Categorias
Cotidiano Destaque3

Insatisfação: população de Ancuri fazem “operação tapa-buraco” com dinheiro do próprio bolso

Este sábado foi de muito trabalho para diversos moradores do bairro Ancuri, na Regional VI de Fortaleza. Os civis se mobilizaram para tapar buracos na principal avenida da região.

 

Segundo Nazaré Santos, dona de casa e que participou da mobilização, aproximadamente 100 pessoas contribuíram na cota para compra dos materiais.

“Conseguimos comprar duas carradas (de areia e pedriças) pra colocar nos buracos e amenizar, porque ninguém aguenta mais. Aqui é um bairro esquecido pelos governantes”, lamenta.

Diariamente, desde o início do trimestre, a Secretaria de Conservação e Serviços Públicos (SCSP) divulga a lista de vias que receberão requalificação asfáltica na cidade: nenhum dos cronogramas divulgados inclui qualquer rua ou avenida do bairro Ancuri.

A avenida Dionísio Leonel Alencar, que liga o bairro ao Anel Viário, foi a primeira a receber as intervenções dos moradores. Nas imagens, é possível ver veículos passando em meio ao lamaçal produzido pelas chuvas da manhã deste sábado na Capital, enquanto os voluntários empunham pás e enxadas para realizar o serviço.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de comunicação da SCSP para obter respostas sobre a requalificação viária no Ancuri, mas ainda aguarda retorno.

Intensificação

Dados da secretaria mostram que de janeiro a junho, a Prefeitura de Fortaleza requalificou mais de 370 vias em todas as Regionais. “Em termos comparativos, é possível apontar que foi recuperada na Capital uma área equivalente à extensão de 53 quilômetros de uma rodovia com 6 metros de largura”, aponta a SCSP.

A recuperação de vias pode ser solicitada pela população por meio do número 156 ou pelas ouvidorias das Regionais.

Categorias
Cotidiano

Policiamento: 1.500 agentes irão reforçar a segurança no Ceará durante a Semana Santa

Cerca de 1.500 profissionais da Segurança Pública vão reforçar o policiamento em todo o Ceará durante a Semana Santa. O efetivo, que começa a atuar na quinta-feira (18) e vai seguir até segunda-feira (22), será composto por agentes da Polícia Militar, da Polícia Civil, do Corpo de Bombeiros e Perícia Forense.

A Polícia Militar irá reforça o policiamento na Capital e em 103 municípios do interior. Todas as delegacias do Estado vão funcionar em regime de plantão na Semana Santa. Já as equipes extras da Polícia Civil serão enviadas para os municípios de Acaraú, Baturité, Camocim, Jaguaribe, Paraipaba, Senador Pompeu e Tianguá.

O Corpo de Bombeiros terá suas ações intensificadas em toda a orla de Fortaleza, principalmente na Praia do Futuro e Barra do Ceará. Além disso, os profissionais também atuarão em 40 cidades do interior, nas regiões litorâneas do estado.

O objetivo da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), é intensificar a fiscalização no feriadão para evitar acidentes, já que o número de veículos nas estradas é maior.

Categorias
Interior Destaque2

‘Restaurar rodovias nesse período de chuva é jogar dinheiro público fora’, afirma Beto Almeida

O Governo do Ceará anunciou, através do governador Camilo Santana em live nas suas redes sociais, que irá destinar R$ 150 milhões para recuperar as rodovias estaduais danificadas durante o período chuvoso de 2019. O Programa Emergencial de Recuperação executará obras em 64 trechos de estrada estaduais, que correspondem a 1.754 km de extensão.

Dentre as estradas que serão recuperadas estão as seguintes rodovias:

  • CE-040, em Fortaleza
  • CE-453, em Aquiraz
  • CE-060, entre as cidades de Aracoiaba e Baturité
  • Rodovia Camocim-Chaval

Beto Almeida destaca o motivo anunciado pelo Governador para não ter iniciado as obras ainda:

“Ele [Camilo Santana] já tinha até falado sobre isso. Disse que os trechos das rodovias estaduais vão passar por recuperação. O governador argumentou que nesse caso específico, começar obras agora nesse período de chuva é pegar dinheiro público e rasgar. Nesse aspecto ele tem razão”, disse Beto.

No entanto, o jornalista afirma que espera celeridade quando as obras iniciarem, para não acontecer semelhante a Frecheiras, quando a chuva interditou rodovia  CE-163 no município de Trairi, Litoral Oeste do estado em 2017 e ainda está sendo restaurado.

Confira na íntegra as análises de Luzenor de Oliveira e Beto Almeida no Bate-papo Político do Jornal Alerta Geral (Expresso FM 104.3 na Capital + 26 emissoras no Interior):