Categorias
Política Nacional Destaque2

Ministro do Turismo deve ficar no cargo até segunda-feira, de acordo com Jair Bolsonaro

O ministro do Turismo , Marcelo Álvaro Antônio, permanece no cargo até segunda-feira como todos os outros 22 ministros, de acordo com informações de Jair Bolsonaro. O presidente contou que conversou com o ministro da Justiça, Sergio Moro, sobre a prisão do assessor e que vai conversar de novo na volta ao Brasil.

O assessor Mateus Von Rondon Martins, considerado o braço-direito do ministro na pasta, foi preso nesta quinta-feira pela Polícia Federal na segunda fase da Operação Sufrágio Ostentação. A ação é um desdobramento das investigações sobre o uso de candidatas laranjas pelo PSL na eleição de 2018.

Jair Bolsonaro disse que já determinou ao ministro que amplie as investigações para todos os partidos que tenham tido exemplos de candidaturas que receberam alto volume de recursos públicos eleitorais, com votação ínfima, clássico indicativo de que as campanhas foram de fachada.

Determinei à PF que investigue todos os partidos onde candidatas receberam quantidades enormes e tiveram votos mínimos. Tem que valer para todo mundo. Não ficar fazendo pressão em cima do PSL para tentar me atingir, afirmou o presidente, em entrevista coletiva, dizendo haver casos tão ou mais graves em outras legendas.