Categorias
Política Destaque2 Destaque3

Fernando Hugo comunica problema de saúde para justificar licença da AL

O deputado estadual Fernando Hugo (PP), reeleito, em 2018, com 49.111 votos, anunciou, durante pronunciamento, nesta terça-feira (19), na Assembleia Legislativa, que, por problema de saúde, está pedindo licença após 29 anos de atividades parlamentares. Hugo não declinou o problema de saúde, mas, ao falar, de forma ofegante, expôs cansaço.

O pedido de licença de Fernando Hugo proporciona a convocação do suplente Manoel Duca da Silveira, do PDT.

Duca recebeu, em 2018. 42.437, não conseguiu renovar o mandato, ficou como segundo suplente da coligação puxada pelo PDT, e recebeu a garantia do Governador Camilo Santana que, logo no início desta legislatura, estaria no exercício do mandato. Camilo cumpriu a promessa e Duca está de volta à Assembleia Legislativa.

À espera da convocação

Irmão de Manoel Duca, o suplente de deputado federal Aníbal Ferreira Gomes, do DEM, continua aguardando a convocação para voltar a Brasília. Aníbal é o primeiro suplente da coligação liderada pelo PDT. Lideranças regionais do DEM tinham expectativa de que, no início da atual legislatura, Aníbal seria convocado.

A vaga para Aníbal voltar à atividade parlamentar estava garantida com o convite ao deputado federal Mauro Filho (PDT) para a Secretaria de Planejamento do Estado. Mauro assumiu o cargo no dia primeiro de janeiro e, no dia primeiro de fevereiro, se licenciou para assumir o mandato na Câmara Federal e decidiu não voltar ao Planejamento.

A decisão frustrou o DEM e deixou nas mãos do Governador Camilo Santana a solução para contemplar Aníbal Ferreira Gomes.

A solução ainda não apareceu e, para não deixar dois irmãos, que lideram   na Região do Vale do Acaraú, fora do cenário político, foi costurada, sob o olhar do Palácio da Abolição, a licença de Fernando Hugo e, como desdobramento, a convocação de Manoel Duca.