divisão estadual em 2020.

Na segunda fase, os oito times (os seis classificados mais Ceará e Fortaleza) se enfrentam em turno único, onde os quatro primeiros avançam para às semifinais. Se as equipes terminarem com a mesma pontuação, será seguido os seguintes critérios: mais vitórias – melhor saldo de gols – mais gols pró – confronto direto e sorteio.

As Semifinais e Final serão disputadas no mata-mata, com jogos de ida e volta. Se persistir o empate, os critérios serão: melhor saldo de gols no confronto – melhor campanha na segunda fase – para a final conta também a campanha da semifinal.

Categorias
Deu Zebra Destaque2 Destaque3

Tá falando com ele! Sérgio Pinheiro deixa o futebol cearense aos 75 anos

Após duas décadas de TV Verdes Mares, o comentarista esportivo Sérgio Pinheiro faleceu na manhã desta sexta-feira, 4, aos 75 anos, vítima de uma infecção. Sérgio estava internado no Hospital Gastroclínica há vários dias. Ele deixa a esposa, Maria Luíza Pinheiro, uma filha e dois netos.

Ao lado de Bosco Farias e da equipe Apaixonados Pelo Futebol, na Rádio Expresso FM (104.3), o comentarista fez sucesso com análises esportivas sobre o futebol cearense. Atualmente, fazia comentários no programa das 11 hrs e, à noite, comandava o Tá Falando com Ele!, mas estava afastado do ar há pelo menos 6 meses.

O comentarista trabalhou por cerca de 20 anos, entre períodos alternados, tanto na Rádio Verdes Mares como na TV Verdes Mares. O local e horário do velório ainda não foram divulgados, mas o sepultamento ocorrerá no cemitério Parque de Paz, às 9h30 deste sábado, 5.

Categorias
Esporte Deu Zebra

Pré-temporada do Leão começa nesta quarta-feira

Participando de 4 competições em 2019 (Cearense, Copa do Brasil, Copa do Nordeste e Série A), o Leão volta às atividades nesta quarta-feira, 2. A reapresentação acontece desde às 8h, na sede do Pici, na Universidade Federal do Ceará (UFC).

Pela manhã, no Pici, os atletas realizam avaliações médicas e fisioterápicas. Já no período da tarde, os jogadores se apresentam ao técnico Rogério Ceni, no gramado do CT Ribamar Bezerra, em Maracanaú. 

O Leão já garantiu 9 contratações e 3 renovações/extensões para 2019. São eles: Felipe Alves (goleiro), Patrick (zagueiro), Carlinhos (lateral-esquerdo), Diego Ferreira (lateral direito), Paulo Roberto (volante/meia), Madson (meia-atacante), Júnior Santos (atacante), Edinho (atacante), Pedro Júnior (atacante); além da permanência de Derley, Roger Carvalho e Ederson.

O primeiro jogo oficial do tricolor, no entanto, será no dia 15 de janeiro, às 20h30, na 1ª rodada do Nordestão, contra o Náutico, em Recife.