Categorias
Cidade

Projeto que aumenta número de regionais deve ir à Câmara Municipal ainda este mês

Um plano de aumento das regionais de Fortaleza está em fase final de elaboração e deve chegar à Câmara Municipal ainda este mês. Segundo o texto, a capital passaria a contar com 12 Secretarias Regionais subdivididas em 39 territórios, onde cada uma deverá abranger áreas com até 300 mil habitantes.

O agrupamento dos 119 bairros deverá se fundamentar nos critérios de número de moradores, aproximação cultural e utilização de equipamentos públicos. Conforme a Prefeitura e a Coordenadoria Especial de Articulação das Secretarias Regionais (Coareg), embora tenha sido apresentada a todo o secretariado municipal, a forma de distribuição ainda não está totalmente definida.

As Secretarias Executivas Regionais de Fortaleza foram instituídas na gestão de Juraci Magalhães, em fevereiro de 1997, com o objetivo de descentralizar a administração de uma Capital que encontrava-se em expansão populacional. I

Categorias
Luzenor de Oliveira Destaque1

Roberto conta com Plácido Filho na base de apoio na Câmara Municipal

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), conta com o vereador Plácido Filho (PSDB) como um dos seus aliados na Câmara Municipal. Plácido está em rota de colisão com o PSDB e contesta conflitos internos que o empurrem para outro rumo partidário.

O vereador Plácido Filho , eleito, em 2016, pelo PSDB, recebeu 5.804 votos, tem um forte namoro com as lideranças municipais do PDT, mas se articula, também, com o Capitão Wagner, pré-candidato do PROS à Prefeitura.

Como as atitudes falam mais do que as palavras, Plácido Filho, ao participar da solenidade de anúncio da reforma do Frotinha de Parangaba, nesse último sábado, ao lado de Roberto Cláudio, mandou mais um recado aos tucanos.

‘’Se os dirigentes do PSDB contam com o Plácido para as eleições de 2020 é porque querem se enganar’’, ironiza um experiente militante político próximo ao prefeito de Fortaleza.

Plácido chegou a falar, nos bastidores da Câmara Municipal, que não está satisfeito com o ninho tucano. Tenta, assim, buscar caminhos mais seguros para a reeleição. Uma das opções, como guarda chuva, é a base de apoio ao prefeito Roberto Cláudio. A outra alternativa é o PROS, como registrou este site, no dia 17 de julho,  na matéria ‘’Vereador Plácido abre dissidência e constrói saída do PSDB em direção ao PROS’.

Categorias
Cidade

Prefeito assina ordem de serviço para reforma do Frotinha da Parangaba

O prefeito Roberto Cláudio assinou, na manhã deste sábado (03/08), a ordem de serviço para a reforma do Hospital Distrital Maria José Barroso de Oliveira, o Frotinha da Parangaba. A ação faz parte do programa de reestruturação da rede hospitalar municipal com obras de reforma, ampliação e construção de novas unidades em Fortaleza.

A intervenção abrange uma área de 4.918 m² e está orçada em R$ 5.870.887,59. O Hospital terá novo centro cirúrgico, ampliando em 100% a sua capacidade, passando de duas para quatro salas de cirurgia. Também serão ampliados os leitos de recuperação, de observação, de enfermaria, de UTI e de reanimação, com 37 novas unidades, cerca de 40% a capacidade instalada do equipamento, além de uma nova Central de Material e Esterilização (CME).

De acordo com Roberto Cláudio, trata-se de uma obra muito esperada e cujo projeto foi adaptado à necessidade da rede municipal. O Gestor ressalta que a rede dos Frotinhas pode atender parte da demanda do Instituto Doutor José Frota (IJF), caso haja capacidade de resolver procedimentos de média complexidade. Para isso, é preciso uma lógica assistencial que aumente a produtividade do hospital, justamente o objetivo das atuais intervenções.

O Frotinha da Parangaba realiza, mensalmente, cerca de 4 mil atendimentos de urgência e emergência em clínica médica, cirúrgica e traumatológica, além de uma média de 310 cirurgias por mês. Entre os serviços ofertados, estão exames laboratoriais, gráficos e por imagem, o que totaliza aproximadamente 11,5 mil procedimentos.

Categorias
Política Estadual Destaque3

Pré-candidato a prefeito, Carlos Matos acusa gestão Roberto Cláudio de descaso com os mais pobres

Corrida à Prefeitura! Movimentações de olho nas eleições municipais de 2020 começam a tomar forma na capital cearense. Um dos partidos que se antecipa nas articulações promovendo debates sobre as candidaturas para o próximo ano é o PSDB. A sigla tem como pré-candidato à gestão municipal de Fortaleza em 2020 o ex-deputado estadual Carlos Matos, que esteve presente no Jornal Alerta Geral (Expresso FM 104.3 + 26 emissoras no Interior + Redes Sociais) desta sexta-feira (19).

Entrevistado pelos jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida, o ex-deputado Carlos Matos falou sobre sua antecipação na candidatura à prefeitura da capital. O jornalista Luzenor de Oliveira perguntou ao pré-candidato se ele estava se enquadrando no adágio “Quem madruga Deus ajuda!”. Por sua vez, Carlos concordou com a afirmação e complementou: “O trabalho é que transforma o mundo. Estar a serviço da população para ouvir os desafios, para ouvir a necessidade do que a população tem seria obrigação de qualquer partido político, de qualquer político”.

Realidade da capital

Dentre as ações com vistas às eleições de 2020, Carlos Matos visitou bairros em Fortaleza e se reuniu com lideranças comunitárias a fim de entender quais os reais problemas enfrentados dentro das comunidades. Sobre a situação destas localidades e a reação dos fortalezenses quanto à sua pré-candidatura, o ex-deputado destaca: “Estamos nos aproximando para ouvir esse desafio e a população tem sido de um respeito e de uma seriedade que me impressiona!”

Se você for ao Meireles você vai pensar que está em Nova York ou em São Paulo, quanto você vai ao conjunto palmeiras, não, não pode ser a mesma prefeitura que cuida dessa cidade! Descuidada, sem saneamento, sem o mínimo de atenção com a população de baixa renda para que haja oportunidade para os jovens. Nós temos desemprego de quase 60% dos jovens, é uma coisa incrível. É um desafio nacional, um desafio das grandes cidades do país, mas nós temos que enfrentar, afirmou Carlos Matos.

Para Matos, um grande problema da atualidade é o êxodo de cearenses insatisfeitos com a o alto índice de violência na cidade que preferem morar em outras capitais do país mais desenvolvidas ou até fora do Brasil. Ele ainda pontua como exemplo a ser seguido a cidade de Medellin, capital da Colômbia, que registrou uma diminuição dos homicídios entre jovens, caindo de 400 para 13 com relação a 100 mil habitantes. O resultado positivo foi consequência de investimento na juventude e oferta de oportunidades.

Ex-deputado Carlos Matos (Foto: Reprodução)

Geração de emprego

Durantes as visitas realizadas nos bairros de Fortaleza, o jornalista Beto Almeida questiona se Carlos percebeu a existência de preocupação por parte dos populares quanto ao desemprego. Na visão do pré-candidato essa inquietação é presente e para solucionar isso é preciso criar um reforço escolar para os jovens no sentido de que eles possam estar mais preparados para entrar na universidade e logo em seguida conseguirem um emprego. Atualmente, um programa que ameniza o problema da falta de renda é o Bolsa Família.

O Bolsa Família eu acho que é bom, porque é um imposto negativo, é justo que eu pegue aqueles que não tiveram condição de pagar imposto e receba um pouco, mas eu não resgato a dignidade dele. Eu tenho que dar uma oportunidade de trabalho e o poder público tem papel fundamental nisso. É sim papel do poder público gerar emprego, afirma o pré-candidato Carlos Matos.

Alianças

No início deste mês o atual prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT) lançou um pacote de obras no valor de R$ 1,5 bilhão para o biênio 2019/2020. Na ocasião estiveram presentes lideranças importantes como o ex-presidenciável Ciro Gomes, o Governador Camilo Santana (PT),  o senador Tasso Jereissati (PSDB) e o presidente da Assembleia, José Sarto (PDT). O encontro evidenciou a reconciliação entre Tasso e Ciro e encaminhou possível aproximação entre o PDT e o PSDB.

Acerca desse estreitamento de laços e possível construção de alianças o ex-deputado pontua que “fazer alianças para governar bem é necessário. Estar aberto a fazer o que é bom para a população é demonstrar que não é fundamentalista”. De acordo com Matos a presença do senador Tasso na reunião foi um gesto de gratidão por parte de Roberto Cláudio que convidou o senador após este pautar a liberação no Senado e encaminhar a liberação de verbas para o pacote de obras na capital.

Apesar disso, o pré-candidato deixa claro que há insatisfação quanto à gestão atual do prefeito Roberto Cláudio e que afirmar a existência de uma aliança política é um pouco de exagero. “Dizer que tem uma aliança política há um caminho grande. Porque nós temos uma visão própria, como temos do Ceará, como temos do país e temos pra Fortaleza. E não estamos satisfeitos com a realidade como a cidade está. Nós queremos colocar nosso coração para construir uma cidade diferente do que está aí”

Confira a entrevista completa clicando no vídeo abaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=JHJXKoSvV28&feature=youtu.be

Categorias
Política Estadual Destaque1

Tasso se reúne com grupo de pré-candidatos a vereador de Fortaleza

O PSDB realizou na noite desta terça-feira (16/07) um encontro de pré-candidatos a vereador de Fortaleza com o senador Tasso Jereissati e o pré-candidato a prefeito, Carlos Matos. O objetivo é motivar lideranças a participarem do processo eleitoral em 2020 e manter o grupo alinhado e pautado com diversos assuntos de interesse do partido. Nesta primeira reunião, 22 pré-candidatos marcaram presença no bate-papo com o senador tucano em seu escritório político na Capital.

Na avaliação da reunião, Tasso Jereissati afirmou que o contato inicial o deixou “absolutamente animado com esse grande projeto que temos de renovação para a Câmara de Vereadores, procurando lideranças não só setoriais dos diversos segmentos que representam Fortaleza, mas também dos bairros, colhendo deles as suas observações, e reclamações”. Ainda conforme o senador, através desses encontros, “esperamos construir um programa para se trabalhar pela cidade, seja na Câmara Municipal ou na Prefeitura da cidade”.

Reunião com líderes estaduais do PSDB (Foto: Reprodução)

O pré-candidato a prefeito e presidente do diretório municipal do PSDB Fortaleza, Carlos Matos, ressalta que o fim das coligações proporcionais obriga todos os partidos a lançarem chapas exclusivas de candidatos a vereador na eleição do próximo ano. “Isso nos leva a crer no potencial que o PSDB tem para triplicar sua bancada na Câmara Municipal”. Atualmente, o PSDB está representado com apenas uma vaga no Poder Legislativo da Capital, do vereador Plácido Filho.

Nessa perspectiva, Tasso e Carlos Matos avaliam que o momento é propício para ampliar o diálogo com os potenciais candidatos e estimular novas filiações. Todo cidadão brasileiro tem direito a se candidatar desde que cumpra as seguintes exigências da legislação eleitoral: ter nacionalidade brasileira; maior de 18 anos (na data da posse); ser alfabetizado, ter domicílio eleitoral na cidade onde pretende concorrer ao cargo (limite de transferência é de seis meses antes da eleição), estar em dia com a Justiça Eleitoral; apresentar certificado de reservista (apenas para homens); estar em pleno exercício dos direitos políticos e ser filiado a um partido.

Categorias
Luzenor de Oliveira Destaque2

DEM está no centro da disputa entre aliados de Roberto Cláudio e do Capitão Wagner

As lideranças nacionais do DEM querem marcar território com vistas às eleições de 2022 na corrida à Presidência da República e se anteciparam para mudar o comando regional da sigla no Ceará para garantir, em 2020, uma candidatura forte à Prefeitura de Fortaleza. Uma das opções é o Capitão Wagner, hoje filiado ao PROS.

A estratégia é dar visibilidade ao DEM e ampliar a base do partido nas Prefeituras e Câmaras de Vereadores das médias e grandes cidades. Com isso, o DEM terá mais peso na composição da chapa que disputará às eleições de 2022 à Presidência da República. Uma possível aliança com o PSDB é um dos caminhos que pode apresentar o Governador de São Paulo, João Doria, como candidato ao Palácio do Planalto. 

Um dos nomes para compor a chapa é o prefeito de Salvador, ACM Neto, atual presidente da Executiva Nacional do DEM. Coube a ACM determinar as mudanças no comando do DEM no Ceará que caminha para ficar nas mãos do Capitão Wagner.

Wagner é adversário do prefeito Roberto Cláudio, que tem o atual vice Moroni Torgan. Moroni foi indicado, em 2016, para vice de Roberto, tentou, em 2018, eleger o filho Mosiah à Câmara Federal, mas, ao invés de mantê-lo no DEM, o levou para o PDT. O gesto de Moroni desagradou à cúpula nacional do DEM.

A inclinação da sigla para manter a aliança com o PDT em 2020 levou os dirigentes nacionais da agremiação a mudar a rota do partido no Ceará. O primeiro reflexo desse conflito é a corrida pela Prefeitura da Capital.

As articulações para renovação da Executiva Regional do DEM é a filiação da médica e ex-candidata ao Senado pelo PSDB, Mayra Pinheiro. Mayra, que, hoje, ocupa o cargo de Secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério da Saúde, pode entrar na chapa do capitão Wagner como vice ou mesmo concorrer à Câmara Municipal. O Capitão Wagner, se eleito prefeito, entregaria a Mayra a Presidência da Câmara Municipal.

Categorias
Política Estadual

Matos, Wagner, Sarto: Luzenor de Oliveira e Beto Almeida debatem nomes para eleição de 2020

As eleições de 2020 estão bem distantes dos eleitores que têm um peso determinante na vida dos municípios, mas essa distância está ficando cada vez menor. Na agenda dos partidos e de líderes políticos, a mobilização já começou nos bastidores da Capital, dos Municípios e do Interior.

Beto Almeida destaca que já há a articulação entre os partidos com nomes surgindo como pré-candidatos.

“São nomes que se colocam na primeira prateleira, dispostos a concorrer à principal cadeira do executivo aqui do Ceará, que é a nossa Capital. Cadeira atualmente ocupada pelo prefeito Roberto Cláudio”, comenta o Jornalista.

Beto Almeida analisa um fato inédito na história do PSDB aqui no Ceará, que foi a renovação do Diretório Regional, quando o Luiz Pontes assumiu a presidência do Diretório Regional em uma solenidade na Assembleia Legislativa e, momento esse em que o senador Tasso Jereissati lançou o nome do seu pré-candidato pelo partido: Carlos Matos.

Paralelo a isso, Luzenor de Oliveira lembra de Capitão Wagner, que deixa transparecer dúvidas se realmente continuará no PROS. Beto Almeida reforça que nas eleições de 2016, o Capitão chegou ao segundo turno também com o apoio do PSDB, que não lançou candidatura própria. Neste caso, como pode ser diferente, é prudente para Wagner pensar em uma base mais forte para concorrer de igual para igual com os outros possíveis candidatos.

Por fim, Luzenor de Oliveira cita o PDT, que cresce no cenário político nacional através de um cearense, Ciro Gomes. O partido, no Ceará, levantou o nome do Presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, José Sarto, devido a visibilidade regional que o deputado vem ganhando, devido a conexão com o governador Camilo Santana e com os irmãos Cid e Ciro Gomes.

A discussão rendeu boas análises e você pode conferir tudo clicando no player abaixo. Confira:

 

Categorias
Política Estadual Destaque3

Bolsonaro fala em reeleição e mexe com xadrez político dos estados

Após seis meses do início do seu primeiro mandato, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) admitiu a possibilidade de disputar as eleições de 2022. Luzenor de Oliveira, durante o Bate Papo Político do Jornal Alerta Geral desta sexta-feira (21), destaca que chama a atenção o fato de Bolsonaro ter anunciado a pretensão tão cedo, fato inédito quando comparado aos três últimos presidentes do país com reeleição: Fernando Henrique Cardoso (1995-2003), Luis Inácio da Silva (2003-2011) e Dilma Rousseff (2011-2016*).

*Dilma Roussef sofreu impeachment e não completou os 4 anos da reeleição.

Jair Bolsonaro diz que pode concorrer à reeleição. / Foto: reprodução.

O jornalista também destaca que, a partir do momento em que o presidente anuncia a possibilidade de reeleição com três anos e meio de antencedência, isso esquenta os bastidores políticos no Ceará.

Por quais razões mexe [com a política local]? Por que a partir do momento que o presidente admite que é candidato a reeleição, você tem uma movimentação entre os aliados e os supostos adversários para redefinir as ações e estratégias em busca da manutenção ou da conquista do poder em 2020, analisa Luzenor de Oliveira.

Luzenor de Oliveira e Beto Almeida fazem análise política nesta sexta-feira (21), nos estúdios do Jornal Alerta Geral.

Beto Almeida também chama atenção para o fato de que o presidente já havia afirmado não concordar com a reeleição e que, mesmo tendo dito que estar no Palácio do Planalto era um abacaxi grande, segundo o jornalista, parece que “esse abacaxi tem lá seus encantos”.

Faz isso (anuncia a reeleição) embasado no seguinte argumento: se não houver uma reforma política. Ta aí a argumentação que ele precisa para explicar.

Beto Almeida sugere que, se a reforma política era um compromisso de campanha do presidente, ele deveria colocar todos os seus esforços para a aprovação da mesma.

Diante dessas declarações, está claro que o próprio governo não vai ser tão forte na decisão de trabalhar favorável à reforma política como se espera, analisa Beto.

Ambos os jornalistas concordam que, para a possibilidade de reeleição, a estratégia que o governo está adotando é de viabilizar pautas populistas, como o 13º salário do Bolsa Família, redução do preço do gás de cozinha e a remoção dos radares nas rodovias do país.

Confira as análises completas de Luzenor de Oliveira e Beto Almeida no Jornal Alerta Geral desta sexta-feira (21):

Categorias
Educação

Prefeitura de Sobral realiza grupo temático sobre políticas públicas para a juventude nesta quinta-feira

A Prefeitura de Sobral, por meio da Secretaria da Cultura, Juventude, Esporte e Lazer (Secjel), realiza, nesta quinta-feira (06/06), a partir das 9 horas, um grupo temático sobre “Políticas públicas para a juventude”.

O objetivo da ação é fortalecer as discussões e ações sobre temas predeterminados, bem como a implantar espaços de debates e grupos temáticos para agentes, lideranças jovens e coordenadorias.

Categorias
Interior

Justiça afasta Nora de prefeito de Russas de cargo temporário

A Justiça determinou o desligamento da nora do prefeito de Russas, Amanda Quixadá Cruz de Araújo, do cargo temporário de médica que exercia no hospital municipal. A Ação Civil Pública foi solicitada pelo Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), que denunciou a prática de nepotismo.

O MPCE alegou que o prefeito Raimundo Weber de Araújo e a nora atentaram contra os princípios da administração pública, a partir da data da contratação ilegal. O afastamento vai seguir até o julgamento do caso. De acordo com o promotor de Justiça Luiz Dionísio, a nomeação da nora pelo prefeito para o cargo político atenta contra a Súmula Vinculante nº 13 e configura ato de improbidade administrativa.

O procurador do Município, Sérgio Cordeiro, afirmou que não foi notificado sobre a decisão e ele e o prefeito só souberam da notícia pela imprensa. O procurador também informou que o contrato da médica já havia rescindido, mas não se sabe se foi antes ou depois do processo ser instaurado.