Categorias
Região Metropolitana de Fortaleza

Requalificação da Contorno Leste, Ayrton Senna e São Vicente de Paula é licitada em Caucaia

A Prefeitura entrou em mais uma fase do Programa de Infraestrutura Integrada de Caucaia. Após começar três licitações, as avenidas Contorno Leste, Ayrton Senna e São Vicente de Paula, além da rua E20, localizada na Jurema, passarão por um processo de requalificação iniciados pela Unidade de Gerenciamento de Projetos (UGP).

Serão requalificados 7,8 quilômetros dessas quatro vias. O investimento será de R$ 29,6 milhões, financiado pelo Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), também responsável pelos recursos das demais intervenções.

Espera-se que o Programa de Infraestrutura Integrada traga melhorias para a malha viária de mais de 500 ruas e avenidas do município, e viabilize a construção de ponte, viaduto, praças, Centro de Eventos e outros espaços de uso urbano.

“Vamos investir mais de 80 milhões de dólares na cidade toda. Nenhum bairro vai ficar sem obra e a gente finalmente vai ligar o Litoral, a Sede e a Jurema. Caucaia vai se desenvolver como nunca”, pontua o prefeito Naumi Amorim.

OUTRAS LICITAÇÕES

As outras três licitações tocadas pela UGP referem-se à requalificação de 11 ruas do Parque Potira e do Araturi, da Estrada Barra Nova, de diversas vias do bairro Mestre Antônio e das avenidas da Integração e Dom Almeida Lustosa.

Segundo o coordenador-geral da UGP, Fábio Mota, as primeiras vias que receberão obras serão as do Potira e do Araturi.

“A licitação está em fase final, com os técnicos respondendo aos recursos apresentados. A ordem é darmos agilidade e total transparência a esse resultado para iniciarmos as intervenções o quanto antes”, explica.

Categorias
Cidade

Requalificação da Praia do Futuro prevê tamanho das barracas e área para banhistas

O Ministério Público Federal (MPF) aprovou o termo de diretrizes que sustenta as ideias de projetos arquitetônicos para a requalificação da Praia do Futuro, em Fortaleza. Firmados por instituições públicas e privadas, entre os objetivos do terma está a delimitação do tamanho e a realocação das barracas, a preservação visual do mar e a manutenção da faixa de areia livre para uso dos banhistas.

O Fórum Permanente para a Requalificação da Praia do Futuro se reuniu ontem (25), e determinou que no prazo de até 90 dias, o MPF vai analisar, juntamente com a Advocacia-Geral da União (AGU), a proposta final do projeto. Após esse período, serão concedidos mais 90 dias à seccional cearense do Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB-CE) e à Prefeitura de Fortaleza, que ficarão responsáveis pela elaboração de edital para selecionar as melhores ideias para estruturar a praia.

O edital vai servir para a elaboração de um concurso nacional em que iniciativas poderão sugerir proposições sobre como melhor qualificar o espaço. Para participar da seleção, os interessados deverão apresentar ideias que vão ao encontro daquilo proposto pelo termo de referência aprovado pelo fórum.

O projeto arquitetônico de “requalificação” da Praia do Futuro corresponde entre a rua Ismael Pordeus e a foz do Rio Cocó.