Categorias
Cidade

Maio registra abertura de 32,1 mil novas vagas de emprego no país

A criação de empregos com carteira assinada teve saldo positivo em maio, com a criação de 32.140 vagas, informa o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado hoje (27) pelo Ministério da Economia. O indicador mede a diferença entre contratações e demissões. O saldo positivo em maio foi resultado de 1.347.304 admissões contra 1.315.164 desligamentos ocorridos no período.

É o terceiro ano seguido em que o mês de maio apresenta saldo positivo, apesar de uma ligeira queda no volume total de novas vagas na comparação com o mesmo mês nos anos de 2017 (34,2 mil) e 2018 (33,6 mil).

Para o secretário de Trabalho do Ministério da Economia, Bruno Dalcolmo, o resultado do mês está em sintonia com o desempenho da economia, mas ainda abaixo do desejado.

“A geração de emprego está em linha com o que a economia vem demonstrando, da mesma forma que, nos últimos anos, o crescimento não foi tão grande quanto se gostaria”, afirma Dalcolmo. Apesar de a criação de empregos ter diminuído no mês passado, na comparação com anos anteriores, Dalcolmo não vê tendência de queda. “Não há tendência nem de subida, nem de descida [na geração de empregos]. Significa uma economia que está um pouco em compasso de espera, a ser definido por outros pontos importantes como a reforma da Previdência.”

No acumulado do ano, foram criados mais 351.063 postos de trabalho, o que elevou para 38,761 milhões o estoque de empregos formais no país. É o maior estoque desde 2016, quando o Caged registrou 38,783 milhões de empregados com carteira assinada.

Destaques

O crescimento do número de vagas em maio foi impulsionado pela agropecuária, setor que registrou, sozinho, a abertura de 37.373 empregos. O cultivo do café e da laranja responde pela maior parte das contratações, cerca de 33 mil. Também aparecem com destaque atividades de apoio à agricultura e a criação de bonivos.

“Esse resultado se explica também, como nos outros anos, pelo bom desempenho de café e laranja. São empregos que têm importância sazonal nesse mês, especialmente em Minas Gerais e em São Paulo”, explica o subsecretário de Políticas Públicas e Relações de Trabalho do Ministério da Economia, Matheus Stivali.

Na construção civil, foram abertos 8.459 empregos, principalmente em obras de construção de rodovias e ferrovias, projetos para geração e distribuição de energia elétrica e instalações elétricas. Em seguida, aparece o setor de serviços, com saldo positivo de 2.533 novas vagas, destaque para serviços médicos e odontológicos, ensino, comercialização e administração de imóveis e instituições de crédito e seguros. Administração pública (1.004) e extração mineral (627) também registraram resultado positivo.

No comércio, tanto varejista quanto atacadista, porém, houve mais demissões do que contratações, com o fechamento de 11.305 postos de trabalho. Em seguida, aparece a indústria de transformação, que fechou 6.136 empregos. Segundo Stivali, o resultado no comércio explica -se pelo fechamento de duas grandes empresas de terceirização em São Paulo, que demitiram um grande número de empregados.

O salário médio de admissão no mês de maio foi de R$ 1.586,17, e o salário médio de quem foi demitido, de R$ 1.745,34 no mesmo período.

Regiões

No recorte geográfico, quatro das cinco regiões do país tiveram saldo positivo na geração de empregos, com destaque para o Sudeste, que respondeu por 29.4 mil empregos, seguido por Centro-Oeste (6.148), Norte (4.110) e Nordeste (3.319). A exceção foi a Região Sul, que terminou o mês com o fechamento de 10.935 vagas formais de emprego. 

Categorias
Interior

Maio Amarelo promove palestra nesta quinta (16) na Escola Aba Tapeba

A Autarquia Municipal de Trânsito de Caucaia (AMT) promove nesta quinta-feira (16) mais uma atividade do Maio Amarelo, mobilização mundial cujo objetivo é chamar a atenção da sociedade para o elevado índice de mortos e feridos em acidentes.

Representantes da AMT passarão o dia todo na Escola Aba Tapeba, localizada na Jandaiguaba. Os alunos assistirão a uma palestra sobre segurança no trânsito e participarão de atividades educativas relacionadas ao tema.

Na sexta-feira (17), os agentes da Autarquia visitarão a Estola Rita de Cássia Brasileiro, localizada no Araturi, na Grande Jurema, e a Escola Osmar Diógenes, no Conjunto Metropolitano (Picuí).

Já na próxima segunda-feira (20), uma palestra sobre a importância de motoristas e pedestres obedecerem às leis de trânsito será ministrada em duas sedes da empresa Aço Cearense.

Categorias
Cotidiano Destaque2

Confira o que abre e o que fecha neste feriado do Dia do Trabalhador

Hoje é quarta-feira, dia 1º de maio, data em que se celebra o Dia do Trabalho, feriado comemorado em diversos países do mundo. Fique ligado no funcionamento dos principais serviços em Fortaleza na data:

+ O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas, Assis Cavalcante, informa que o comércio no Centro será fechado nesta quarta-feira, dia 1º;

+ Segundo a Associação Cearense de Supermercados (Acesu), os supermercados de Fortaleza funcionarão normalmente no feriado, com exceção de Assaí, Extra e Pão de Açúcar. O primeiro não abre, já o Extra e o Pão de Açúcar terão horários específicos para o feriado dependendo de cada unidade.+

+ Bancos não funcionarão, segundo o Sindicato dos Bancários do Ceará.

+ Já De acordo com a assessoria, os postos funcionarão normalmente neste feriado.

+ A Cagece funcionará em regime de plantão para atendimento de manutenção das redes de água e esgoto em Fortaleza e no Interior do Estado.

+ A Cia. Cearense de Transportes Metropolitanos (Metrofor) informou que na quinta-feira (18) haverá operação normal nas linhas Sul, Oeste, VLT Parangaba-Mucuripe e nos VLTs de Sobral e Cariri. Na sexta-feira (19) e no domingo (21), não haverá operação nas linhas do sistema metroviário.

SHOPPINGS

Shopping Aldeota

O Shopping Aldeota funcionará em horário especial nesta quarta-feira (1º).

As lojas fecharão, enquanto a praça de alimentação, os equipamentos de lazer e o Pão de Açúcar funcionam nos seguintes horários:

+ Praça de Alimentação: das 11 às 21 horas

+ Pão de Açúcar: das 7 às 21 horas

+ Cinema: das 13 às 21 horas

Iguatemi

+ As lojas e quiosques vão estar fechados.

+ As praças de alimentação e lazer funcionam de 10h30min às 22 horas.

+ Os cinemas atendem o público de 12 às 23 horas.

+ O supermercado Extra também funciona, das 7 à 0 hora.

Grand Shopping

+ Lojas e quiosques do Grand Shopping não abrirão.

+ As áreas de alimentação e lazer funcionarão normalmente, das 11 às 22 horas.

+ Os cinemas funcionarão normalmente, de acordo com as sessões dos filmes.

Shopping Parangaba

+ No dia 1º de maio, a praça de alimentação e lazer funcionarão das 11 às 22 horas.

+ As lojas e quiosques estarão fechados.

+ O Cinema funcionará normalmente.

RioMar Fortaleza e RioMar Kennedy

+ Nos dois shoppings do Grupo JCPM, as lojas, quiosques e órgãos públicos estarão fechados.

+ Praça de alimentação, lazer e cinema terão funcionamento normal durante todo o dia.

Shopping Benfica

+ Lojas, quiosques, boxes, farmácia Pague Menos e Lojas Americanas estarão fechadas.

+ Praça de alimentação, cinema e brinquedos abrem das 11:30 às 22 horas. Mercadinho São Luiz funciona de 08 horas às 21.

Dragão do Mar

+ O Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura funciona normalmente nesta quarta-feira (1º).

+ Além de programação no cinema, teatro e dança, haverá sessões especiais no Planetário.

Você conhece a história do dia do Trabalho? Fique por dentro do que originou esse feriado com a matéria, direto da redação do Ceará Agora, de Matheus Lima: