Categorias
Alverne Lacerda Trici FM Correspondentes

Exército substituirá os carros-pipa em Tauá a partir do dia 1 de outubro, segundo Coronel Magno

O abastecimento de água no município de Tauá está comprometido por conta da suspensão de funcionamento de 13 carros-pipa que abastecem a região. Em entrevista a rádio Trici FM 106.1, o Coronel Magno, do 40º Batalhão De Infantaria, forneceu explicações sobre a situação.

Segundo o Coronel, houve uma quebra de regras no contrato com o Exército por parte dos 13 carros-pipa que operavam na região, então a suspensão das atividades dos veículos foram obrigatórias.

O correspondente Alverne Lacerda revelou novas informações sobre a falta de abastecimento de água na região dos Inhamuns, no município de Tauá, em sua participação, no Jornal Alerta Geral (Expresso Fm 104.3 na Grande Fortaleza + 26 emissoras no Interior + Redes Sociais).

Alverne relata que, segundo informações do Coronel Magno, o Exército substituirá os carros-pipa a partir do dia 1º de outubro e que será normalizado a situação do abastecimento de água na zona rural do estado.

Confira mais informações com o correspondente do Jornal Alerta Geral, Alverne Lacerda:

Categorias
Estadual Economia

Governo do Ceará participa da primeira reunião do Consórcio Nordeste em Salvador

A vice-governadora do Ceará, Izolda Cela, participou, nesta segunda-feira (29), da primeira reunião do Consórcio Nordeste. O encontro aconteceu na cidade de Salvador, e reuniu representantes do poder Executivo dos nove estados do nordeste. O objetivo é estabelecer uma maior cooperação política, econômica e social para alavancar o crescimento da região.

Com o Consórcio Nordeste, os governadores esperam realizar parcerias em áreas como educação, turismo, troca de tecnologia e ações de preservação ambiental. Além disso, será possível fazer licitações conjuntas, o que diminuirá o preço dos materiais adquiridos.

No primeiro ano, o projeto será presidido pelo governador da Bahia, Rui Costa (PT). A reunião também serviu para fazer encaminhamentos sobre o plano de trabalho do pacto.

Consórcio Nordeste

Criado em março deste ano, o Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste é uma parceria para melhorar os gastos públicos, levar mais eficiência à gestão e desenvolver ações sociais para a população dos nove estados que integram a associação pública: Pernambuco, Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe.

O colegiado vai atuar nas áreas de desenvolvimento econômico, infraestrutura; ciência, tecnologia e informação; desenvolvimento social; segurança pública e administração penitenciária; meio ambiente; desenvolvimento da gestão; articulação política, jurídica e institucional e no desenvolvimento da comunicação pública e estatal.

Categorias
Política Destaque2

Bate Papo: visando fortalecer relações, governadores do Nordeste se reúnem hoje na Bahia

Os governadores nordestinos se reúnem nesta segunda-feira (29), na Bahia, para debater a instalação do Consórcio Nordeste, que prevê parcerias entre os estados em diversas áreas. Por questões de saúde, o governador Camilo Santana (PT) ainda não confirmou a presença na reunião. Nesse caso, a vice, Izolda Cela, deve estar presente.

O assunto ganhou destaque no Bate Papo Político do Jornal Alerta Geral (Expresso Fm 104.3 na Grande Fortaleza + 26 emissoras no Interior + Redes Sociais) desta segunda-feira (29), ente os jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida, que comentaram a importância do encontro para o estado cearense.

Segundo o jornalista Beto Almeida, os governadores têm como pauta principal os apontamentos de como o Consórcio do Nordeste irá ajudar os estados nordestinos. Além de fortalecer a relação entre eles, a parceria poderá baratear os serviços na região. A criação do consórcio foi aprovada nas assembleias legislativas do Ceará e dos outros oito estados em maio deste ano.

Eleição

A região nordeste foi a única em que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) perdeu no segundo turno das eleições presidenciais de 2018. Fernando Daddad (PT), segundo colocado no pleito, recebeu 69,7% dos votos válidos, enquanto Bolsonaro registrou 30,3% dos votos na região.

Diante das recentes polêmicas envolvendo o presidente e governadores da região, os chefes do executivo intensificaram reuniões. Nesse sentido, hoje, o Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste deve ser instalado oficialmente.

Categorias
Política

Em meio a tensão, Bolsonaro chega ao Nordeste para inaugurar aeroporto na Bahia

Programado para 11 horas, o evento que terá como foco a inauguração do Aeroporto Glauber Rocha em Vitória da Conquista, na Bahia, marca mais um episódio de desgaste na relação do presidente Jair Bolsonaro e os governadores do Nordeste. Neste caso, entre Bolsonaro e o chefe do executivo na Bahia, Rui Costa (PT).

O governador do estado da Bahia decidiu não comparecer a entrega do novo empreendimento devido “as sucessivas grosserias por parte do presidente Jair Bolsonaro e do Governo Federal”, afirmou o petista em entrevista ao jornal O POVO.

A festa de entrega do aeroporto acontece três dias depois de Bolsonaro ter chamado os nordestinos de “paraíbas”, termo pejorativo. As obras do prédio começaram em 2010 no fim do governo Lula (PT) e se estenderam até o ano passado, de acordo com o governo da Bahia.

Ao todo, a construção custou R$ 106 milhões – R$ 75 milhões do Governo Federal e R$ 31 milhões de contrapartida da gestão local. O novo aeroporto teve o terminal de passageiros ampliado e passou a ter capacidade para 500 mil usuários por ano.

Convidado a participar do evento, Bolsonaro aumentou a lista de convidados para 600 e fechou o acesso ao local, antes permitido para qualquer pessoa. Desse número, apenas 100 seriam de indicação de Costa. O presidente também eliminou referências ao Executivo estadual em placas que aludiam à finalização das obras.

Categorias
Nacional Destaque2

No Nordeste, quase 300 mil pessoas não retiraram o PIS/Pasep

Um total de 2,04 milhões de trabalhadores que tinham direito ao abono salarial PIS/Pasep do ano-base 2017 não retiraram o valor. O dinheiro equivale a R$ 1,32 bilhão e ficou retido no Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

A informação foi divulgada pela Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia nessa sexta-feira (6) e representa 91,72% do valor disponível para ser pago.

O Nordeste foi uma das regiões com maior número de pessoas que não sacaram o benefício. Ao todo, foram 296.451, seguida do Centro-Oeste (212.493) e Norte (127.605). As regiões Sudeste (1.001.660) Regiões Sul (400.208) registraram o maior número.

Por outro lado, 22,6 milhões de trabalhadores nos últimos 11 meses sacaram o PIS/Pasep, cujo prazo terminou em 28 de junho. O valor representa um acréscimo de R$ 17,3 bilhões na economia do país.

Quem tem direito

– Os inscritos no Programa de Integração Social (PIS) ou no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) há pelo menos cinco anos;

– Quem trabalhou com carteira assinada por pelo menos 30 dias em 2017, recebendo até dois salários mínimos;

– Os dados do trabalhador precisam estar informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

Retirada

Os empregados da iniciativa privada sacaram o abono do PIS nas agências da Caixa Econômica Federal. Já os servidores públicos e empregados de estatais fizeram a retirada nas agências do Banco do Brasil. O abono salarial ano-base 2017 começou a ser pago em 26 de julho de 2018.

O valor recebido depende do tempo trabalhado formalmente em 2017. Quem trabalhou por apenas 30 dias sacou o valor mínimo, que é de R$ 84. A quantia subia 1/12 por mês trabalhado até atingir um salário mínimo (R$ 998), para quem trabalhou durante todo o ano.

O trabalhador que não fez o saque no prazo estabelecido, até 28 de junho, deverá buscar orientações em uma das unidades de atendimento da Secretaria de Trabalho ou entrar em contato com a Central de Atendimento 158 para informar-se sobre como proceder.

(*) Informações da Agência Brasil.

Categorias
Nacional Economia

Governadores dos estados do Norte e Nordeste querem mudanças na proposta de reforma tributária

Os governadores das regiões Norte e Nordeste estão coordenando um movimento para promover alterações na proposta de reforma tributária aprovada recentemente pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados.

Com autoria do deputado Baleia Rossi (MDB-SP) e do economista Bernard Appy, o texto em discussão prevê a substituição de cinco tributos, PIS, Cofins, IPI, ICMS estadual e ISS municipal, por um só, o Imposto sobre Bens e Serviços (IBS). A arrecadação seria compartilhada entre o governo federal, estados e municípios.

A equipe econômica do governo Jair Bolsonaro também prepara uma proposta de reforma tributária, mas ainda não foi detalhada. A expectativa é que deva unir apenas os tributos federais, ou seja, não deve inclui impostos estaduais.

Entre as mudanças defendidas está a de que o texto passe a prever a redução gradual na participação da União na divisão dos recursos arrecadados através do Imposto sobre Bens e Serviços (IBS). Outra medida é que apenas os estados e municípios possam legislar sobre esse tributo.

Os estados do Norte e Nordeste defendem ainda a criação de um fundo de desenvolvimento regional constitucional, e que o comitê gestor do Imposto sobre Bens e Serviços (IBS) seja formado apenas por representantes de estados e municípios.

Categorias
Estadual

BNB destaca ações para fortalecimento das cadeias produtivas da pecuária na Pecnordeste

O presidente do Banco do Nordeste, Romildo Rolim, destacou o papel da instituição no fortalecimento de cadeias produtivas na abertura do Seminário Nordestino de Pecuária (Pecnordeste 2019), nesta quinta-feira, 13, no Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza.

No evento, que segue até o dia 15,  produtores rurais e público em geral podem conhecer linhas de crédito disponibilizadas pelo Banco do Nordeste a segmentos como ovinocaprinocultura, avicultura, bovinocultura, suinocultura, apicultura e meliponicultura. A Pecnordeste 2019 conta com o patrocínio do BNB e tem como tema de sua 23ª edição “Tecnologia e inovação para uma pecuária competitiva”.

Cerca de 20 de agentes do Programa de Desenvolvimento Territorial (Prodeter) do Banco do Nordeste atuam no evento prestando informações ao público sobre linhas de crédito voltadas para segmentos de pecuária no Estado. Atualmente o BNB trabalha 71 projetos do programa, que busca estruturar atividades econômicas específicas com o fortalecimento das cadeias produtivas na Região. No Ceará dois projetos voltados para o desenvolvimento da bovinocultura leiteira foram selecionados, nos Territórios do Médio e Baixo Jaguaribe e de Sobral.

Já no âmbito do Fundo de Desenvolvimento Econômico, Científico, Tecnológico e de Inovação (Fundeci), o Banco disponibilizou R$ 3,9 milhões não reembolsáveis para 14 projetos com soluções inovadoras para implementação do Prodeter.

“A Pecnordeste tem convergência com o papel do BNB, que é ser o banco do desenvolvimento da Região. Atuamos no crédito de longo prazo, com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste, o FNE, e no financiamento de curto prazo, por meio dos nossos programas de microcrédito. Desde o ano passado, estamos atuando de forma mais rápida, mais célere e mais eficiente”, afirmou o presidente do BNB, Romildo Rolim.

Ele também falou sobre o aperfeiçamento no processo de crédito passa pelo Prodeter, que leva desenvolvimento aos municípios, por meio de ações conjuntas com entidades parceiras.

“Não basta só dar o crédito, mas fazê-lo com responsabilidade e sustentabilidade”, argumentou.

O superintendente estadual do BNB no Ceará, Rodrigo Bourbon, frisou que o evento tem como objetivo melhorar o acesso ao conhecimento pelos produtores rurais, com ampla programação técnico-científica, composta de palestras, oficinas, minicursos, seminários e exposições.

“O Banco do Nordeste participa da edição Pecnordeste 2019 com um novo e importante olhar, pois insere em definitivo o Prodeter como metodologia inovadora e eficiente de acesso ao crédito produtivo destinado ao agronegócio cearense. Durante todo o evento, nossas equipes de gestores e agentes de desenvolvimento prestarão atendimento ao público do evento, divulgando linhas de financiamento e disseminando o Prodeter com produtores rurais e parceiros em geral”, informa Bourbon.

Categorias
Estadual

Encontro no Banco do Nordeste conecta empreendedores a soluções inovadoras

O Banco do Nordeste reúne, no dia 19, das 14h às 16h30, em sua  sede, em Fortaleza, dez startups nordestinas para apresentarem suas soluções para transformação digital para empresas.  Uma delas é a sergipana Pagcerto, destaque no cenário nacional no mercado de pagamentos. O sócio fundador, Arthur Barbosa, fará palestra no encontro denominado Open Innovation. O evento tem como tema central “Transformações digitais & meios de pagamento” e pretende conectar empreendimentos a soluções inovadoras.

O encontro é organizado em parceria com o Hub Inovação Nordeste (Hubine), iniciativa do BNB para fomento à inovação na Região. Na ocasião o superintendente estadual do Banco do Nordeste no Ceará, Rodrigo Bourbon, apresentará as oportunidades de crédito inteligente e conectado para empresas com propostas inovadoras, especialmente as de micro e pequeno porte. A linha FNE Inovação utiliza recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste e tem os juros ainda mais baixos e prazos maiores do que o crédito tradicional.

Por meio do FNE Inovação, o BNB financia pesquisa, desenvolvimento e inovação, suporte para criação de novos produtos, serviços ou sistemas que melhorem a produtividade das empresas. Também podem ser custeados registros de patentes, compra de softwares e equipamentos ou prestação de serviços que auxiliem projetos inovadores.

O Open Innovation é aberto ao público e será realizado no auditório Celso Furtado, na sede do Banco do Nordeste, que fica na Avenida Doutor Silas Munguba, 5.700, no bairro Passaré.

Categorias
Política

Governadores voltam a Brasília para discutir reforma da Previdência

Com a proximidade da apresentação do relatório da reforma da Previdência, prevista para esta semana na comissão especial da Câmara que analisa a proposta, cresce a pressão e a expectativa dos estados e municípios para permanecer no texto, como proposto originalmente pelo governo. Nesta terça-feira (11), os chefes dos governos estaduais desembarcam em Brasília para a 5ª Reunião do Fórum de Governadores, com o objetivo de afinar o discurso. A divulgação antecipada de uma carta pública na última quinta-feira (6) pelo Fórum desagradou alguns governadores da Região Nordeste.

O documento ressalta a importância dos estados serem garantidos no texto por causa do déficit nos regimes de aposentadoria e pensão de seus servidores. Apesar da assinatura de sete dos nove chefes do Executivo da região, eles negam que tenham aprovado o documento. A carta consta pontos específicos que os governadores querem retirar da proposta, como as mudanças no Benefício de Prestação Continua (BPC) e nas aposentadorias rurais.

Os governadores questionaram também a desconstitucionalização da Previdência e o sistema de capitalização, no qual se baseia o regime futuro de Previdência.

A pauta pra reunião prevê discussões em torno de temas que afetam diretamente o caixa dos governadores, entre eles o chamado de Plano Mansueto, um pacote de ajuda aos estados em dificuldades financeiras, e a Lei Kandir, que trata da ampliação do Fundo de Participação dos Estados (FPE) no Orçamento da União e do Novo Marco Legal do Saneamento Básico.

Categorias
Política Destaque1

“Existem divergências, mas a essência os une”, define Luzenor de Oliveira sobre carta assinada por governadores nordestinos

“Existem divergências, mas a essência os une” – assim, o jornalista Luzenor de Oliveira definiu, nesta sexta-feira (7), a carta assinada pelo governador cearense, Camilo Santana (PT), favorável a incluir estados e municípios nas mudanças da reforma da Previdência proposta pelo governo. Além de Camilo, outros oito governadores do Nordeste assinaram a carta.

No Bate Papo Político, Luzenor de Oliveira e Beto Almeida destacaram as três versões surgidas na quinta-feira (6), que, segundo eles, adotaram tons diferentes. Nas primeiras duas, com uma postura mais dura, o próprio Camilo Santana rejeitou o pedido de assinatura. Só na terceira, intitulada “Há um só Brasil que é de todos os brasileiros”, houve um consenso entre os governadores nordestinos.

O jornalista Beto Almeida falou, ainda, que os chefes estaduais da região se mostraram indignados com a postura adotada pelo governador de São Paulo, João Dória (PSDB) e Ibaneis Rocha (MDB), governador do Distrito Federal, e apostaram na assinatura de um documento que, apesar de favorável a entrada de estados e municípios na proposta, elenca uma série de pontos de divergência.

Acompanhe o documento na íntegra clicando aqui.