Categorias
Policial Destaque3

Polícia Cívil apreende 600 quilos de cocaína em Fortaleza

Durante operação em Fortaleza, a Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) apreendeu 600 quilos de cocaína e prendeu dois homens.

Segundo a polícia, esta é maior apreensão de cocaína já realizada na história da Polícia Civil do Ceará. A droga estava embalada em sacos plásticos e divida em vários tabletes.

O dia da operação e os detalhes sobre a prisão dos suspeitos ainda não foram divulgados. Mais informações serão repassadas em um coletiva de imprensa nesta terça-feira (15), na sede do Complexo de Delegacias Especializadas (Code), no Bairro Aeroporto.

Categorias
Cotidiano

Projeto capacita interessados para o enfrentamento à violência contra criança e adolescente

A Fundação Demócrito Rocha (FDR), a Universidade Aberta do Nordeste (Uane) e a Câmara Municipal de Fortaleza (CMF) lançam, no próximo dia 10 de outubro, o projeto “Infância protegida: enfrentamento à violência sexual contra criança e adolescente”.

O curso deve capacitar professores, líderes comunitários e profissionais da saúde a combater, de diferentes formas, a violência contra menores de idade. As inscrições começam nesta terça-feira, 1º de outubro, de forma gratuita.

 O curso conta com 140 horas/aula e deve ser desenvolvido na modalidade Ensino a Distância (EAD). As inscrições podem ser realizadas gratuitamente e participantes com desempenho satisfatório serão certificados pela Universidade Estadual do Ceará (Uece).

Além do mais, quatro encontros presenciais de seis horas devem ser realizados em Fortaleza nos dia 8, 22 e 29 de novembro e 6 de dezembro. O local ainda não foi definido. Em janeiro, uma revista será lançada reunindo as ações desenvolvidas por meio da participação dos principais atores e temas discutidos, além das conclusões e resultados alcançados.

As inscrições para o curso Infância Protegida começam nesta terça, 1º. Para isso, clique aqui. Já o lançamento do projeto ocorrerá em solenidade no próximo dia 10 de outubro, no plenário da Câmara Municipal de Fortaleza.

Categorias
Luzenor de Oliveira Destaque2

Cavalcante classifica como ‘maluquice’ derrubada de vetos à lei de abuso de autoridade

O deputado estadual delegado Cavalcante (PSL) classificou, nesta quarta-feira, como ‘maluquice’ a decisão do Congresso Nacional em derrubar 18 vetos  apostos à lei de abuso de autoridade pelo presidente Jair Bolsonaro. Cavalcante afirmou que, com as mudanças impostos pelos senadores e deputados federais, será inevitável o aumento da violência.

Como ex-policial civil, Cavalcante afirmou que, com a derrubada dos vetos, os agentes da lei, por exemplo, ficam algemados para exercer atividades e combater à corrupção e à criminalidade. Do jeito que está no texto que sai do Congresso Nacional, conforme o parlamentar, o bandido vira santinho e o cidadão vira bandido.

Cavalcante citou vários trechos da lei e disse, também, que a alteração do texto ‘dá mais corda ao bandido’’ e enfraquece o combate à corrupção. O deputado Marcos Sobreira (PDT), em aparte a Cavalcante, defendeu a derrubada dos vetos que criavam limitações para o exercício da advocacia.

Como contraponto as observações de Sobreira, Cavalcante criticou a atuação de advogados que fazem o papel de bandidos, fez questão de destacar que a maioria trabalha com responsabilidade e ética, mas, quando há desvio de conduta, o trabalho de investigação acaba sendo prejudicado.

[KGVID]https://www.cearaagora.com.br/site/wp-content/uploads/2019/09/whatsapp-video-2019-09-25-at-102601.mp4[/KGVID]

Categorias
Policial

Violência no Ceará: 64,22% dos casos de mortes violentas em uma semana no estado estão em aberto

Das 123 mortes violentas no Ceará ocorridas no período de 21 a 27 de agosto de 2017, cerca de 64% ainda estão em investigação. Do total, apenas 14,63% resultaram em prisão (21 presos), 22,76% casos foram concluídos e somente dois chegaram a ter julgamento.

Os dados são do Monitor da Violência, levantamento do portal de notícias G1 que mapeou 1.195 mortes na quarta semana de agosto de 2017 em todo o Brasil e acompanha estes casos por meio de 230 jornalistas no país. O Núcleo de Estudos da Violência (NEV) da USP e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública são parceiros no projeto.

No ano de 2018, foi publicado o primeiro balanço, no país, quase a metade segue em investigação na polícia. Um em cada cinco casos teve uma prisão efetuada, e menos de 5% têm condenado.

A Secretaria da Segurança do Ceará se manifestou sobre o levantamento afirmando que vem reduzindo os Crimes Violentos Letais e Intencionais (CVLIs) há 17 meses seguidos (de abril de 2018 a agosto de 2019), no Ceará, e há 18 meses, na capital. Segundo a secretaria, o índice de resolutividade desses crimes no estado é de 37,31%, conforme dados cadastrados no Sistema Gerenciador de Homicídios (SGH) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE).

A Justiça do Ceará analisou 88 dos 123 casos do Monitor da Violência. Em nota, o Tribunal de Justiça afirmou que 13 deles se tornaram ação penal.

Categorias
Policial Destaque1

Suicídio causou mais mortes em policiais do que confronto com crime

A 13ª edição do Anuário Brasileiro de Segurança Pública registra exposição à violência fatal a que os policiais brasileiros estão sujeitos. Em 2018, 343 policiais civis e militares foram assassinados, 75% dos casos ocorreram quando estavam fora de serviço e não durante operações de combate à criminalidade.

A violência a que os policiais estão permanentemente expostos tem efeitos psicológicos graves. Em 2018, 104 policiais cometeram suicídio – número maior do que o de policias mortos durante o horário de trabalho (87 casos) em confronto com o crime.

Anuário Brasileiro de Segurança Pública registra que houve queda de 10,43% de mortes violentas intencionais em 2018. Mas apesar da queda verificou-se que ao mesmo tempo cresceu em 19,6% o número de mortes decorrentes de intervenções policiais.

A ação da polícia é responsável por 11 de cada 100 mortes violentas intencionais no ano passado, quando 6.220 pessoas morreram após intervenção policial, uma média de 17 pessoas mortas por dia.

O perfil das vítimas repete a situação encontrada em outros anuários: 99,3% eram homens, quase 78% tinham entre 15 e 29 anos, e 75,4% eram negros.

 

*(Com informações da Agência Brasil)

Categorias
Policial

Colombianos são suspeitos de lavagem de dinheiro e agiotagem em Juazeiro de Norte

Uma operação da Polícia Civil na Região do Cariri realizada na manhã desta terça-feira (03) tem como alvo um grupo de colombianos suspeitos de cometer os crimes de lavagem de dinheiro e agiotagem. Segundo os agentes, o esquema movimentou milhões de reais.

Nas cidade do Crato, Juazeiro do Norte de Barbalha, a política Civil está cumprindo 12 mandados de prisão, 31 de busca e apreensão e 17 de sequestros de bens. As investigações , que já se estendem por quatro meses, terão mais detalhes divulgados em coletivo ainda nesta terça-feira.

Categorias
Luzenor de Oliveira Destaque3

Luz amarela: segurança pública pode ficar com menos recursos em 2020

Relator do Orçamento de 2020, o deputado federal Domingos Neto (PSD) se prepara para enfrentar a tesoura do Palácio do Planalto e, dentro dos limites da lei do teto, garantir recursos para diferentes áreas como, por exemplo, segurança pública. O teto – normal constitucional, estabelece que os gastos totais da União não podem ultrapassar determinado nível independentemente do volume de arrecadação.

A proposta do Executivo com a previsão de arrecadação e despesas para 2020 entra na reta final de elaboração e chegará em outubro ao Congresso Nacional.
A discussão prévia sobre os valores destinados a cada área gera apreensão entre ministros e aliados do Governo Federal. A preocupação tem uma justificativa: o governo calcula atualmente que as chamadas despesas discricionárias (as não obrigatórias) terão que ficar abaixo do patamar registrado neste ano.

Enquanto os números  do Orçamento de 2020 estão sendo fechados pelo governo e  apontam para uma maior limitação mesmo considerando os contingenciamentos deste ano, o ministro da Justiça, Sérgio Moro, foi o primeiro integrante do primeiro escalão da administração federal a expor inquietação com a previsão de investimentos em sua pasta.

Com a preocupação de Moro, os  deputados federais e senadores do Ceará já devem ficar de olhos abertos. O ministro da Justiça encaminhou ofício ao ministro da Economia, Paulo Guedes, no qual reclama do orçamento disponibilizado para a pasta em 2020.

O ministro, nesse documento, afirma que o montante reservado irá resultar em um “alarmante cenário de inviabilização de políticas públicas de segurança, cidadania e justiça essenciais para a sociedade brasileira”, e pede mais recursos para as ações do ministério.

O repórter Sátiro Sales, em sua participação, nesta terça-feira, no Jornal Alerta Geral (FM 104.3 + 26 emissoras no Interior + redes sociais do Cearaagora), destaca que, com o corte de recursos no Ministério da Justiça, pode impactar ações no combate ao crime organizado no Estado. O editorial do Alerta Geral, lido pelo jornalista Luzenor de Oliveira, também, aborda essa questão.

Confira na íntegra a sonora do correspondente Sátiro Salles:

Acompanhe o editorial do jornalista Luzenor de Oliveira:

Categorias
Policial Destaque3

Número de monitorados por tornozeleira cresce 206% no Ceará

Mecanismo de acompanhamento dos presos que estão sob regime semi-aberto ou aberto, as tornozeleiras eletrônicas estão sendo cada vez mais usadas em no Ceará. Em dois anos, o número de pessoas monitoradas pelo aparelho triplicou. Segundo a Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), no mês de julho de 2017 eram 1.589 tornozeleiras ativas. Já em julho deste ano de 2019, são 4.876 aparelhos em uso.

Ainda de acordo com a nomenclatura da SAP, os monitorados ativos por núcleo são 2.497 da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), 702 provenientes das audiências de custódia e 1.677 no interior do Estado. Com relação aos tipos de decisão, predominam as medidas cautelares (2.090), prisão domiciliar (1.230) e recolhimento noturno (998).

Em 2015, a Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar e a Secretaria de Justiça do Estado (Sejus) decidiram ampliar o projeto de Monitoramento Eletrônico para os infratores da Lei Maria da Penha por meio da utilização de tornozeleiras eletrônicas. À época, o acordo com as autoridades teve como objetivo proporcionar mais segurança às mulheres agredidas, porque a qualquer aproximação do agressor com a mulher vitimizada, o equipamento dispara sinal.

Categorias
Região Metropolitana de Fortaleza

Maracanaú: casal armado tira criança de 1 ano e 10 meses dos braços da mãe

Uma criança de 1 ano e 10 meses foi levada dos braços da mãe, na tarde desta terça-feira (20), no bairro Pajuçara, em Maracanaú, Região Metropolitana de Fortaleza.

Segundo a Polícia, a criança estava com a mãe e o padrasto em uma bicicleta quando foram abordados por um casal armado com arma de fogo em um veículo preto.

A mãe, de identidade preservada, informou à polícia que os suspeitos tiraram a criança dos braços dela, sob ameaça da arma de fogo.

A mãe e o padrasto da menina registraram queixa do sequestro no 29º Distrito Policial, no Bairro Pajuçara, em Maracanaú.

Quem tiver informações sobre o paradeiro da criança, pode ligar para o telefone da delegacia (85) 3101.2946.

Categorias
Interior

Sobral CE: dupla é detida no município transportando galos para rinhas

Dois homens foram detidos por maus-tratos a animais na manhã deste domingo (18), em Sobral, no Ceará.

A ação foi realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), que flagrou os suspeitos com galos para rinhas. Eles foram abordados por volta das 8h, no Km 221 da BR-222. Os agentes perceberam que no assoalho do veículo em que a dupla trafegava havia bolsas com cinco galos indianos , além de objetos utilizados para a prática de rinhas.

O motorista confessou ser dono de um dos galos, enquanto o passageiro afirmou possuir os outros quatro.

Ambos foram detidos pele crime de abuso, maus-tratos e agressões aos animais, e levados à Polícia Civil em Sobral.